Rossi em Le Mans

R

Sebring

RIO DE JANEIRO – Calma, leitores e leitoras. Não se precipitem. Não é Valentino Rossi, o grande, que vai correr as 24 Horas de Le Mans em 2013 pela primeira vez. O Rossi em questão é o seu xará estadunidense de sobrenome: Alexander Rossi reforça a Greaves Motorsports para a prova deste ano em Sarthe, a bordo do Zytek Z11SN Nissan número #41.

A princípio, a tripulação do primeiro carro do time de Tim e Jacob Greaves seria formada por Eric Lux, Tom Kimber-Smith e Christian Zügel. Porém, este último terá que se ausentar do evento e do restante do campeonato em decorrência de sérios problemas particulares e familiares.

“Estamos contentes por poder contar com um piloto do calibre de Alexander e estamos confiantes que esta combinação de forças pode nos render a chance de luta pela vitória na classe LMP2 este ano em Le Mans”, afirmou Jacob Greaves, diretor esportivo do time.

Sétimo colocado na atual temporada da GP2 com 27 pontos, o piloto que defende a Caterham na categoria de acesso à Fórmula 1 já foi piloto reserva na categoria máxima, além de ganhar a Fórmula BMW em 2008 e competir com sucesso em outras categorias menos potentes de monoposto. Rossi, aos 21 anos, será um entre dezenas de novos nomes presentes na corrida do 90º aniversário das 24 Horas.

A Greaves terá também outro novato na tripulação do segundo carro: o #42 contará com o britânico Jann Mardenborough, o experiente alemão Michael Krumm – que tem anos de ligação com o fabricante japonês – e o espanhol Lucas Ordoñez.

No próximo fim de semana, nas 3 Horas de Imola, a equipe britânica vem com uma dupla totalmente nova: o dinamarquês David Heinemeier-Hänsson participará da corrida ao lado de Tom Kimber-Smith.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

4 Comentários

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames