Nova casa

N

RIO DE JANEIRO – É tempo de recomeçar.

Saí do SporTV, mas o blog A Mil Por Hora fica comigo. Com a ajuda do brother Ivan Capelli, pintou esta tela inicial que remete a diversos ícones do automobilismo mundial: a petroleira Gulf, a Porsche e as 24 Horas de Le Mans, tanto a corrida quanto o filme estrelado por Steve McQueen.

Então, com as bençãos de Michael Delaney, abrimos os trabalhos da nova casa, esperando pela visita de vocês, leitores antigos e amigos que certamente estarão aqui pelas novidades, pelas notícias e pela variedade de postagens sobre o esporte que tanto amamos.

Pois não se decepcionarão: o blog volta em tempo recorde e, quem sabe, com a energia positiva de todos vocês, rejuvenescido, mais forte do que antes.

Um abraço a todos. Sejam bem-vindos!

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

103 Comentários

  • My dear Friend Rodrigo Mattar… top of the world at ya! Faço questão de vir aqui desejar sucesso e renovar admiração por seu trabalho. E repito aceno de admiração tantas vezes for necessário.
    With kind regards,

    Paulo McCoy (from Duckburg, RGS)

  • Parabéns Rodrigo vc tem uma legião de amigos e admiradores, continue com a força habitual e a coragem para criticar aqueles que merecem. Pois é melhor o morrer lutando que viver escondido atrás da mediocridade.

  • Rodrigo,

    desejo-lhe sucesso nesta nova jornada que se inicia. Quem gosta de uma boa informação sobre automobilismo, não irá te abandonar. Força!

  • Opa!! O novo A Mil Por Hora já está mais do que recolocado na lista dos meus favoritos! Agora é seguir em frente com novos desafios!
    Boa sorte e muito sucesso a essa nova fase!
    Abraços

  • Meu caro Rodrigo. Nos assinantes do SporTV ficamos decepcionados com a tua saída, mas o jogo segue. Quem mais perde com certeza é o “canal campeão”. Se realmente essa bola chamada Rafael Lopes tem culpa na tua demissão e se foi só por causa de vc ter avisado sobre uma coisa óbvia, pode ter certeza que o castigo virá. Deixa que o tempo se encarrega. Continuarei assíduo no teu blog e te acompanhando pelo twitter e espero em breve em uma nova emissora. Abraço

  • Culpa sua nada cara, o que fizeram contigo foi uma canalhice das mais brabas. Acho que você deveria falar sobre o ocorrido e esclarecer a situação, tem muita gente que te segue há tempos e essas pessoas merecem saber o que aconteceu.

  • Faz parte !!! E o fato de você chamar para sí a escolha , só comprova teu caráter.
    Quanto ao Blog Sem comentários : Com certeza estará com a qualidade de sempre !!!!
    Agora, conta aí , ” a mil por hora ” , para onde irás ? Fox ? BandSport ?

  • Rodrigo,
    Particularmente, não conheço muito o seu trabalho e nem conhecia seu blog antigo. Acabei só tendo acesso depois dessa recente mudança em sua vida e de toda a divulgação disso na web.
    Em primeiro lugar, se tudo isso aconteceu pelo motivo que está sendo ventilado, me solidarizo com você, pois, acima de tudo, é um profissional do jornalismo e tem que ser tratado como tal. E jornalismo deve (ou deveria) ser sinônimo de informação e de respeito aos profissionais e principalmente aos leitores/espectadores/ouvintes.
    Além disso, acredito que todas as mudanças, por mais difíceis que pareçam no começo, são positivas: tudo depende da forma como é encarada. No seu caso, tenho certeza que outras portas se abrirão muito rápido (se é que já não se abriram), pois estive lendo vários posts do antigo endereço do seu blog e sua capacidade como jornalista salta aos olhos. Sinceramente, eu, como fã do esporte a motor, fico até envergonhado de não conhecer diretamente seu trabalho há muito mais tempo.
    Outra coisa positiva é você ver o reconhecimento das pessoas que admiram seu trabalho, seja pelo twitter, pelo blog ou por seu e-mail pessoal, que você teve humildade de divulgar.
    Espero, ainda, que tudo isso seja uma oportunidade para que seu trabalho seja mais divulgado, para que outras pessoas, assim como eu, passem a conhecer este ótimo jornalista.
    Parabéns pelo seu trabalho e pela forma como você está encarando tudo isso, de cabeça erguida, com humildade, continuando imediatamente com seu blog e principalmente preservando a si mesmo e até o seu antigo empregador, atitude de Homem.
    Forte abraço!

  • Realmente, espero que a FOX SPORTS perceba a oportunidade ” de ouro” de te contratar.
    Seria ótimo para o time de transmissão da NASCAR, em 2013.
    Ou, BANDSPORTS, se continuarem com DTM e outras categorias.

  • Olá Rodrigo! Acompanho seu trabalho desde o seu antigo emprego. Total solidariedade com você no caso de sua demissão, que foi injusta, infantil, grosseira e desrespeitosa, é uma pena quando o maior conglomerado de comunicação do país não sabe reconhecer os bons profissionais que possui e toma atitudes baseadas em princípios tacanhos de anti-jornalismo. Boa sorte! Sucesso! E sempre estarei te seguindo por aí, você é dos melhores jornalistas brasileiros de automobilismo! E eu diria que passei a gostar de endurance por tua causa, nunca te agradeci por isso. Obrigado!

  • RODRIGO; VOCE É UM GRANDE PROFISSIONAL TENHA CERTEZA DISSO, TE DESEJO TODA SORTE DO MUNDO, POIS VOCE É COMPETENTE, GOSTARIA DE TE VER NA FOX SPORTS, ISSO SE FOR PARA O SEU BEM, DIGO ISSO MAS NAO SEI SE É UMA BOA PARA VOÇE , MAS GOSTARIA DE TE VER POR LÁ COMENTANDO CORRIDAS, FORTE ABRAÇO DO AMIGO GERK…

  • Tenho acompanhado seu trabalho a bastante tempo e o considero um dos melhores profissionais de automobilismo, não só na imprensa brasileira, mas a nível de língua portuguesa.
    Muito mais sucesso, que com certeza virá, pois capacidade não lhe falta. Continuo a prestigiar seu excelente blog, e avise das novas conquistas profissionais.
    Grande abraço.

  • Eu me junto aos que acabaram conhecendo vc depois da demissão. E, comecei a ler seu blog e qdo um trabalho é bem feito ele merece ser reconhecido sempre. Se foi verdade o motivo da sua saida (o que andam falando), só lamento a Sportv, por ter perdido um VERDADEIRO jornalista.
    Boa sorte e já favoritei aqui.Arraaasaaa!!!

  • Velho… se está certo o que o Flavio Gomes escreveu sobre a sua saída do SporTV, então agora vou acompanhar o seu blog mais do que nunca :)

    Boa sorte na nova empreitada, e conte sempre com a “sua brother” aqui pro que precisar!

      • Todos os que leram aquilo concordam que não há o menor sentido no que fizeram com você. Querer impedir um jornalista de compartilhar uma informação útil num momento prudente é o cúmulo da palhaçada.

        Mas isso não vai te derrubar, pelo contrário, tem é que te reerguer, e a gente vai ajudar com tudo o que puder.

      • Débora, pode alguém ser mandado embora e não chorar? Pode alguém se sentir aliviado por isso? É como eu me sinto, agora.

      • Não, não tem como. Passei por algo parecido ano passado, claro que não na mesma proporção, mas a sensação ruim que fica é a mesma, uma coisa horrível, vontade constante de cavar um buraco e se jogar nele, um nó na garganta que parece que não se desfaz por nada no mundo. Sentir isso, ainda mais no seu caso, de pura injustiça, é NORMAL e não precisa ser evitado.

        Mas você tá aí, de casa nova, como disse no título, fazendo o possível no momento. Tudo é muito recente ainda, é aquela parte chata em que a gente tem que deixar a poeira baixar um pouco. Mas só um pouco. E tu é forte, pô. Tu é melhor que a maioria “deles” e tenho fé que vai provar isso logo logo. Fica bem!

    • Oi acompanho o a mil por hora a muito tempo, mas estive fora do país em outubro, agora procurei a tal matéria do Flávio e não encontrei, sei os motivos mas gostaria de ver a matéria alguem ai tem?

  • Rodrigo,

    Boa jornada ao blog e um ótimo recomeço seja no veículo que for.

    Há males que vem pra bem – batida e clichê essa frase – mas só mostra o ridículo que é a maneira como tratam as informações na tela do plim, plim. Que a próxima fase seja (e será) maior do que a mediocridade dos seres que fizeram essa burrada.

    Abs!!!

    Mauro Andres – São Paulo – SP

  • Grande Rodrigo!
    Era um telespectador seu na antiga casa e aGora serei seu leitor no blog.
    Estou em Nova York de ferias, não passa nada sobre F1 aqui e não tenho nenhum site para acompanhar ao vivo no meu iPad….
    Soube dos acontecimentos pelo Flavio Gomes. Lamentável só posso dizer…
    Um grande abraço e sucessos nas próximas jornadas…
    Marcelo

  • Fiquei sabendo da razão da demissão, e quero dizer que é um ABSURDO. Demitiram o único blogueiro independente de automobilismo da globo.com. Acompanho o blog há um ano e meio mais ou menos e posso atestar que nunca foi protegida uma atuação péssima qualquer piloto. A demora na divlgação da decisão de que a F1 seria transmitida em tv fechada foi irritante, mesmo com todo mundo sabendo o que ia acontecer. Nunca fui fã do grupo Globo, acho que falta transparência e flexibilidade ao maior grupo midiático do país. No que tange ao automobilismo, as transmissões têm sido muito ruins, e a opinião de uma pessoa se sobrepõe aos fatos. Mas enfim… tens todo o meu apoio Mattar, as organizações Globo perdem mais um profissional independente.

  • Bem. Primeira vez que entro em seu blog. li algumas notícias do seu blog e gostei muito. Torço para que sua nova empreitada seja vitoriosa. Sucesso e precisamos de pessoas que dedicam amor ao automobilismo aqui no Brasil para que este esporte que tanto ami não seja esquecido. Obrigado e sucesso.

  • Rodrigo. Boa sorte na sua nova jornada. Continuarei aqui me mantendo muito bem informado no seu Blog, agora com muito mais liberdade para dizer aquilo que deve ser dito.

  • Você é um homem abençoado Rodrigo. Há males que realmente vem para o bem. Você se livrou de um fardo. Sempre acompanhei seu blog e quem acompanha sabe que o teu sangue é inflamável como o nosso e cheira um pouco à gasolina. A nefastidão do antigo veículo utilizado não condiz de forma alguma com a seu legítimo amor e caráter imaculado no trato automobilístico.

    Nossos melhores desejos estão contigo!

    Abs

  • Bom dia, Rodrigo.

    Acompanho seu trabalho há um bom tempo. Fiquei muito chateado com a história da sua demissão das Organizações Globo. Mas, como diz a sabedoria popular, “se Deus fecha uma porta, Ele abre uma janela escancarada para novos desafios, uma nova vida.” Com certeza, você encontrará uma casa digna para exercer seu enorme talento. A mediocridade nunca poderá vencer a inteligência.

    Um grande abraço, fique com Deus e muito sucesso pra ti!

    Alessandro

  • parabéns pelo blog e parabéns pelo seu caráter e competência no que faz… pena que tudo isso não vale nada quando o assunto é o caráter de quem comanda certo conglomerado jornalístico… boa sorte e estaremos sempre contigo.

  • Sua demissão da Globo seria forte candidata ao 1º posto em um hipotético “Top Five” de decisões absurdas dos nossos conglomerados de mídia.

    Te desejo toda a sorte do mundo na nova empreitada. Mais cedo ou mais tarde, vais encontrar uma nova casa pra desempenhar seu trabalho.

    Um forte abraço!

  • Rodrigo,
    Escrevo para me solidarizar com você. Quando li no blog do Flávio Gomes sobre o ocorrido achei que era brincadeira. Mas era sério. Fiquei profundamente indignado com o grau de canalhice e mau-caratismo desta gente. Eles não merecem que um profissional do seu nível trabalhe lá. De jeito nenhum. Uma coisa é ser demitido, por exemplo, por rusgas com alguém supostamente importante, como o quiproquó entre o Ricardo Maurício Prado e o Galvão Bueno, causado por uma reação histérica deste último por uma brincadeira do primeiro. Galvão é o maior mala da imprensa esportiva brasileira, todos sabem disto, mas é também o queridinho-mor da Globo. RMP teve de sair. Outra, completamente diferente, foi o que fizerem com você. Inacreditável. Ser demitido é péssimo. Já passei por isto, mas passa. Aliás, tudo passa nesta vida. Bola para frente, pense positivo, e, com certeza, virão coisas muito boas na sua carreira.
    Grande abraço

  • Todo sucesso para você Rodrigo. Competência você tem de sobra e conhecimento como poucos de esporte a motor. Como o antigo blog, esse novo já está com link salvo nos meus favoritos, sempre com posts interessantes e que demonstram todo seu conhecimento.
    Um grande abraço.

  • Rodrigo, um dia, no longínquo 1989, também fui demitido da TV GLOBO por não concordar com a forma como seria feita a cobertura das eleições daquele ano (aquella que ellegeu aquelle, llembra?). Isso depois de oito anos de casa. Pois é, meu caro, tenho a lhe dizer que foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida! Na hora e nos dias seguintes, fiquei com um gosto muito amargo na boca, mas o fato é que, dali em diante, tudo deu certo para mim, busquei e encontrei caminhos novos, tive uma progressão profissional que nem eu mesmo imaginava.
    O que melhor posso desejar para você é que seus caminhos, da mesma forma que os meus, se abram e você continue a ser o brilhante profissional que é, com gasolina na veia e amor ao que faz, pois isso é que impulsiona prá frente, sempre. Boa sorte!

  • Caro Rodrigo, obrigado por não desistir daquilo que é paixão de muitos, ma infelizmente para poucos, caras como você ( ou o Senhor, não sei como prefere hehehe) fazem com que todos nós apaixonados afundemos (no bom sentido) ainda mais neste mundo indescritivel que é o automobilismo, sempre que leio uma noticia a respeito de algo sobre automobilismo em um outro site qualquer, sempre procurei seu blog para garantir a VERACIDADE dos fatos.

    Manda vê cara, tu merece!!!!

    PS. só não fala mal do Rubens ok? shauhsuhuashusahusahusa

  • Meu amigo Rodrigo,como você,sou carioca,morador de Ramos e apaixonado por AUTOMOBILISMO.Parabéns pela coragem pela mudança.Tenho você como idolo por estar perto de um esporte que Eu amo e sonho um dia estar tão perto como você.Nós capota mas num breca…derrapou,corrige traseira, da motor e vamos embora rumo a bandeirada.Tamojunto…Grande Abraço.

  • Rodrigo,
    não dá pra acreditar que não vou trabalhar contigo essa semana, depois de tantos anos, vendo você brilhar fazendo seus programas!
    Mas queria dizer que tenho muito orgulho de conhecer um GRANDE profissional como você! Quem sai perdendo são eles, tenha a certeza. Te desejo todo o sucesso do mundo! Teu blog é o máximo! “Tamo junto”… Um forte abraço!

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames