MENU

5 de fevereiro de 2013 - 11:37Fórmula 1, Lançamentos

MR02: o primeiro saído 100% de túnel de vento

RIO DE JANEIRO - Nada de Computational Fluid Dynamics (CFD) para o desenvolvimento deste carro, uma vez que a parceria com a Wirth Research chegou ao fim: a Marussia não quis saber de invencionices e, para que o novo bólido chegasse à pista em condições de poder ser melhor desenvolvido, trabalhou no projeto usando o túnel de vento da McLaren.

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

Assim, nasceu o MR02, o primeiro carro do time saído 100% neste formato e também o primeiro do time com KERS. Até o ano passado, a Marussia não tinha condições de investir e/ou comprar um sistema de recuperação de energia. Mesmo assim, a equipe lutou pelo 10º lugar no Mundial de Construtores até o fim. Acabou em décimo-primeiro e sem direito a uma fatia menor do bolo da receita da categoria para as equipes.

Este será também o último carro da equipe com motor Cosworth. O construtor independente de motores não deve seguir na categoria em 2014, quando o regulamento sofre uma mudança radical e chegam à pista os propulsores turbocomprimidos de 1,6 litro de capacidade cúbica.

Na apresentação de hoje, feita na pista de Jerez de la Frontera, a Marussia seguiu o mesmo caminho da Force India: só apresentou um único piloto, o britânico Max Chilton. O substituto de Timo Glock será o brasileiro Luiz Razia, embora ninguém da imprensa internacional esteja ‘comprando’ a ideia. A situação está resolvida por aqueles lados, bem ao oposto do que acontece na FI, onde a disputa pela segunda vaga virou um autêntico leilão: quem der mais, leva.

1 comentário

  1. Renzo Ruschioni disse:

    Pintura bonita….
    Mas é uma merdussia de carro……

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>