MENU

26 de março de 2013 - 20:59DTM

Wickens larga na frente na pré-temporada do DTM; categoria vai ter ‘braço’ nos EUA

RIO DE JANEIRO – Começaram hoje e vão até sexta-feira os treinos de pré-temporada do DTM (Deutsche Tourenwagen Masters), cuja primeira de quatro sessões foi realizada no Circuit de Catalunya, em Montmeló, nas proximidades de Barcelona. E, apesar de todo mundo achar que a Mercedes-Benz estava “morta” para o campeonato de 2013 por ter apenas seis pilotos e um batalhão de gente inexperiente, as coisas não começam tão ruins assim para a estrela de três pontas.

Motorsports / DTM 2013, Test Barcelona 2013

O canadense Robert Wickens, com sua “grande abóbora”, foi o mais rápido do dia com o carro número #10, percorrendo nada menos que 148 voltas no circuito de 2,977 km de extensão. Façamos as contas, então: num único dia, ele andou mais de 440 km de testes. Ele virou sua melhor marca em 1’06″035.

Motorsports / DTM 2013, Test Barcelona 2013

Em segundo ficou o alemão Martin Tomczyk, campeão de 2011, com a BMW M3 #15. Ele foi o que mais voltas percorreu ao longo do dia – cento e setenta giros no total. Seu tempo foi apenas 0″052 mais lento que o do piloto da Mercedes.

Motorsports / DTM 2013, Test Barcelona 2013

Quem impressionou em Barcelona foi Dani Juncadella. Em seu primeiro treino oficial a bordo do Mercedes CLK-AMG DTM com que vai competir neste ano, mostrou evolução da primeira para a segunda sessão, baixando seu tempo em quase oito décimos. Ficou a 0″122 de Wickens a bordo do carro #17. Nada mal.

Motorsports / DTM 2013, Test Barcelona 2013

O melhor Audi RS5 foi do alemão Mike Rockenfeller. “Rocky” foi o quarto e fez sua marca na primeira sessão, onde percorreu 92 voltas, ficando a três décimos do tempo de Wickens. Bruno Spengler, atual campeão do DTM, ficou em quinto lugar na sessão e Gary Paffett, mais de meio segundo acima da melhor marca do dia, foi o sexto.

Motorsports / DTM 2013, Test Barcelona 2013

Nova aposta da Audi, Jamie Green ficou com o 7º tempo, com Adrien Tambay em oitavo. O brasileiro Augusto Farfus, da BMW (foto acima), ficou na nona posição do dia após completar 106 voltas, com a marca de 1’07″615. A folha de tempos teve ainda Timo Glock em décimo, a 1″1 do tempo de Wickens e o português Filipe Albuquerque fechando a raia.

Lá em Barcelona, a Audi testou também uma espécie de “DRS” para os carros do DTM. De acordo com o sistema implementado no RS 5 da marca de Ingolstadt, toda a asa traseira se inclina para baixo, teoricamente com o objetivo de possibilitar ultrapassagens. Todavia, não se sabe se este sistema será implementado na categoria neste ano.

Um DTM à americana em 2015

A ITR, empresa organizadora do DTM e capitaneada por Hans-Werner Aufrecht, marcou mais um gol de placa em sua história no automobilismo: após o acordo de colaboração assinado com a GTA do Japão, organizadora do Super GT, os alemães apertaram as mãos com a turma da Grand-Am e da IMSA, que vão cuidar do futuro campeonato United Sports Car Racing, a partir do próximo ano.

É para 2015 que está prevista a estreia desta versão ‘ianque’ do DTM, aproveitando a popularidade dos modelos germânicos no esporte a motor: a Audi venceu recentemente as 24 Horas de Daytona na classe GT, a BMW é uma forte concorrente na divisão de Grã-Turismo da American Le Mans Series e a Mercedes, através da Ilmor, conquistou muitas vitórias nos EUA durante a fase áurea da Fórmula Indy.

Some-se a isso a possibilidade dos modelos enquadrados no GT500 – leia-se Honda, Lexus (Toyota) e Nissan poderem aportar nos EUA e até se cogita a possibilidade do surgimento de carros ligados a construtores estadunidenses: Cadillac, Lincoln e Dodge SRT.

Cheiro de um grande campeonato no ar… Essa turma da ITR está de parabéns.

Compartilhar

12 comentários

  1. geraldo101 disse:

    Se nesse braço norte-americano conseguirem um grid onde haja carros do DTM, Super GT e mais esses baseados em fabricantes dos EUA, vai ter tudo para dar certo!

  2. João Pedro Corrêa disse:

    E está pavimentado o caminho para um Super-Campeonato Mundial. Titio Bernie que se cuide, pq esses alemães não estão pra brincadeira. O WTCC que já não é lá essas coisas vai perder e muito com esse crescimento.

  3. Moy disse:

    Essa M3 DTM é cavernosa de linda!
    Belíssimo campeonato! Muito bem administrado.
    Pena não terem as Alfas e a Audi não brigar lá na frente.

    Acompanho as transmissões pela web e digo uma coisa: É quase perfeita! Vc tem muitas informações durante a prova. Muito superior a da F1.

  4. elyeder disse:

    Seria muito bom ver o HSV-010 andando contra os DTM, e para mim o HSV é um dos mais belos carros que nunca foram produzidos, acho ele muito mais bonito que o prototipo do novo NSX

  5. Fernando disse:

    É sempre bom ver este tipo de iniciativa para criar e fortalecer campeonatos…exatamente o oposto do que ocorre por aqui…

  6. Eduardo Schmidt disse:

    Rodrigo, gostaria de saber quando começa a temporada e se teremos transmissão ao vivo pelo canal bandsports como no ano passado?

  7. Diogo disse:

    E existe a possibilidade dos carros da GT500 alinharem na DTM alemã? O inverso também é possível num futuro próximo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *