MENU

30 de junho de 2013 - 23:06Grand-Am

Bis de Fittipaldi e Barbosa na Grand-Am

063013_WGI_BC_22837

RIO DE JANEIRO – O blogueiro costuma se vangloriar pouco do seu trabalho. Mas posso me permitir fazer uma observação: comentei duas corridas da Rolex Sports Car Series em transmissões ao vivo (Detroit foi em delay) no Fox Sports, onde trabalho há quase dois meses. E nas duas, venceu a mesma dupla: Christian Fittipaldi/João Barbosa. Primeiro, em Mid-Ohio. E hoje, de forma sensacional, nas 6 Horas de Watkins Glen, no tradicional circuito novaiorquino onde, há 43 anos, Emerson Fittipaldi, tio de Christian, venceu pela primeira vez na Fórmula 1.

A corrida teve todos os ingredientes possíveis: toques, rodadas, quebras de motor, bandeiras amarelas, rodadas, chuva forte e variáveis de estratégia que prenderam a atenção de todos na pista e na telinha. Ao fim de 171 voltas, prevaleceu o Corvette DP #5 da Action Express, com apenas 0″285 de vantagem para Michael Valiante/Stéphane Sarrazin, que chegaram em segundo. E tem um detalhe: João Barbosa foi prejudicado por uma rodada provocada pelo carro #3 da 8Star Motorsports, coincidentemente o de Valiante/Sarrazin, punido com um stop & hold de 60 segundos.

Com a vitória de Fittipaldi e Barbosa, o campeonato pegou fogo. Max Angelelli/Jordan Taylor, que tiveram um problema de transmissão logo na primeira volta e perderam seis voltas, imprimiram uma feroz recuperação para chegar em 10º lugar, descontando cinco das seis passagens perdidas. Mesmo assim, salvaram a liderança entre os pilotos, com 194 pontos, empatados com Alex Popow/Ryan Dalziel, que chegaram hoje em 8º, acompanhados do francês Sébastien Bourdais.

Christian chegou ao total de 190 pontos e está em 3º na classificação, um ponto à frente de Alex Gurney/Jon Fogarty e dois adiante de João Barbosa. O outro brasileiro na disputa, Oswaldo Negri, driblou um tornozelo ainda inchado no pé direito e fez uma corrida sensacional. Poderia ter completado uma histórica dobradinha de pilotos brasileiros em Glen, mas uma saída inesperada de pista, quando o piloto do Ford Riley evitou uma batida com o próprio compatriota, provocou um pit stop extra para a limpeza dos radiadores. Ozz e John Pew chegaram em 4º lugar.

Na classe GT, pela quarta vez no ano, triunfou o Camaro GT.R da Stevenson Motorsports, guiado por Robin Liddell/John Edwards, que completou 164 voltas e concluiu em 13º lugar na geral. A Ferrari F458 de Leh Keen/Anthony Lazzaro/Emil Assentato completou em segundo no grupo e em terceiro chegou o Porsche de John Potter/Richard Lietz/Andy Lally.

A classificação do campeonato apresenta Potter e Lally na liderança, agora com 199 pontos somados, contra 193 de Edwards/Liddell e do italiano Alessandro Balzan, que era o líder isolado e hoje foi apenas o 5º colocado. Lazzaro e Assentato ocupam o quarto posto, com 187 pontos.

Na GX, com três carros inscritos, somente o #00 de Joel Miller/Tristan Nunez/Yojiro Terada viu a quadriculada, chegando em 29º na geral. Apesar da quebra do motor do seu Porsche, Jim Norman ainda lidera com 233 pontos, contra 222 de Joel Miller e 215 de Tom Long/Sylvain Tremblay.

A próxima etapa da Rolex Sports Car Series será em Indianápolis, no circuito misto do templo sagrado do automobilismo estadunidense, dia 26 de julho.

Compartilhar

15 comentários

  1. Fitti disse:

    Que “corridaça”, e como você mesmo falou na transmissão, ainda tem gente que acha corrida de Endurance chata. .
    Se uma corrida “chata” é assim, que continuem “chatas”.
    Parabéns pelo belo trabalho, e parabéns, claro, pra dupla Christian Fittipaldi/João Barbosa

  2. Fernando Lima disse:

    Foi realmente uma corrida sensacional, e Christian mostrou seu valor…impressionante como ele está ficando cada vez mais parecido com o Emerson…Quem sabe consegue na Grand Am o reconhecimento que tanto buscou na F1 e Indy.

  3. Mefistófeles disse:

    Foi anunciada ao longo da semana, transmissão integral pelo FOX Sports das 6 horas de Watkins Glen ao vivo.Tivemos 1 hora inicial e 1 hora e meia final, dada a transmissão ao vivo da corrida da Sprint Cup de sábado que foi adiada pela chuva para o mesmo horário da Grand Am. Além disso tivemos a toda hora boletins importantísssimos mostrando ônibus da seleção saindo, repórter de plantão em hotel sem notícia alguma. Está mais do que na hora de respeitar o Assinante que gosta de Automobilismo, que compra uma coisa e não recebe, é caso de Procon, de fazer B.O as provas estão mais do que documentadas. Devia ter sido transmitida na íntegra as 6 Horas de Watkins Glen e depois em VT a Sprint Cup. Mas creio que o desrespeito sem nenhuma consulta, satisfação e ou explicação aos seus assinantes continuará a ser praticado pelo canal do futebol. Saudades do Speed!

    • rmb37 disse:

      Bem… ninguém teve culpa da corrida da Nascar ser cancelada em razão das chuvas. E nem do horário ser paralelo com a Grand-Am. A TV estadunidense também precisa adequar seus horários. E quanto aos flashes do futebol, não é uma decisão nossa. Fazemos o nosso trabalho e merecemos respeito. Tanto dos nossos colegas quanto dos telespectadores.

      • Mefistófeles disse:

        Não desrespeitei ninguém, nenhuma pessoa, nenhum profissional. Só disse verdades aqui. Apenas quero ser respeitado como assinante e cliente pela direção geral e de programação do canal. Estes sim são os responsáveis pela forma com que lidam conosco. Acredito que os sinais das duas corridas estavam disponíveis e alguém tomou a decisão de colocar 2 corridas no espaço de 1, e poderiam manter o anunciado e depois passar o VT da Sprint Cup. Não se avisa nem se justifica nada. O cliente, ah…. esse que se vire, que não durma e veja compacto, reprise de madrugada pois afinal são categorias que só se pode ver neste canal.

      • rmb37 disse:

        Verdades? Tá bem… eu não vou discutir. O telespectador insatisfeito tem duas alternativas. Prestigiar o que está sendo transmitido, mesmo assim, ou mudar de canal.

      • Mefistófeles disse:

        Simples assim né ? Então o assinante deve aceitar ou mudar de canal ? Estamos falando de tv paga, se fôsse gratuita até posso aceitar, mas paga jamais. Gostaria também que diga as inverdades que eu disse.

    • Mefistófeles disse:

      Quem cala consente, Não dá para defender o indefensável, carece de sustentação factual. Contra fatos não existem argumentos.

      • rmb37 disse:

        Eu não vou discutir. O meu blog não é pra discussão entre leitor e blogueiro. Você tem a sua opinião. Se está insatisfeito com o canal, já sabe o que pode fazer. Só não vou tomar providências, meu caro, porque eu não decido nada. Eu apenas trabalho de forma honesta, com informação e conteúdo. Tanto na telinha quanto aqui no blog. Acho que você, meu caro, já deveria saber que neste país o futebol é o esporte número #1. Sempre foi e sempre será. Contra fatos, não há argumentos. Não foi isso que eu li aqui acima?

      • Mefistófeles disse:

        Sim, foi o que voce leu e não estou questionando quem é o esporte n.1, pois nesse canal outros esportes com menos audiência estão também na ordem de prioridade a frente do automobilismo. Apenas volto a dizer: Venderam gato por lebre, anunciaram uma programação que não foi cumprida e a resposta sua de que basta o telespectador mudar de canal se não gostar, não convence. Em tv aberta sou sim telespectador, sujeito ao que quiserem mostrar. Em tv paga sou assinante e tenho meus direitos protegidos pelo Procon, e pelo Código da Publicidade, no caso propaganda enganosa. Em nenhum momento questionei sua pessoa ou qualquer outro profissional da área operacional do FOX Sports, apenas a direção geral e de programação e a atenção e o respeito dispensados aos assinantes que gostam de automobilismo e programam sua agenda para assistir algo que não aconteceu e nem vai acontecer, as reprises das 6 horas programadas para o próximos dias tem carga horária de 1 ou 2 horas.. Devemos aceitar, engolir, esquecer ? Claro que não. Qualquer pessoa com um mínimo de noção sobre direito sabe quem errou aqui. De outra forma, agradeço sua atenção, paciência e tempo dedicado a minha pessoa e a este triste episódio onde percebo que poucos assinantes notaram o que aconteceu. Repito, quanto a voce e a equipe de automobilsmo do canal só posso agradecer, pois se esforçam bastante par produzir qualidade. Continuarei visitando seu blog e sempre que possível contribuindo de alguma forma. Abraço!

  4. Mefistófeles disse:

    Nas duas horas e meia que pudemos contar com os comentários precisos e detalhados de Rodrigo Mattar a transmissão foi excelente, pena que provávelmente jamais veremos as 6 horas completas, nem de madrugada, que é horário que o canal costuma dedicar as reprises da Grand-Am.

  5. fabio de souza disse:

    Corridaça!!!!!!!.Nem lembrei de F1 no Domingo.Graças a Deus estou curado.Corrida braçal na raça e tecnica.Parabens pela transmissão!!Só gostaria de pedir a Fucks Sports a corrida na integra sem onibus de seleção e entradas pra mostrar lobby do hotel.Parabens Rodrigo à você e ao narrador que tá melhorando no quesito atomobilismo.Abraço!

  6. Alexei Paredes disse:

    Parabéns Rodrigo pelos comentários no Fox Sports, sou suspeito de falar sobre Endurance pois acompanho quase tudo (que posso assistir, claro!). Sou fã de carteirinha. Não sei como as coisas ficarão no ano que vem com a fusão da ALMS e da Grand-Am, mas espero que Fox Sports continue passando as corridas da USCR, mesmo que em VT, e na madrugada. Abraços!

    • luiz alberto disse:

      Eu também estou preocupado,pois estou gostando destes carros da Grand-am,pois lembram os carros do antigo grupo 6 de quando eu comecei a gostar de automobilismo. E acredito que dificilmente ele tenham a mesmo desempenho de um ALMS,mas aguardar para ver.

  7. Alexei Paredes disse:

    Sobre a corrida… sensacional, os últimos 30 minutos foram espetaculares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *