Muitos carros para as 12h de Bathurst

M

2012_Divers_Affiche_Bathurst12RIO DE JANEIRO – A corrida está ainda distante, é verdade. Mas o clima das 12 Horas de Bathurst começa a esquentar já em dezembro. O evento, válido pelo certame 24H Series, do qual fazem parte também as corridas disputadas em Dubai (esta é a primeira do ano, nos dias 11 e 12 de janeiro), Hungaroring e Barcelona, já tem uma ótima lista de inscritos para o próximo ano.

Se neste ano, o circuito Mount Panorama recebeu apenas 25 carros na largada na corrida ganha pelo Audi R8 LMS da Phoenix Racing, que volta no próximo ano para defender seu título, a previsão é de que nada menos que 54 autos participem das 12 Horas em 2013 – o que não deixa de ser um salto quantitativo e provavelmente qualitativo.

A classe A, com dezoito inscrições, é para todos os modelos GT3 (Aston Martin, Audi, BMW, Corvette, Dodge Viper, Ferrari, Ford GT, Jaguar, Lamborghini, McLaren, Mosler, Nissan e Porsche) homologados entre 2010 e 2012 e com restrições de acordo com o Balance of Performance do Blancpain Endurance Series para diversos modelos, sendo que outros são diferenciados no peso, no restritor de ar e na rotação máxima do motor, caso do Mosler MT900R – e inclusive há um na lista oficial de inscritos.

Na classe B das 12 Horas de Bathurst, também participam outros modelos GT3 de fabricação mais antiga e os carros enquadrados nas categorias monomarca – Porsche Cup e Ferrari Challenge, por exemplo. São 10 carros inscritos para a corrida do ano que vem – nove Porsches e um Lamborghini LP520.

Os GT4 são os carros que particpam da classe C, todos enquadrados dentro do regulamento do Royal Automobile Club de Belgique (RACB), que criou esta subclasse de Grã-Turismo, aliás. Mas só quatro bólidos fazem parte desta subdivisão na corrida australiana. A classe D, com veículos de produção de alta performance – BMW, Ford, Holden, Mitsubishi, Nissan e Subaru – tem um pouquinho mais de participantes, cinco no total. A divisão E, para modelos de produção em série com menor cilindrada, também estará presente, com três carros.

E, por fim, temos também as divisões I1 e I2, as Invitational Class, que aceitam qualquer modelo a gasolina que esteja enquadrado no regulamento técnico das 24 Horas de Dubai. Há ainda a divisão I3, para modelos com motores a diesel, mas as 12 Horas de Bathurst não têm por enquanto nenhum carro inscrito, quer seja da BMW, SEAT ou Volkswagen.

Confira aqui a lista das equipes e os carros inscritos para as 12h de Bathurst

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

4 Comentários

  • Toda vez que vejo alguma coisa sobre essa corrida e sobre as 24 Horas de Dubai penso porque nossas Mil Milhas é que não ocupam esse mercado.

    Temos tudo: Um autódromo perfeito para esse tipo de competição, uma data perfeita no offseason (25/01), uma cidade com muitos compradores em potencial dos carros da GT3, várias equipes competindo ativamente com carros dessa categoria, protótipos pequenos para quebrar a monotonia e muitos pilotos que correm lá fora e poderiam muito bem acelerar nessa prova.

    Mas… Nem acontecer a corrida acontece!

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames