MENU

11 de abril de 2013 - 13:56Fórmula 1, Opinião, Temporada 2013

Vendetta?

Vettel1

RIO DE JANEIRO – Cada vez menos escrevo sobre a Fórmula 1 dos dias atuais. O blog tem se limitado às resenhas de treinos e corridas. Até porque, na minha opinião, tem gente mais abalizada para dar opinião a respeito sobre a categoria e o viés do A Mil Por Hora tem sido abrir o leque para outras categorias tidas como ‘pouco importantes’, mas que têm ganho relevância face as mudanças que temos visto ultimamente.

2013_f1_malasia_vettel_webber_wall

Mas um assunto que deu o que falar, como a história do “jogo de equipe” da Red Bull no GP da Malásia, não pode ser esquecido, ainda mais porque, antes da corrida deste fim de semana na China, Sebastian Vettel soltou o verbo e praticamente decretou o fim do ciclo de Mark Webber como seu companheiro de equipe. Abro aspas para o piloto tricampeão do mundo (declarações retiradas do site Grande Prêmio).

“Tendo entendido a mensagem e tendo pensado sobre isso, refletido sobre isso, pensei no que o time queria que eu fizesse, deixasse Mark vencer e ficar no segundo lugar… Acho que teria pensado sobre isso e, provavelmente, feito a mesma coisa”, explicou. “Ele não merece isso.” 

“Há um conflito, pois, por um lado, eu sou o tipo de cara que respeita as decisões do time e, por outro, provavelmente Mark não fosse o tipo de cara que merecia isso no momento”, avaliou. “Eu nunca tive apoio do lado dele. Tenho muito apoio do time e o time nos apoia da mesma maneira”, defendeu.
 
Fecha aspas.
 
wm-640x480-529e357f2ea2ee057ded37d68bae92a9
 
Está claro pelas palavras duras do alemão o seguinte: ele não confia em Mark Webber. E não confiando no próprio companheiro de equipe, o clima dentro do time austríaco – que já não era dos mais saudáveis – azedou de vez. E não adianta Helmut Marko vir agora dizer que “não existe mais ordem”. Mesmo que tivesse, Vettel deixou claro que nesse terreiro do touro vermelho quem manda é ele.
 
E vamos combinar uma coisa: já deu pro Mark Webber, não acham? O tempo dele na Fórmula 1 durou mais até do que o que se previa. E o futuro do australiano pode atender pelo nome de Mundial de Endurance. Dizem por aí que ele já estaria em negociações com a Porsche visando uma vaga na LMP1 em 2014.
 
Voltando ao assunto que me moveu a escrever este post: o sentimento de ‘vingança’ que fez o tricampeão a tomar a atitude que tomou em Sepang não o difere de muitos outros grandes nomes da Fórmula 1 dos últimos 30 anos que foram vitoriosos – talvez Räikkönen, por seu savoir faire incomum, seja excluido do grupo dos ‘filhos da puta’ da categoria máxima, assim como Mika Häkkinen, Lewis Hamilton e, vá lá, Damon Hill e Jacques Villeneuve – que fora das pistas, mostrou-se um boquirrroto de mão cheia.
 
Mas é sempre bom lembrar: Schumacher, Senna, Prost, Piquet, Alonso e até Mansell fazem parte deste lote onde, agora, Vettel chegou com louvor. Essa turma toda, se pudesse, diria ao alemão, que de santo só tem a cara, pelo visto: “Bem-vindo ao clube.”
Compartilhar

27 comentários

  1. Para mim, o Hamilton tem um dedinho no segundo grupo. (Alonso que o diga).

    Mas de fato a coisa na Red Bull vai ferver

  2. Alan Magalhaes disse:

    Vaga aberta para 2014. Candidatos?

  3. Escrevi sobre isso alguns dias atrás no face. Sobre Vettel X Webber.
    Essa briga entre os dois já ocorre há um bom tempo. Vettel não é o desonesto que estão pintando e nem Webber é o santo da história. Em 2010 os dois já se tocaram em uma disputa na pista. E quem acompanhou com atenção a corrida de Interlagos no ano passado viu o australiano espremer o alemão na primeira curva da primeira volta sem o menor pudor. Voltas mais tarde, tentou disputar posições com Vettel, mesmo com o alemão disputando o campeonato e Webber já sem chances.
    Anos antes, Webber já havia jogado Nico Rosberg, então seu companheiro na Williams, contra o muro da curva do Café sem o menor constrangimento. Alguns de seus ex-companheiros afirmam que ele cultiva hostilidades e aprecia ambientes belicosos.
    Webber não é santo. Vettel também não é. Bernie Ecclestone, o todo poderoso da Fórmula 1, apoiou a decisão de Sebastian Vettel em desobedecer a ordem da equipe e ultrapassar seu companheiro Mark Webber para vencer o Grande Prêmio da Malásia. E foi mais além. Disse que se fosse Vettel, que já venceu três campeonatos mundiais, faria como o Kimi Raikkonen no ano passado e responderia a sua equipe: “Me deixem em paz. Eu sei o que estou fazendo.”
    Berger foi outro que emitiu opinião a favor de Vettel: “Para ganhar um campeonato mundial três ou quatro vezes, você precisa ser egoísta,” falou Berger. “Esses caras têm um instinto animal enorme. Eles não conseguem escutar a razão e fazem o que o coração manda. Isto faz parte do sucesso de Vettel e ninguém, que seja companheiro ou chefe, conseguirá mudá-lo,” completou Berger.
    E depois do acontecido (e da ordem não cumprida), as especulações já estão a todo vapor. Comenta-se sobre uma multa a Vettel e que Webber pode deixar a equipe. Já andam até especulando quem o substituiria. O ex-piloto da McLaren, John Wattson, chegou até a pedir que Vettel seja suspenso por uma corrida pela equipe, porque tem que aprender quem é que manda.
    O fato é que nada acontecerá com Vettel. E talvez se concretize apenas a saída de Webber ao final do campeonato, o que seria muito bom em minha opinião, já que ele poderia dar lugar a um jovem piloto com mais vontade e talento. Talvez um piloto da STR seja “promovido”, talvez um piloto do programa de Jovens Talentos da RBull, como o português Antonio Félix da Costa. Ou o francês Jules Bianchi, que já tem sido especulado também.
    A favor de Vettel, o fato de a equipe Red Bull estar querendo renovar com o piloto até 2016 já pesa, quando se especula que a Ferrari estaria de olho nele já para 2014.
    Quer ainda mais um motivo pro jovem piloto alemão não sofrer nenhuma punição por parte da Red Bull? O atual tricampeão mundial acabou de aumentar sua parceria com o principal patrocinador da Red Bull, a montadora Infiniti. Vettel já assinou contrato e agora é o mais novo Diretor de Performance da marca.

    • Vinicius disse:

      só uma correção: o Webber não jogou o Rosberg no muro da curva do café em 2006,o Rosberg bateu por causa do bico dianteiro quebrado após uma fechada criminosa do próprio Webber na mesma curva onde o Bruno Senna abalroou o Vettel ano passado,quase pondo fim ao sonho do Tri do Alemão.

      E Acrescentaria a folha corrida do Webber o tratamento que ele e a Jaguar deram a os outro pilotos da marca(Pizzonia,Wilson e Klien).

  4. disse:

    Vettel batendo boca com Webber? Webber andando junto de Vettel? É a prova que o carro anda mais que os pilotos. Isso é desenho animado perto de Emerson X Peterson, Piquet X Mansell ou Prost X Senna

    • fabio de souza disse:

      Isso aí!comparar as disputas entre Mansel X Piquet ou Senna X Prost não faz o menor sentido.Esses aí são dois pilotos fracos.Qualquer piloto médio na Red Bull poderia ganhar 3 títulos com apoio irrestrito como Vettel tem.O nível está baixissimo.Já desisti da F1 , e quando vejo essa história rendendo até agora é sinal que a categoria tá indo pro vinagre.Dizer que Vettel está no nível de Prost ou Senna é uma piada.Se um fosse tão bom assim não estaria choramingando.O mesmo digo de Alonso que precisa de uma mão extra da Ferrari pra bater um mediocre como Massinha.

  5. Renato de M. Machado disse:

    O Seb só fez o certo quem é tricampeão pode tudo,alguém ousa a contestar um campeão,é tudo para ele, melhor asa,pneus,motores e foi assim que o grupo dos “filhos da puta” ganharam tudo,gente como Massa,Barrichello,Webber,Berger foram triturados ,o Massa ainda levou uma mola na cabeça.tem um desconto,agora quem quiser sair dessa situação só tem uma coisa a fazer ser campeão logo,se o Massa tivesse sido campeão,no lugar do Lewis,e sofresse o acidente no mínimo ele ficaria entre Lauda e Schumacher e completaria a santíssima trindade no coração dos ferraristas.

  6. Henrique disse:

    Estranho como a disputa da Red Bull eclipsou a não disputa da Mercedes. Vettel tem razão na reclamação dele, mas….. A partir do momento que os pilotos não prejudiquem a corrida da equipe que os pilotos se matem…..

  7. Eduardo disse:

    Agora arranjei um bom motivo para ver a F1 esse ano. Essa briga Vettel X Webber terá mais desdobramentos. Só espero que a Red Bull não fique intervindo demais.

  8. Alisson disse:

    O Webber chorou muito quando a RBR não inverteu as posições em interlagos 2010 e o Vettel acabou vencendo e levando o título em Abu Dhabi, imaginem se o Webber tivesse vencido no Brasil naquele ano, Alonso seria campeão em 2010 pois fez o australiano fez uma corrida vergonhosa em Abu Dhabi. Nínguem é santo nessa história mas o Webber está colhendo o que plantou, eu gosto muito das disputas na pista mas o que ele fez em interlagos no ano passado foi ridículo e desnecessário.

    No final das contas o Alonso agradece se houver uma cisão dentro da RBR e o os pilotos começarem a tirar pontos um do outro.

    • Vinicius disse:

      E foi Webber que começou tudo isso quando aprontou pra cima do Vettel na Turquia 2010,fingindo ter cumprido a ordem pra ceder a liderança ao Alemão,Vettel foi passar Webber e o australiano deixou a roda dianteira esquerda no meio de propósito pro Vettel acertar ali,quando o alemão foi tomar a trajetória normal pensando que Webber tinha cumprido a ordem de equipe,acertou a roda dianteira esquerda de Webber,e acabou batendo e abandonou.

  9. Vinicius disse:

    Rodrigo

    Não sei se você concorda,mas sempre achei Nick Heidfeld muito mais piloto que Mark Webber.

  10. Mefistófeles disse:

    Rodrigo voce tem todo o conhecimento e experiência para escrever sempre que quiser sobre F1. Dos jornalistas brasileiros não vejo ninguém melhor, mesmo quando eles tem oportunidade de cobrir in loco, desperdiçam e pouco fazem seja TV aberta, TV cabo, rádio, jornal, revista ou website. Gosto do Livio Orichio, mas ele é apenas fatual.

  11. Vinicius disse:

    Rodrigo

    Me pergunto uma coisa: Como é que a Red Bull deixou Webber na equipe por tanto tempo,mesmo depois de tudo que ele aprontou com Vettel e a própria Red Bull?

  12. Nino Rainier disse:

    Foda-se a F1 KKKKKKK Eu acho que o Vettel foi egoísta e o Webber confiou nas regras que a equipe colocou. Se eu concordo com a regra ? Não. Mas é sacanagem o que o Vettel fez, ele já é 3 vezes campeão do mundo e podia ter deixado o Webber que já está velho e ultrapassado e com os dias contados na F1 ganhar aquela. Por generosidade, pra se gabar dentro da equipe escolham o motivo. Acho que foi egoísta. Se vcs acham que é isso o que faz um campeão do mundo de F1 tudo bem, só acho que tem muita gente idiota no mundo então. opinião minha. Prefiro o Kimi Raikkonen. E daqui a pouco vão falar: “Mas o Senna tbm era assim”. Será mesmo ? Se for tbm não tem problema acho babaca e egoísta tbm não vou mudar opinião porque era o Senna. Ela um piloto foda gosto dele mas tinha seus defeitos querendo ou não. Acho que o maior problema aqui neste caso foi o 2 pesos 2 medidas que se tivesse sido o contrário aí tinha fudido tudo né ? Enfim… Não gosto de ficar comentando essas besteiras mas é que tem horas que enche o saco mesmo. Ainda bem que vai ter WEC, ELMS e BES pra eu desestressar esse fim de semana.

    • Renato de M. Machado disse:

      o Vettel viu a oportunidade,com a saída do Alonso,e para angariar uns pontos,que atualmente devido a paridade dos carros,como foi no ano passado,o campeonato foi decidido com pouca diferença e ele já prevendo que não é todo dia que a Ferrari tem um problema,visto que no ano passado apesar do Alonso,criticar a Ferrari ele se deu mal só em Monza,a Ferrari tem uma baita confiabilidade,ele já tá tratando de acumular gordura,para o final,agora o Webber teve a chance em 2010,o que ele fez? caiu de bike e quebrou o ombro correndo sob efeito de medicação,isso não é coisa que um piloto de equipe de ponta deva fazer.agora não adianta reclamar e ele tá até com sorte de a Red Bull ter renovado com ele,todo mundo quer sua vaga,até eu queria,agora a F1 é assim mesmo ,se lembra daquela vez que o Ayrton deixou o Berger passar,o motivo foi a grande quantidade de favores que ele fez(Berger) para o Ayrton ser campeão,e ainda assim contrariado o ayrton não queria dar passagem,só deu a contra gosto,mas não se iluda não a onde tem piloto é assim mesmo. abraços.

  13. Só de sacanagem, se eu fosse o Webber, na corrida decisiva do campeonato, jogava o Vettel para fora da pista parar ele perder o tetra. Não tem mais nada a perder mesmo…

  14. Do site Autoracing:

    O chefe da Red Bull, Christian Horner, negou que sua liderança foi minada pela decisão de Sebastian Vettel de ignorar as ordens de equipe durante o GP da Malásia. Ele também avalia que Vettel aprendeu uma lição com a controvérsia.

    “Naquela corrida, ele não fez o que eu pedi”, disse Horner durante a conferência de imprensa de sexta-feira na China. “Eu fiquei feliz? Não. Ele se desculpou? Sim. Ele aprendeu? Sim. Faria novamente? Ele explicou ontem – mas há uma história entre os dois pilotos. Não é algo novo, já existe há quatro ou cinco anos. É uma das duplas mais bem sucedidas na história da Fórmula 1″.

    “Minha liderança foi minada? Acho que não. Eu venho comandando a equipe do momento em que a Red Bull entrou na categoria até os três títulos, houve alguns obstáculos no caminho, mas eles servem como motivação. Não creio que Seb pense sequer por um momento que manda na equipe. Ele sabe que nós o empregamos – e sabe por que nós o empregamos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *