MENU

11 de janeiro de 2013 - 12:4524 Horas de Le Mans, Instantâneos, Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (28)

394808_10151652296724782_2116017153_nRIO DE JANEIRO – O carro da foto acima é um modelo Matra 640, que foi preparado pela marca francesa nos anos 60 para derrotar Ferrari e Porsche nas 24 Horas de Le Mans – coisa que, aliás, só viria a acontecer em 1972. O projeto aerodinâmico era do engenheiro Robert Choulet, que aproveitou o chassi do modelo MS650 e o motor V-12 de 3 litros para a concepção do bólido.

Foi a bordo do 640 que Henri Pescarolo, o grande Pesca, sofreu um acidente que o marcou para o resto da vida. O piloto, já figura de proa da Equipe Matra, entrou no carro em Sarthe no dia 16 de abril de 1969 para os ensaios e, contrariando as orientações de Choulet, que pretendia conhecer o comportamento do carro em velocidades gradativas, Pescarolo pisou fundo desde o início.

69lmTest32w Matra MS640Resultado: na reta Mulsanne, que os franceses chamavam de Les Hunaudières, o Matra alçou voo a mais de 200 km/h e se despedaçando com o acidente. Pescarolo foi atirado para fora da Matra com sérias escoriações, queimaduras no rosto (que o fizeram deixar a barba crescer para sempre) e duas costelas quebradas. Foi por milagre que o piloto francês conseguiu sobreviver a este desastre e em 1970 lá estava ele ao volante da Matra MS120 de Fórmula 1, disputando o Mundial da categoria máxima.

Há 44 anos, direto do túnel do tempo.

1 comentário

  1. Nagano disse:

    Bons tempos para Henri Pescarolo em seu tempo de piloto hein!?

    É uma pena que sua equipe está em um momento de mal pra pior…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *