MENU

20 de fevereiro de 2013 - 14:08Mundial de Endurance

Aston Martin faz primeiros treinos em Portugal

554051_488163377906788_62057547_n

RIO DE JANEIRO – Encerrou-se nesta segunda-feira a primeira bateria de treinos da Aston Martin Racing como preparação para a temporada 2013 do World Endurance Championship (WEC). Foram dois dias de atividades no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, onde o brasileiro Bruno Senna, novo contratado da marca, teve o seu primeiro contato com o novo “brinquedo”.

E a impressão que Bruno deixou em seus companheiros de equipe foi a melhor possível. O britânico Darren Turner, que foi quem indicou Senna à escuderia, não economizou nos elogios.

“Foi um tremendo batismo de fogo para ele porque, ao andar pela primeira vez num carro de Grã-Turismo, era noite e chovia. Mas ele fez um trabalho fantástico. Fiquei impressionado como ele se adaptou rapidamente ao carro”, disse o titular do Aston #97.

548759_488163294573463_1191600167_n

Bruno ficou satisfeito com os testes e já pôde sentir as principais diferenças na ‘tocada’ entre um monoposto da Fórmula 1 e o modelo LMGTE-PRO da Aston Martin, muito mais pesado mas tão potente quanto os carros que guiava até a temporada passada.

58403_488163361240123_567315213_n

“É necessário frear mais cedo e eu fui muito cuidadoso, especialmente com a pista molhada. No geral, foram dias muito proveitosos para nós. Agora, vamos trabalhar em Road Atlanta, para mais uma sessão de testes”, afiançou o brasileiro.

Nos treinos de Road Atlanta, que vão acontecer antes da viagem para Sebring, onde será realizada a 61ª edição da clássica prova de 12 Horas, a Aston Martin terá o concurso de Dane Cameron, que conhece bem a pista, para ajudar no desenvolvimento do carro.

Entenda as mudanças do Aston Martin Vantage para 2013

Apesar da aparência ser a mesma do carro do ano passado, o Aston Martin Vantage spec 2013 que será usado na LMGTE-PRO no WEC e também nas 12 Horas de Sebring tem várias mudanças em relação ao bólido apresentado no ano passado.

Cabe informar, também, que o Vantage foi o modelo de Grã-Turismo que mais evoluiu ao longo do ano. Basta comparar a diferença de tempos entre ele e os melhores da classe em Sebring com o que aconteceu em Xangai, na última corrida do WEC, onde o #97 foi dominante e venceu. Houve muito trabalho em 2012 e mais novidades foram implementadas para 2013. Veja na foto abaixo quais são.

Vantage_explainer3

Vamos lá, então.

Traduzindo em linhas gerais o que isso significa: o novo Vantage tem um centro de gravidade mais baixo para melhorar o comportamento do carro nas curvas; a suspensão traseira foi redesenhada e o chassi está mais ‘duro’, para melhorar a dirigibilidade; a transmissão do carro foi redesenhada para reduzir a inércia e melhorar as mudanças de marcha; e, por fim, o carro passa a ser dotado de exaustores no lado externo para tornar a temperatura menos desagradável para o piloto no cockpit.

Mudanças sutis que podem influenciar no desempenho de um carro. A Aston Martin parece seguir um rumo positivo. E a luta pelo título entre Porsche, Ferrari e o construtor britânico promete muito neste ano!

Compartilhar

3 comentários

  1. Tio, boa tarde!

    Vale falar tambem dos tais “new engine maps for conserve fuel”, que, trocando em miudos, seria que os ajustes eletronicos (também chamado calibração) do motor foram reestudados para melhorar a economia de combustível do veículo. Afinal, sabemos bem que em uma prova de endurance, não adianta só ser rapido, pois uma parada a menos de combustível em 6, 12 ou 24 horas, pode ajudar e muito em qualquer estratégia.

    Abraços!

  2. Luciano Barcelos disse:

    A julgar pelos exaustivos testes, o Vantage é sério candidato a vitória já agora em Sebring!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *