MENU

13 de abril de 2019 - 09:58European Le Mans Series

ELMS: “novo” Aurus 01 dá pole à atual campeã em Paul Ricard

5cb1d36b9bd0e

Batizado com o nome de um construtor de carros russos de luxo – Aurus – o protótipo da G-Drive Racing começa a temporada 2019 do ELMS como terminou a última: na frente. Norman Nato fez a pole para as 4h de Le Castellet (Foto: Jakob Ebrey Photography/ELMS)

RIO DE JANEIRO - Atual campeã do European Le Mans Series, a G-Drive Racing estreou o “novo” Aurus 01 (que é ainda o chassis Oreca 07, só que com outro nome) em grande estilo. Norman Nato, substituto de luxo do compatriota Jean-Éric Vergne, conquistou neste sábado a pole position para as 4h de Le Castellet, que se disputarão amanhã em Paul Ricard a partir de 7h da manhã pelo horário de Brasília.

O vencedor da prova de abertura da última temporada, então defendendo a Racing Engineering, conseguiu nos últimos instantes da sessão superar o tempo do também francês Paul-Loup Chatin, da IDEC Sport Racing, por apenas 0″025. A marca de 1’40″052 é o novo recorde do circuito de 5,770 km de extensão para protótipos LMP2.

Num último e espetacular esforço, o britânico Alex Brundle quebrou a sequência de pilotos locais que a classificação mostrava: o piloto da United Autosports conseguiu uma ótima volta e superou o tempo de Nico Lapierre para garantir um lugar na terceira posição. Mais rápido da véspera, o britânico Ben Hanley completou o top 5 da categoria.

Fechando o grupo de seis carros dentro do mesmo segundo, veio o segundo Ligier JS P217 da United Autosports, com Paul Di Resta, seguido pela High Class Racing e Duqueine Engineering, que formam a quarta fila. A novata Carlin colocou o solitário Dallara P217 com a nona posição e a Graff Racing garantiu-se no top 10.

Após a boa performance da véspera, com direito ao segundo lugar, a RLR MSport/Tower Events, time do brasileiro Bruno Senna, acabou com a 11ª posição a 1″437 da pole. Mas será uma prova longa e repleta de alternâncias ao longo da disputa.

5cb1cb18f347a

Da série “a primeira vez não se esquece”: pole de Damiano Fioravanti entre os protótipos LMP3 na estreia do italiano na categoria (Foto: Jakob Ebrey Photography/ELMS)

Na LMP3, os protótipos Norma M30 continuam dominantes. Quatro dos modelos hoje de responsabilidade da Duqueine Engineering dominam as primeiras posições do pelotão de 14 carros que disputam a primeira etapa. A pole foi do italiano Damiano Fioravanti, de 22 anos. O piloto do Oregon Team fez a melhor volta da sessão em 1’49″686, pouco mais de um décimo de segundo melhor que Matthieu Lahaye, da escuderia francesa Ultimate.

As demais posições foram ocupadas pela M.Racing e Realteam, que desde os testes coletivos do início da semana e a abertura dos treinos livres para as 4h de Le Castellet já vinham dando sinais de competitividade. Mikkel Jensen classificou em quinto o melhor dos Ligier JS P3, para a equipe Eurointernational. A United Autosports, do brasileiro Thomas Erdos, ficou com a nona posição.

5cb1b75debe87

De tirar o fôlego: Matteo Cairoli roubou de Ale Pier Guidi, nos instantes derradeiros do treino, a pole entre os carros da LMGTE (Foto: Jakob Ebrey Photography/ELMS)

A disputa particular Porsche versus Ferrari na LMGTE acabou com placar favorável aos cavalinhos empinados de Weissach. Matteo Cairoli fez uma volta limpa e sem nenhum erro a bordo do #77 da Dempsey Racing-Proton, batendo a Ferrari da Luzich Racing guiada por Ale Pier Guidi. Com pneus novos, ele girou em 1’52″499, 0″273 melhor que o compatriota.

Thomas Preining, que era o dono da melhor volta antes da última passagem dos dois primeiros, caiu para a terceira posição na categoria com o #88 da Proton Competition, seguido de longe pelas duas Ferrari da Kessel Racing: enquanto Andrea Piccini foi o quarto mais rápido, Michele Gatting melhorou seu tempo na última passagem e pulou de sétimo para quinto, deixando para trás os Porsches da Ebimotors e Project 1 Racing.

O #55 da Spirit of Race, com o experiente Matt Griffin, teve várias voltas anuladas por exceder o limite do traçado. E o fecha-raia é o #66 da JMW Motorsport, que levou 2″210 nas costas do mais rápido em sua categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>