MENU

15 de julho de 2013 - 16:34International GT Open

Segunda de Cameron/Griffin no GT Open

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=aiE3CV-S_UI]

RIO DE JANEIRO - Nada como fazer as honras da casa. A dupla formada por Duncan Cameron/Matt Griffin venceu neste domingo a corrida #2 do International GT Open, em Silverstone. Os britânicos da AF Corse contaram com a ajuda do handicap para poder chegar ao segundo triunfo do ano com a Ferrari F458 Italia #21 do time de Amato Ferrari.

Eles se valeram de uma conta simples para chegar ao topo do pódio: sem qualquer acréscimo de tempo no pit stop, que poderia durar – para eles – um mínimo de 65 segundos, eles sabiam que Miguel Ramos/Nicky Pastorelli e os italianos Andrea Montermini/Luca Filippi, que partiram da pole position, teriam 110 segundos a cumprir. Com isso, venceram com 3″209 de vantagem para a dupla da Scuderia Villorba Corse, que repetiu o segundo lugar da véspera, ajudando Montermini a ampliar sua vantagem na liderança do campeonato.

O Vette de Ramos/Pastorelli foi nocauteado por problemas elétricos que fizeram o carro da V8 Racing perder cinco voltas nos boxes. Acabaram em 23º lugar – mas o time holandês não teve do que se queixar, pois a 3ª posição geral, após bela corrida de recuperação, pertenceu a Bert Longin/Diedrich Sitjhoff.

A vitória na classe GTS foi da Mercedes-Benz SLS AMG GT3 guiada por Miguel Toril/Renger Van der Zande, que chegaram em quarto lugar, beneficados pela brutal queda de rendimento do Porsche conduzido por Jeroen Bleekemolen na primeira parte da corrida e depois pelo venezuelano Emilio Di Guida, que não manteve o nível. Peter Kox e seu parceiro Fabian Hamprecht conseguiram o segundo posto na categoria, com Pol Rosell/Roman Mavlanov na 3ª posição.

Após largar em 19º, Rafael Suzuki fez uma boa corrida em seu turno e entregou o carro #65 da BhaiTech Racing em boas condições para Giorgio Pantano. O veterano ex-piloto de Fórmula 1 também andou muito bem e conseguiu levar o McLaren MP4-12C GT3 ao sétimo posto geral e quarto na GTS. Já Luiz Razia enfrentou vários problemas mecânicos após um bom começo e só conseguiu completar cinco voltas, abandonando a competição.

Faltando agora três rodadas duplas (Spa-Francorchamps, Monza e Montmeló) para o fim do campeonato, Andrea Montermini segue líder na classificação geral com 182 pontos, contra 168 de Luca Filippi, 125 de Miguel Ramos/Nicky Pastorelli e 103 de Duncan Cameron/Matt Griffin. Rafael Suzuki é o nono colocado com 61 pontos e Luiz Razia o 14º, com 37.

Na classe Super GT, Montermini também comanda a classificação, com 84 pontos. Filippi tem 78, Ramos/Pastorelli 56 e Griffin/Cameron 50. Na GTS, Miguel Toril continua na ponta com 39 pontos, um à frente de Suzuki/Pantano e nove adiante de Michael Lyons/Matteo Beretta. Razia/Van der Drift estão em 6º lugar, com 25 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>