MENU

13 de março de 2013 - 11:08American Le Mans Series

12 Horas de Sebring 2013 – Quem é quem, classe LMGT

RIO DE JANEIRO – A mais disputada, a mais animada, a mais numerosa das categorias da American Le Mans Series está no “Quem é quem” das 12 Horas de Sebring. Refiro-me à divisão LMGT que, mesmo desfalcada da Extreme Speed Motorsports, que mudou-se para os protótipos – e ajudou a ter campeonato naquela divisão – promete bastante. Doze carros largam na abertura do campeonato, que ainda pode ter no segundo semestre a TRG com um Aston Martin Vantage e a partir de Long Beach, um terceiro Porsche, nas cores da CORE Autosport.

Vamos ver quem são equipes e pilotos desta classe na Flórida.

Corvette Racing
Sede: New Hudson, Michigan
Proprietários: Gary Pratt e James Miller
Chefe de equipe: Doug Fehan
Carro: Chevrolet Corvette C6-R
Motor: Chevrolet Small Block V8 5,5 litros
Pneus: Michelin
Pilotos: Jan Magnussen/Antonio Garcia/Jordan Taylor (#3); Oliver Gavin/Tommy Milner/Richard Westbrook (#4)

Corvette Racing-3

A equipe e a marca mais vitoriosa da American Le Mans Series se despedem da categoria e do modelo C6-R em 2013. No ano que vem, quando vier o futuro certame ALMS + Grand-Am, ainda sem nome anunciado (será amanhã), a Corvette deve ter na pista o novo C7-R. Enquanto isto não acontece, o time promete uma despedida digna e vitoriosa do seu ‘cavalo de batalha’. Campeã ano passado entre os construtores e pilotos, com Oliver Gavin e Tommy Milner, a equipe de Gary Pratt e James Miller não mexeu absolutamente nada entre seus pilotos. E por que haveria de mexer, se a fórmula deu certo? Certamente figuram entre os principais favoritos nesta edição das 12 Horas de Sebring na classe LMGT.

Team Falken Tire
Sede: Fontana, Califórnia
Proprietário: Falken Tire Corporation
Chefe de equipe: Derrick Walker
Carro: Porsche 911 (997) GT3 RSR
Motor: Porsche Flat-6 4 litros
Pneus: Falken
Pilotos: Bryan Sellers/Wolf Henzler/Nick Tandy (#17)

Porsche Falken-17

Mesmo com o fim do apoio direto da Porsche às equipes estadunidenses, o Team Falken Tire não mexeu um milímetro no seu planejamento: continua fiel ao modelo germânico e alinha, mesmo que defasado, o 911 (997) GT3 RSR para a temporada 2013. A equipe gerenciada por Derrick Walker e que corre com o fabricante australiano de pneus ainda é capaz de surpreender – especialmente em pistas mais difíceis ou sem aderência. Em Sebring, não terão tanta chance, mesmo com um bom trio de pilotos, formado pelos titulares Bryan Sellers e Wolf Henzler, aos quais se junta o ótimo britânico Nick Tandy, de 28 anos, um dos mais novos integrantes do time oficial de pilotos da Porsche.

Team West/AJR Boardwalk Ferrari
Sede: Tavares, Flórida
Proprietários: Eduardo Espindola, Alex e Holly Job
Chefe de equipe: Alex Job
Carro: Ferrari F458 Italia
Motor: Ferrari F142 V8 4,5 litros
Pneus: Yokohama
Pilotos: Townsend Bell/Bill Sweedler/Leh Keen (#23)

Ferrari AJR Boardwalk-23

Uma das grandes novidades da LMGT para 2013 é a associação do Team West, do mexicano Eduardo Espíndola com a Alex Job Racing, que deixou de lado o desenvolvimento do Lotus Évora GTE – pois faltou apoio da marca hoje controlada por um grupo malaio – para investir na compra de uma Ferrari F458 e justificar aos patrocinadores a presença do time neste ano. O carro, que será ‘calçado’ com pneus Yokohama, será conduzido pelos mesmos recrutas do ano passado, Townsend Bell e Bill Sweedler, acompanhados do veloz Leh Keen. Se o casamento entre carro e pneus der certo, podem surpreender ao longo do ano. Com certeza a Ferrari é superior ao Évora no quesito confiabilidade. Já é um começo…

Paul Miller Racing
Sede: Buford, Geórgia
Proprietário: Paul Miller
Chefe de equipe: Mitchell Simmons
Carro: Porsche 911 (997) GT3 RSR
Motor: Porsche Flat-6 4 litros
Pneus: Michelin
Pilotos: Bryce Miller/Marco Holzer/Richard Lietz (#48)

Porsche Paul Miller-48

Ainda em busca de afirmação na American Le Mans Series, a Paul Miller Racing também segue com o modelo Porsche 911 (997) GT3 RSR nesta temporada, usando novos pneus. Com a debandada da Dunlop dos EUA, o time conseguiu uma cota com a Michelin. Sem conseguir deslanchar, a equipe do carro #48 vai para Sebring com Bryce Miller tendo a companhia do veloz Marco Holzer, que ano passado estava na Flying Lizard, além do excelente piloto austríaco Richard Lietz, emprestado especialmente para as 12 Horas de Sebring por deferência direta da Porsche.

BMW Team RLL
Sede: Hilliard, Ohio
Proprietários: Bobby Rahal, David Letterman e Mike Lanigan
Chefe de equipe: Ricardo Nault
Carro: BMW Z4 GTE
Motor: BMW V8 4,4 litros
Pneus: Michelin
Pilotos: Bill Auberlen/Maxime Martin/Jörg Müller (#55); Joey Hand/Dirk Müller/John Edwards (#56)

BMW RLL-56

Outra ótima novidade para 2013 é a permanência da BMW com seu programa de Grã-Turismo nos EUA, ainda associada ao time de Bobby Rahal, Mike Lanigan e David Letterman. E com um novo carro, também: entra em cena a versão GTE da BMW Z4, sucedendo o modelo M3, que já tinha superado o auge do seu desenvolvimento e não tinha mais condições de manter a escuderia no mesmo patamar de antes. Ainda é cedo para fazer qualquer previsão sobre o desempenho do novo carro, mas a equipe é competente, os alemães trabalham sério e os pilotos, com o reforço do belga Maxime Martin, são praticamente os mesmos. Caso a Corvette e a Risi venham a dar bobeira e o Z4 GTE mostrar constância na corrida… sei não viu…

Risi Competizione
Sede: Houston, Texas
Proprietário: Giuseppe Risi
Chefe de equipe: Chris Riggs
Carro: Ferrari F458 Italia
Motor: Ferrari F142 V8 4,5 litros
Pneus: Michelin
Pilotos: Olivier Beretta/Matteo Malucelli/Gianmaria Bruni (#62)

Ferrari Risi-62

Os vermelhos de Houston estão de volta! Num ano de novidades e boas notícias, o regresso da Risi Competizione é um alento para a ALMS e para o futuro certame que advirá da fusão deste campeonato com a Grand-Am no ano que vem. A equipe encara este ano como um preparo para 2014, mas garanto uma coisa: não vieram para perder. Quem acompanhava as corridas da ALMS no tempo em que Jaime Melo guiou para esta equipe, sabe bem ao que me refiro.

Enfim… embora tenha perdido alguns elementos importantes na estrutura do time, Giuseppe Risi refez a escuderia após um ano sabático e trouxe para as 12 Horas de Sebring seus novos contratados – o experiente Olivier Beretta e o italiano Matteo Malucelli, que têm a companhia do veloz Gianmaria Bruni na corrida do próximo sábado. A Risi, repito, não vem para perder.

SRT Motorsports
Sede: Mooresville, Carolina do Norte
Proprietário: Bill Riley
Chefe de equipe: Frank Rescinti
Carro: SRT Viper GTS-R
Motor: Viper V10 8,4 litros
Pneus: Michelin
Pilotos: Ryan Dalziel/Dominik Farnbacher/Marc Goossens (#91); Kuno Wittmer/Jonathan Bomarito/Tommy Kendall (#93)

SRT Viper-91

Os monstruosos SRT Viper com seus motores V10 que deslocam 8,4 litros de capacidade cúbica vão encarar seu primeiro ano completo na ALMS após uma segunda metade de temporada em 2012 repleta de desafios, alguns resultados razoáveis e muita quilometragem. Mais bem preparada, a equipe comandada por Bill Riley e Frank Rescinti ganhou até convite para a edição 81 das 24 Horas de Le Mans! E enquanto não vão para Sarthe, encaram as 12 Horas de Sebring com empenho e entusiasmo. O time está bem servido de pilotos: no #91, os titulares efetivos Dominik Farnbacher e Marc Goossens terão a colaboração inestimável do escocês Ryan Dalziel. E no #93, os promissores Jonathan Bomarito e Kuno Wittmer vão andar ao lado do experiente Tommy Kendall.

Aston Martin Racing
Sede: Banbury, Oxfordshire (Grã-Bretanha)
Proprietário: David Richards
Chefe de equipe: George Howard-Chappell
Carro: Aston Martin Vantage GTE
Motor: Aston Martin V8 4 litros
Pneus: Michelin
Pilotos: Darren Turner/Stefan Mücke/Bruno Senna (#97); Pedro Lamy/Billy Johnson/Paul Dalla Lana (#007)

Aston Martin Vantage-97

Única equipe de fora dos EUA a fazer a viagem para as 12 Horas de Sebring, a Aston Martin Racing encara a primeira corrida longa do ano como um excelente treino para o Mundial de Endurance – onde terá quatro carros a tempo inteiro, podendo a partir das 24 Horas de Le Mans alinhar um quinto bólido. Não pensem que o Vantage GTE que está na pista da Flórida é um carro igual ao do ano passado – exceto nas características estéticas. O modelo 2013 ganhou uma série de modificações para deixá-lo mais competitivo e o resultado foi que o carro com o tradicional matiz da Gulf vem forte para a disputa da corrida de sábado.

Para o torcedor brasileiro, é uma equipe a ser observada pela presença de Bruno Senna, que assinou contrato para disputar o WEC e faz sua estreia oficial pelo time britânico, ao lado de ninguém menos que Darren Turner e Stefan Mücke, os titulares do time em 2012, que conhecem muito bem o carro e o circuito da Flórida. Um segundo Vantage V8 foi inscrito para o trio formado pelo experiente e bom piloto português Pedro Lamy, que terá a companhia do canadense Paul Dalla Lana e do estadunidense Billy Johnson.

Compartilhar

4 comentários

  1. Rafael disse:

    Rodrigo, que fin teve o Jaime Mello? Ele se aposentou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *