MENU

4 de janeiro de 2013 - 20:07Grand-Am

Campeões de 2012 em Daytona apresentam armas

3838820130104233137RIO DE JANEIRO – Campeã de 2012 nas 24 Horas de Daytona, a equipe Mike Shank Racing apresentou armas na segunda sessão de treinos que encerrou o primeiro dia de testes de pré-temporada da Rolex Sports Car Series na Flórida. O carro #60, basicamente o mesmo Ford Riley do ano passado, terminou com o melhor tempo, cravado por AJ Allmendinger.

Com a pista em condições bem melhores em relação ao primeiro treino, onde choveu e o asfalto não secou suficientemente, os tempos baixaram bastante e, na melhor das 55 voltas percorridas pelo Ford Riley, Allmendinger cravou 1’42″918, média horária de 200,372 km/h. O segundo melhor tempo foi do mexicano Memo Rojas, no BMW Riley #01 da equipe Chip Ganassi, a meros 0″045 da marca de Allmendinger. A terceira posição foi do outro carro do time, o #02 de Dario Franchitti, igualmente a menos de um décimo do melhor tempo.

Entre os carros guiados por brasileiros, o #5 da Action Express Racing partilhado por Nelsinho Piquet, Christian Fittipaldi e Felipe Nasr completou um total de 42 voltas, a mais rápida delas em 1’44″736. Embora esteja inscrito nos dois carros do Team Sahlen, Bruno Junqueira só andou no #43 e ficou com a 17ª posição geral e da divisão, em 1’47″300. O novo BMW Riley do antigo time da classe GT deu 32 voltas no total.

Na divisão dos Grã-Turismo, a equipe campeã da prova ano passado também ditou o ritmo. O Porsche #44, com Andy Lally a bordo, registrou a marca de 1’49″322, apenas dez milésimos abaixo do #23 da Alex Job Racing, guiado por Marco Holzer, piloto oficial da marca germânica. Com outro factory driver a bordo, no caso o britânico Nick Tandy, o Porsche #32 da Konrad Motorsport/Orbit ficou em 3º no grupo, a três décimos de Lally.

A participação do quarteto brasileiro da Ferrari #64 da Scuderia Corsa/Via Itália foi bem positiva. Raphael Matos já conhece a pista, mas os seus companheiros não. E o dia foi bom para ganhar quilometragem. O quarteto completou 44 voltas no segundo treino e fez o 14º tempo em 1’50″981. A Dener Motorsport ligou seus dois Porsches pela primeira vez e concentrou o treino no carro #21, enquanto o #20 deu uma volta apenas, com Ricardo Maurício. O carro inscrito para Ricardinho, Nonô Figueiredo, Tony Kanaan e Rubens Barrichello acabou o dia em 42º, vigésimo-quinto na classe, em 1’52″715.

Na divisão GX, o melhor tempo foi do Porsche Cayman #16 da Napleton Racing, com Dr. Jim Norman marcando 1’57″466, mais de um segundo abaixo do carro gêmeo inscrito pela BGB Motorsports. Nenhum dos três Mazda 6 GX inscritos andou no segundo treino e o Lotus Évora da McMahon tampouco entrou na pista.

Neste sábado, haverá quatro sessões de treinos livres, incluindo uma atividade noturna. Vamos ver se finalmente Rubens Barrichello ou Tony Kanaan aparecem na pista para dar as primeiras voltas a bordo do novo “brinquedo” dos dois.

O resultado do 2º treino livre está aqui

Compartilhar

2 comentários

  1. Carlos Castrale disse:

    Ainda ontem postei aqui no seu blog Rodrigão, que o Marco Holzer na Porsche #23 da Alex Job é fera e vc ainda confirmou depois meu comentario dizendo, é ferissima………..e tinha um video da tocada dele no #23 no amanhecer da 24 hs de 2012……….Pois bem, mal secou hj e enfiaram 49.332 contra 49 322 da Porschona 44 da Magnus. Um parabéns especial ao unico Viper, preparado pelo meu amigo Buddy Hendricks, que hoje virou um excelente P8 na divisão GT também com 50.422 com o veteranissimo Toni Ave, que corre de Corvette na Trans Am Championship.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *