MENU

7 de dezembro de 2012 - 10:16Automobilismo Nacional

Pole a 185 km/h

MRX28duduRIO DE JANEIRO – Com largada à meia-noite deste sábado, acontece no Autódromo de Tarumã a 32ª edição das 12 Horas, uma das mais tradicionais corridas de Endurance do país, tanto quanto a recém-disputada 500 Milhas de Londrina e as Mil Milhas, que não se realizam há quatro anos. Ontem foram disputados os treinos classificatórios e o grid tem na pole position um dos protótipos MRX construídos pela Metal Moro de Ademar Moro.

O carro #28 conduzido por Juliano Moro na qualificação voou baixo pelos 3,016 km do circuito gaúcho. Fez sua melhor volta em 58″878, média de 185,814 km/h – mais de um segundo e oito décimos melhor que o MXR #10 que ficou com a segunda marca do treino oficial. O tempo de Moro é o novo recorde de Tarumã para carros de Endurance.

Durante a corrida, ele terá a companhia do veterano Paulinho Hoerlle e dos irmãos Christian e Matheus Castro na corrida, que merecidamente foi batizada como “Prova Luiz Alberto Castro”, homenageando o recém-falecido Castrinho, que perdeu sua vida num acidente rodoviário.

A Copa Classic, onde correm algumas das joias do automobilismo gaúcho que lembram os tempos de outrora, faz também no sábado sua última corrida da temporada 2012, que será chamada de “Prova Ronaldo Nique” – outra baita homenagem a um sujeito que muito contribuiu para o esporte no Rio Grande do Sul e depois de ser um ótimo motociclista e um excelente piloto do Regional de Marcas, tornou-se um “Chevetteiro” de mão cheia na própria Copa Classic.

Para as 12 Horas de Tarumã, havia quase 40 carros numa lista provisória de inscritos, mas ontem só trinta deles marcaram tempo.

Os melhores tempos por categoria:

Categoria I – MRX #28, 58″878
Categoria II – não houve
Categoria III – Spyder #7, 1’11″758
Categoria IV – Ferrari F430 #18, 1’07″877
Categoria V – Logus #51, 1’14″812

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *