MENU

21 de abril de 2013 - 14:54Fórmula 3

Fim da invencibilidade: Guimarães e Gustavo Lima vencem na F-3

188211_310063_bt_f3_race_1_guimaraes_3 (1)

RIO DE JANEIRO – Acabou a invencibilidade de Felipe Guimarães na Fórmula 3 Sul-Americana. O piloto da escuderia Hitech Racing venceu ontem a 3ª etapa do campeonato, disputada no anel externo do circuito de Brasília, mas neste domingo o novato Gustavo Lima, de apenas 16 anos, levou a melhor e quebrou a invencibilidade do líder do campeonato – que liderou até a 7ª volta, quando abandonou em decorrência de uma quebra de suspensão, seguida de acidente.

188251_310205_bt_f3_race_2_lima_0002

Gustavo, que só é homônimo do cantor sertanejo, estreou pela Cesário Fórmula com um nono lugar na corrida do sábado, após enfrentar problemas com seu carro durante os treinos classificatórios. Quando Guimarães abandonou a corrida, subiu para 3º e depois deixou para trás Artur Fortunato na 12ª passagem e Raphael Raucci na décima-quarta. E não saiu mais da primeira posição.

“Estou contente e surpreso com o resultado. Largando lá atrás, meu objetivo era brigar por um lugar no pódio, mas acabei vencendo, o que é muito melhor ainda mais por ser em casa. Aqui no autódromo estão meus parentes e amigos e isso é muito gostoso”, disse o vencedor.

188251_310206_bt_f3_race_2_raucci

Raphael Raucci chegou em 2º na geral e com o resultado, diminuiu a distância em relação a Felipe Guimarães no campeonato, com seis pontos a menos. Artur Fortunato conquistou sua primeira vitória na divisão Light, graças ao 3º posto na classificação ao fim da disputa. Higor Hoffmann chegou em quarto, seguido pelo argentino Bruno Etman e por Elias Azevedo.

No sábado, Guimarães venceu do mesmo modo como ganhou ambas as corridas disputadas em Interlagos. Numa corrida sem qualquer tipo de incidentes e onde a média horária foi de 195,16 km/h (a média da pole foi ao redor de 198 km/h), o piloto venceu com mais de 30 segundos de diferença para Bruno Etman, com Raphael Raucci em terceiro, colado no piloto argentino. Gaetano Di Mauro foi quarto na geral e segundo na Light, com Elias Azevedo e Gustavo Frigotto logo após.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *