MENU

18 de março de 2013 - 02:11Fórmula 1, Memorabilia

A dança da tábua de passar roupa

tumblr_mga949IfLP1rm772xo1_r2_500RIO DE JANEIRO – Um dos carros mais feios da história da Fórmula 1 é esse aí da foto acima: o March 711 desenhado por Robin Herd e Geoff Ferris. Com um spoiler dianteiro semelhante a uma tábua de passar roupa, é de se espantar que este bólido tenha levado Ronnie Peterson ao vice-campeonato mundial de pilotos em 1971 e Henri Pescarolo, o moço da foto, a marcar 247,016 km/h de média horária em sua melhor volta no GP da Itália – marca que seria superada apenas duas décadas depois.

Aqui, na foto, Pesca faz a “dança da tábua de passar roupa”, derrapando nas quatro lindamente com o seu March inscrito por Frank Williams, no GP da África do Sul, em Kyalami.

3 comentários

  1. Zé Maria disse:

    Rodrigo, bom dia!
    Eu de novo. . .essa March é a721 em Kialamy/72, a 711 vice com Peterson não tinha a tomada de ar integrada à carenagem do cockpit. . .
    Por falar em 711, quem a usou em 72 foi o Pace, pela mesma equipe, em seu ano de estréia na categoria.
    Ficou conhecida entre os ingleses como “Tea Tray” – Bandeja de Chá, pelo formato da asa dianteira.
    Abs.
    Zé Maria

  2. Antonio Falqueto disse:

    Não vejo nada de feio nisso. Pelo contrário. “Dança do skate board” podia ter sido outra interpretação. Foi uma escalada de designs fantásticos até culminar na vitória do Vittorio em 1975. A única da March se não me engano. E teve até o March seis rodas (duas na traseira)!!! Esse pessoal era ousado no design e essa ousadia rendeu frutos. Até presidente da FIA saiu desse time aí.

    • rmb37 disse:

      Não foi a única da March. Jackie Stewart venceu o GP da Espanha de 1970 com um carro alinhado por Ken Tyrrell e Ronnie Peterson ganhou o GP da Itália de 1976. March, portanto, venceu três GPs em sua história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *