Estratégia perfeita dá vitória a Ramos e Pastorelli em Portimão

E

158_1113 16 133

RIO DE JANEIRO – A equipe é holandesa, mas com um piloto “da casa”, não tinha como dar errado: o português Miguel Ramos e o holandês Nicky Pastorelli, graças a uma inteligente e perfeita estratégia, venceram a corrida #1 da segunda rodada dupla do International GT Open disputada neste sábado no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

Largando na primeira fila ao lado da Ferrari pole position de Andrea Montermini/Luca Filippi, a dupla luso-holandesa se baseou no seguinte cálculo: como não tinham handicap adicional por cumprir, ao contrário do carro #3 da Villorba Corse, que tinha 30 segundos extras para o seu pit stop obrigatório (mínimo de 1min45seg ao invés dos usuais 1min15seg), Ramos fez um primeiro turno de guiada mais curto e assim que os boxes foram abertos, entregou o carro a Pastorelli.

Enquanto Filippi dava o máximo para tentar abrir uma diferença que fizesse o companheiro Montermini voltar à pista ainda em primeiro, o holandês registrava tempos constantes de volta. Como efeito, o italiano fez seu pit, o veterano ex-piloto de Fórmula 1 e Fórmula Indy foi aos boxes e, quando voltou, caíra para segundo, sem qualquer chance de reverter a vantagem que o Corvette possuía após as rodadas de pit stops. Daí, Pastorelli acelerou tranquilo para a vitória, fechando as 36 voltas com 9″982 de vantagem sobre Montermini.

A corrida teve três intervenções do Safety Car: a primeira logo no início, por partida falsa; a segunda, tão logo a verde foi acionada, em razão de uma panca entre o Porsche da equipe estreante Rinaldi Racing, guiado por Marco Seefried e a Ferrari de Francesco Castellacci. E a terceira e última, por conta de problemas no Mosler do espanhol Rafael Unzurruzaga.

Os brasileiros fizeram uma corrida razoável: Luiz Razia andou bem no seu turno de pilotagem, mas numa disputa acabou provocando inclusive uma rodada do italiano Matteo Beretta, onde a Ferrari deste ficou em posição perigosa na pista. O baiano entregou o carro a Chris Van Der Drift, que conduziu até o fim e terminou em 9º na geral e sexto na divisão GTS. Rafael Suzuki recebeu o outro carro da Bhai Tech Racing das mãos do italiano Giorgio Pantano e permaneceu até o final para terminar na 11ª posição geral e oitavo na categoria.

A vitória nesta divisão foi do Audi R8 LMS Ultra do Team Novadriver, que é de Portugal, com outros dois pilotos locais: César Campaniço e Carlos Vieira, que cruzaram a linha de chegada em 3º na geral, superando a Ferrari de Aleksej Basov e Alessandro Pier Guidi, da estreante Estamotorsports.

Amanhã, com largada prevista para as 8h da manhã (hora de Brasília), teremos a corrida #2, com 50 minutos de duração.

Resultado final da corrida #1 em Portimão:

1º #4 Miguel Ramos/Nicky Pastorelli
V8 Racing Chevrolet Corvette C6-R “small block” (SGT)
36 voltas em 1h10min35seg021

2º #3 Luca Filippi/Andrea Montermini
Scuderia Villorba Corse Ferrari F458 Italia (SGT)
a 9″982

3º #81 César Campaniço/Carlos Vieira
Team Novadriver Audi R8 LMS Ultra (GTS)
a 36″594

4º #67 Alessandro Pier Guidi/Aleksej Basov
Estamotorsports Ferrari F458 Italia GT3 (GTS)
a 41″753

5º #1 Aliaksandr Talkanitsa Jr./Aliaksandr Talkanitsa
AT Racing Ferrari F458 Italia (SGT)
a 42″344

6º #61 Miguel Toril/Jan Seyffarth
Seyffarth Motorsport Mercedes-Benz SLS AMG GT3 (GTS)
a 45″988

7º #57 Dimitros Deverikos/Isaac Tutumlu
Autorlando Sport Porsche 911 (997) GT3 R (GTS)
a 50″819

8º #60 Stefano Costantini/Álvaro Barba
Ombra Racing Ferrari F458 Italia GT3 (GTS)
a 55″487

9º #66 Luiz Razia/Chris Van Der Drift
Bhai Tech Racing McLaren MP4-12C GT3 (GTS)
a 55″992

10º #63 Pol Rosell/Roman Mavlanov
SMP Racing-Russian Bears Ferrari F458 Italia GT3 (GTS)
a 57″611

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

3 Comentários

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames