MENU

3 de agosto de 2013 - 13:28Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (113)

1016323_10200189797137036_1877643256_nRIO DE JANEIRO – Autódromo de Interlagos, 1972. A bordo de um Heve P5 com motor Volkswagen, Benjamin “Biju” Rangel. No meio, o Avallone Chrysler do carioca Marcelo de Paoli. Atrás, José Pedro Chateaubriand, num Manta FNM 2000. Foto dos bons tempos da Divisão 4.

Há 41 anos, direto do túnel do tempo.

Compartilhar

9 comentários

  1. Renzo Ruschioni disse:

    Tudo que você posta das divisões 3 e 4, são fantásticas porque eu não perdia uma corrida dessas em Interlagos…..e é sempre uma lembrança muito gostosa…..que saudade !!!!!

  2. marcão disse:

    Quanta história foi perdida por falta de um “museu” do automobilismo.. Prometido a algumas décadas.. E nunca construido….Teve carros de outro mundo andando por essas pistas..
    Que pena….
    Mas claro que tá valendo esse Tunel do Tempo!!
    Só pra saber que até a uns dois anos atrás lá no “chamado de lixão do autodromo” tinha um Heve totalmente destruido pelo tempo….Até fui buscar mas os administradores negaram a retirada..Deve ter ido pra algum ferro velho e virou pó!!!!

  3. Fernando Amaral disse:

    que bonito era o Manta; não conhecia, ou não me lembrava mais.
    só vi corridas em interlagos a partir de 74, talvez não houvesse mais esse carro correndo, não sei.
    vi o chateaubriand correndo de opala 250S na div.3, de não lembro quais carros na div.4, na f-ford e na super-vê ; tentou a sorte um ou dois anos na F-3 britânica , depois retornou. eu era moleque mas sempre via o cara disputando entre os 5 da frente, devia ser muito bom piloto de corridas.

    a foto acho que é no Sol, pela linha da pista e pelo ponto de vista da imagem.

  4. Mefistófeles disse:

    O Manta era construido no Paraná, acho que um de seus construtores era valdir Favarin.
    A carroceria era de alumínio rebitado feita em 2 planos apenas. Me lembro de ter visto o Manta FNM de José Pedro Chateaubriand Bandeira de Mello quebrar manga de eixo traseira direita em Interlagos, na curva do Café. Chateau, possesso desceu do carro e proferindo palavrôes se pôs a chutar o pobre protótipo.

  5. BENJAMIN RANGEL disse:

    O Heve DiV 4 da foto era o P4.O P5 já era cambio Hewland 5 m autoblocante e suspensão dianteira independente .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *