MENU

29 de junho de 2013 - 11:32Motovelocidade

O CAMPEÃO VOLTOU!

FTC_NED_RAC_Rossi-2

RIO DE JANEIRO - Quase três anos de jejum. Fazendo as contas na ponta do lápis, exatos 992 dias entre o dia 10 de outubro de 2010 e hoje, 29 de junho de 2013. Nesse período, Valentino Rossi, The Doctor, não conseguiu subir no topo do pódio.

Como convém a um mestre, a um dos maiores de sua especialidade – o maior de sua geração, sem nenhuma dúvida – coube a Rossi quebrar o incômodo tabu no templo sagrado do Mundial de Motovelocidade: o circuito holandês de Assen, chamado de “Catedral” por sua importância e por ser – durante muitos anos – uma das pistas mais seletivas e desafiadoras da modalidade.

Aos 34 anos, Rossi desafia o tempo e a si mesmo, provando a todos que ainda pode ser um vencedor. É claro que ele não tem mais o fulgor dos tempos em que enfileirou títulos e vitórias, da mesma maneira que colecionou desafetos ao longo dos anos. Mas ainda é o Doutor, o Cara, um homem a quem temos que respeitar por tudo o que fez numa modalidade tão competitiva quanto perigosa. Vale passou incólume pelas lesões durante muito tempo e em 2010, quando teve um acidente muito sério em Mugello, sua carreira começou a ser posta em dúvida. E ele deu bastante munição durante os dois anos de Ducati, pois sem uma motocicleta competitiva de fato, ele não pôde fazer muito.

O italiano é uma espécie de “tiozão” da MotoGP, se compararmos sua experiência e idade com Marc Márquez, por exemplo. A joia rara da Honda mal havia saído das fraldas, mamadeiras e chupetas e Rossi já brilhava na extinta classe 125cc. Existe um abismo entre eles, de experiência e idade. E por vezes, o fulgor adolescente pode ser superado sim pela tarimba, pela quilometragem, pelo currículo invejável do eterno campeão.

Valentino Rossi chegou hoje à sua 106ª vitória na carreira. Faltam dezesseis para igualar o recorde de Giacomo Agostini – que muitos torcem para que continue inalcançável. Sinceramente eu não sei mais se o italiano da moto #46 quer mesmo bater a marca histórica do seu compatriota. Hoje, isso não tem a menor importância perto da alegria que é, para todos nós, ver a figura dele no pódio, comemorando uma vitória depois de 992 dias.

O campeão voltou!

Viva o Doutor! Viva Valentino Rossi!

8 comentários

  1. cara como e gostoso ver um cara como Rossi , voltar a vencer e muito bom mesmo , só que não podemos deixar de dizer que o Lorenzo se agigantou hj

  2. Fitti disse:

    O que vi Valentino fazer hoje me faz pensar, que esporte é esse que mostra um “monstro” como ele, aos 34 anos, embaralhar minha cabeça.
    Como muitos falam, Rossi é “brincadeira”.
    Não posso esquecer de Lorenzo, fantástico.
    PS: Esses caras que andam no Mundial de MotoGP, são ………. sei lá ..

  3. Alisson disse:

    Corridaça do Rossi mas o Lorenzo merece as palmas. Fiquei até emocionado com esse video do site oficial da MotoGP, todos aplaudindo o Lorenzo quando ele chega no box e ele quase chorando, ou chorando mesmo, de dor. Passei a respeitar muito mais esse cara agora, pra mim depois dessa merece ser campeão de novo.

    O vídeo:
    http://www.motogp.com/en/videos/2013/Man+of+Steel+triumphs+against+pain+at+Assen

  4. Vinicius disse:

    Beleza,Rodrigo!!!!

    é sempre bom ver Rossi ganhando,o Doutor merece!!!

    alias,Rodrigo uma perguntinha com nítido propósito provocador:

    Como deve estar Casey Stoner depois da vitória de Rossi?

  5. Jaime Mozer disse:

    VIVA!!!

  6. Eduardo disse:

    Grande Rossi, espero que ainda consiga bater o recorde do Agostini, mesmo com uma idade meio avançada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>