MENU

4 de janeiro de 2013 - 21:41Túnel do Tempo, Vídeos

Direto do túnel do tempo (26)

tumblr_m81gnyFpmQ1rx33q7o1_500RIO DE JANEIRO - O italiano Luca Badoer, hoje com 41 anos, talvez tenha sido o piloto que mais participou de Grandes Prêmios de Fórmula 1 sem ter pontuado em nenhuma oportunidade. Foram 51 aparições na categoria máxima, de forma errática, entre 1993 e 2009, quando finalmente pendurou o capacete.

Muitos não devem se lembrar, mas o pequeno piloto esteve muito próximo de marcar os seus primeiros pontos numa corrida memorável dele e da Minardi. Foi o GP da Europa de 1999, disputado em Nürburgring, num chove-para-chove-para que enlouqueceu público, equipes e quem transmitia a corrida na ocasião.

Badoer começou tímido naquela oportunidade. Largou em décimo-nono, pulou para décimo-sétimo e não saiu daquela meiúca até a 22ª volta, quando subitamente apareceu entre os 10 primeiros. Ele entrou na zona de pontuação na passagem de número 44, chegou ao quinto posto na volta 49 e, pasmem, duas voltas depois era o quarto. Um resultado de sonho para ele e para a pequena e guerreira equipe gerenciada com grande paixão por Giancarlo Minardi.

Mas… por um desses perversos acasos do destino, o bólido pintado de azul e prata parou à margem da pista alemã de Nürburgring na 54ª volta – faltavam doze, apenas, para o final. Badoer caminhava para um resultado histórico, só que a transmissão do Minardi M01 com motor Cosworth foi para o espaço.

A imagem mostrada para o mundo inteiro no vídeo acima, com Badoer chorando debruçado no carro parado foi comovente, de cortar o coração. E mesmo com o revés de um de seus pilotos, a Minardi ainda teria motivos para comemorar, com a 6ª posição obtida por Marc Gené, um resultado que seria inclusive fundamental para os rumos daquele campeonato, pois ao chegar na frente de Eddie Irvine, o espanhol evitou que o irlandês abrisse vantagem para Mika Häkkinen, que levaria o bicampeonato na oportunidade.

Há 14 anos, direto do túnel do tempo.

4 comentários

  1. Tio Ge disse:

    Esse dia, confesso, fiquei com o coração partido! Uma das cenas mais tocantes que eu já vi em corridas, e acho difícil alguém de bom senso não se emocionar com ela.

  2. Nino Rainier disse:

    Realmente é de dar pena do cara. E como era muito melhor o circuito de Nurburgring nas primeiras curvas. Não essa porcaria que é hoje.

  3. moises simoes disse:

    De memória, foi esse onde o Herbert ganhou e RB chegou em terceiro com o Fordão do Stewart. Mas o vídeo acima foi o “melhor” momento da corrida. Memorável!
    Estou esfregando a mãos para a séria pequenas saudosas com a Minardi.

    Abr

  4. Ronaldo disse:

    Nino, o circuito de nurburgring era exatamente o mesmo de hoje naquela temporada. Foi reformado em 1983, por um jovem e promissor arquiteto envolvido no projeto; um prêmio pra quem acertar o nome dele. E Rodrigão, essa marca é oficial, e foi alcançada justamente nesta etapa, sua 48th na categoria. Ao todo são 58 participações, com 50 largadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>