MENU

9 de setembro de 2013 - 18:45WTCC

Bem encaminhado

AU1013916

RIO DE JANEIRO – É questão de tempo para que Yvan Muller, atual piloto da RML e futuro representante da Citröen, seja campeão mundial do WTCC, o Mundial de Carros de Turismo. O que tirou a possibilidade do francês levar o caneco por três rodadas duplas de antecipação foi a vitória de Gabriele Tarquini na corrida #2, que deu à Honda o título de construtores da competição.

Muller foi terceiro na primeira prova da programação deste fim de semana em Sonoma e quarto na segunda corrida. Com 27 pontos na pista, mais os quatro pelo segundo lugar obtido no treino classificatório, o gaulês somou mais 31 e chegou a 344 no campeonato. Só que os 25 pontos de Tarquini deixaram o italiano com 199. É uma diferença bem grande: são 145 pontos separando os dois veteranos do WTCC. Mas com 165 pontos em jogo, tudo indica que Muller leva o título antecipadamente na rodada dupla que se disputará em Suzuka, no Japão.

A corrida estadunidense teve também a primeira vitória de Tom Chilton na competição – resultado este que levou o britânico a superar Rob Huff na 5ª posição do campeonato e igualar-se ao compatriota James Nash. No mais, também tivemos Tiago Monteiro conquistando o segundo pódio do ano e a quarta vez de Norbert Michelisz entre os três primeiros colocados.

A próxima etapa será no dia 22 de setembro, no circuito mais curto do campeonato, com meros 2,243 km de extensão. As duas baterias terão duração de 26 voltas e prometem ser bastante disputadas – e, claro, com a presença de vários pilotos do Japão na competição.

4 comentários

  1. REPCO disse:

    PORQUE NAO FALA DA CORRIDA DO WTCC EN ARGENTINA??

    Para nao tener que escrevir que ganhou Pechito Lopez…

  2. REPCO disse:

    Y necesita “assistir” para saber que ganhou López??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *