MENU

1 de abril de 2013 - 10:48FIA GT Series

Audi faz 1-2-3 no FIA GT Series

L9-IMG_2314

RIO DE JANEIRO - Choveu, como se previa desde há alguns dias, no dia da “Main Race” do FIA GT Series em Nogaro. E com o asfalto molhado, os Audi R8 LMS Ultra sobraram em cima dos outros carros. A equipe Belgian Audi Club Team WRT, que já tem a mão da pista, acabou por faturar as três primeiras posições do pódio. E graças, em parte, a um erro besta do multicampeão mundial de Rali Sébastien Loeb, que ao tentar facilitar a vida do português Álvaro Parente, soltou os cintos antes do permitido durante o pit stop obrigatório e a dupla do carro #9, vencedora da véspera, levou um drive through para acabar num modesto 6º lugar.

A corrida foi animada do início ao fim. Disputada em sua totalidade com os carros calçados de pneu biscoito, começou com o Safety Car liderando o pelotão por duas voltas. Loeb conservou a pole, mas não abriu grande diferença para Mayr-Melnhof, seu inimigo do domingo. O austríaco manteve-se a uma certa distância do francês, que ao entregar o carro a Parente, cometeu o erro que lhes custou a vitória, pois o português, já em seu turno de pilotagem, tocou no carro de René Rast, que rodou e voltou cinco segundos atrás.

Enquanto o alemão descontava a diferença e se discutia uma punição à dupla do McLaren #9, nos outros dois carros do time belga, Edward Sändstöm/Frank Stippler e Laurens Vanthoor/Stéphane Ortelli avançavam ferozmente no pelotão. A dupla do carro #13 largou de penúltimo e, com o drive through para Loeb/Parente, acabaram em segundo lugar.

Vanthoor foi o homem-show do fim da disputa. Com duas ultrapassagens épicas sobre o compatriota Enzo Ide e sobre a Mercedes do israelense Alon Day, conseguiu o 3º posto na geral e o segundo na Pro Cup. Um show dos carros dos quatro anéis de Ingolstadt, muito superiores a qualquer outro no piso molhado.

As duplas brasileiras tiveram desempenhos bem distintos: no #0, Cacá Bueno começou forte e competitivo, mas o pit stop não foi campeão e Allam Khodair não conseguiu repetir o desempenho do colega no seu turno. Acabaram em 10º, pelo menos conquistando o primeiro ponto do ano na geral. Na Pro Cup, terminaram em 6º lugar, três posições à frente de Ricardo Zonta/Sérgio Jimenez, que tiveram uma corrida atribulada, com direito a um entrevero do curitibano com o russo Sergey Afanasiev – que custou ao piloto do carro #2 um stop & go.

A dupla formada pelos gaúchos Matheus Stumpf/Cláudio Ricci chegou em 15º na geral e sexto na Pro-Am Cup. Poderia ter sido melhor, não fosse uma rodada de Stumpf durante seu turno de pilotagem, quando o Ford GT da equipe portuguesa Rodrive conseguiu figurar e bem entre os dez primeiros. Já Felipe Tozzo/Raijan Mascarello, apesar de todas as dificuldades, ganharam horas de vôo e terminaram em terceiro na classe Gentlemen Trophy, onde chegou na frente a Ferrari do ex-goleiro da seleção francesa Fabién Barthez, ao lado de Gérard Tonelli.

Resultado da corrida principal em Nogaro:

1º #12 René Rast/Niki Mayr-Melnhof (Pro-Am)
Belgian Audi Club Team WRT – Audi R8 LMS Ultra
35 voltas

2º #13 Edward Sändstrom/Frank Stippler (Pro)
Belgian Audi Club Team WRT – Audi R8 LMS Ultra
a 11″950

3º #11 Laurens Vanthoor/Stéphane Ortelli (Pro)
Belgian Audi Club Team WRT – Audi R8 LMS Ultra
a 19″991

4º #1 Alon Day/Maximilian Bukh (Pro)
HTP Gravity Charouz – Mercedes-Benz SLS AMG GT3
a 20″900

5º #5 Enzo Ide/Anthony Kumpen (Pro)
Phoenix Racing – Audi R8 LMS Ultra
a 22″035

6º #9 Álvaro Parente/Sébastien Loeb (Pro)
Sébastien Loeb Racing – McLaren MP4-12C GT3
a 22″985

7º #14 César Campaniço/Carlos Vieira (Pro-Am)
Team Novadriver – Audi R8 LMS Ultra
a 27″198

8º #35 Alex Buncombe/Lucas Ordoñez (Pro-Am)
Nissan GT Academy Team RJN – Nissan GT-R
a 35″387

9º #25 Dominik Baumann/Hari Proczyk (Pro-Am)
Grässer Racing Team – Lamborghini Gallardo LP600+
a 43″388

10º #0 Cacá Bueno/Allam Khodair (Pro)
BMW Sports Trophy Team Brasil – BMW Z4 GT3
a 46″549

11º #28 Karun Chandhok/Jan Seyffarth (Pro)
Seyffarth Motorsport – Mercedes-Benz SLS AMG GT3
a 47″006

12º #10 Mike Parisy/Andreas Züber (Pro)
Sébastien Loeb Racing – McLaren MP4-12C GT3
a 48″357

13º #21 Ricardo Zonta/Sérgio Jimenez (Pro)
BMW Sports Trophy Team Brasil – BMW Z4 GT3
a 1’05″531

14º #32 Mark Shulzhistkiy/Wolfgang Reip (Pro-Am)
Nissan GT Academy Team RJN – Nissan GT-R
a 1’20″461

15º #7 Matheus Stumpf/Cláudio Ricci (Pro-Am)
Rodrive Competições – Ford GT
a 1’27″110

16º #2 Sergey Afanasiev/Andreas Simonsen (Pro-Am)
HTP Gravity Charouz – Mercedes SLS AMG GT3
a 1’35″620

17º #16 Niclas Kentenich/Daniel Keilwitz (Pro)
Dörr Motorsport – McLaren MP4-12C GT3
a 1’36″343

18º #6 Armaan Ebrahim/Julien Jousse (Pro-Am)
BMW Sports Trophy Team India – BMW Z4 GT3
a 1 volta

19º #30 Soheil Ayari/Jean-Luc Beaubelique (Pro-Am)
SOFREV-Auto Sport Promotion – Ferrari F458 Italia
a 1 volta

20º #31 Gérard Tonelli/Fabién Barthez (Gentlemen Trophy)
SOFREV-Auto Sport Promotion – Ferrari F458 Italia
a 1 volta

21º #3 Jan Stovicek/Petr Charouz (Gentlemen Trophy)
HTP Gravity Charouz – Mercedes-Benz SLS AMG GT3
a 2 voltas

22º #8 Felipe Tozzo/Raijan Mascarello (Gentlemen Trophy)
Rodrive Competições – Ford GT
a 2 voltas

4 comentários

  1. egidio manoel disse:

    os audi sobraram mesmo. as mercedes estavam razoavelemte bem, para min e so questão de acerto de carrro. confesso que achei que a punição a loeb foi por causa da batida, mas regras são regras e ele e sujeito a falhas como ualquer um. mas parabens para ele.
    o bmw brasil tenho a impressão que so precisa ganhar mais experiencia, de resto não falta gente competente.

  2. Fernando disse:

    Mais uma boa corrida…com excelentes disputas…apesar da vacilada, Loeb tem muito crédito e para mim será realmente o grande nome do certame este ano. Devido a instabilidade da minha conexão de internet hoje, assisti pela tv…
    Só para ficar registrado, não gostei da transmissão do “canal campeão”, o narrador errava constantemente o nome das duplas, brigava com a imagem dizendo que o Z4 ultrpassava quando, na verdade, estava sendo ultrapassado, além de varias outras asneiras.
    Cá entre nós, confundir um Nissan GT-R com uma Mclaren não dá…alem do mais, simplesmente boicotou a dupla brasileira do carro #7, que não é do BMW Team Brasil, e que teve destaque da transmissão durante um momento da prova, mas que só foi citada pelo referido narrador quando levou uma espremida e foi a grama e depois com a rodada do Stumpf. Com certeza as próximas acompanharei pela internet.
    Falando dos brasileiros, destaco a dupla Cacá e Khodair, apesar das adversidades de pit stop, com certeza vão longe no campeonato…Stumpf também foi bem apesar de ter rodado. Os demais achei que foram discretos. Vamos para a próxima, em Zolder.

    • Luis Felipe disse:

      Concordo com tudo. Apesar de ser filho do seu WB, não se deve boicotar os outros Brasileiros. Teve uma hora que fiquei com a TV ligada e o Audio da Internet.

      • fabio de souza disse:

        Me esqueci que ia ter no sportv e vi no ustream, ainda bem.A corrida tava muito boa pra ver em transmissão vagabunda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>