MENU

1 de fevereiro de 2013 - 10:12Fórmula 1, Lançamentos

“La bella” F138: a nova Ferrari

RIO DE JANEIRO – “Carro bonito é aquele que vence corridas.” A antiga máxima do Commendatore Enzo Ferrari servia para justificar o porquê de, com alguns ‘trambolhos’, o construtor italiano ganhar corridas e títulos nos anos 70. Hoje, sem o capo di tutti capi, a máxima pode soar ultrapassada e batida. Mas cabe lembrá-la.

3862720130201104534

Hoje, a Ferrari lançou oficialmente o 59º carro construído por ela na Fórmula 1 em 64 temporadas. A nova F138 se destaca em relação ao modelo do ano passado por uma mudança substancial no visual do bólido. O novo projeto traz um carro mais elegante e mais arrojado que o seu antecessor. A exemplo de McLaren e Force India, os italianos abriram mão do degrau no bico dianteiro. Ponto para a Ferrari.

Como o objetivo claro para 2013 é bater a Red Bull e, logicamente, dar um título a seus pilotos, a Ferrari quer ser competitiva de saída, já na Austrália, e não contar apenas com eventos circunstanciais como o que aconteceu no início do ano passado para fazer Alonso liderar o campeonato. O projeto da F138 mantém as suspensões pull rod na dianteira, que melhoram o arrasto e são mais eficientes na chuva. Um sistema que, inclusive, foi copiado pela McLaren.

A equipe se concentrou em melhorar os pontos fracos do ano passado, eliminá-los e manter um elevado grau de competitividade ao longo de 2013. Os primeiros testes da nova F138 serão conduzidos por Felipe Massa e pelo ‘novo’ test driver Pedro de la Rosa, 42 anos recém-completados. Ausente destas atividades, Fernando Alonso minimizou o fato.

“Temos uma grande equipe”, afirmou.

Sim, leitores, a Ferrari é grande. Resta saber o quanto, neste campeonato. E isso, só o tempo nos mostrará.

Compartilhar

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *