MENU

26 de setembro de 2013 - 17:07Fórmula 1, Memorabilia, Vídeos

Vídeos históricos – Nelson Piquet no Roda Viva (1994)

RIO DE JANEIRO – Faz quase 20 anos que ele esteve num dos programas que hoje é alvo das maiores polêmicas da mídia – não pelos entrevistados, mas sim da forma como hoje é conduzido. O Roda Viva, da TV Cultura de São Paulo, infelizmente não é mais o mesmo. E em 1994, um de seus convidados foi o tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet.

O mais legal desse vídeo é notar que conheci pessoalmente muitos dos que estiveram ali entrevistando Piquet, ao longo de quase duas décadas. Mair Pena Neto foi um dos que tive a oportunidade de trabalhar e compartilhar do conhecimento dele no meu tempo de “foca” do Jornal do Brasil, lá por 1996/1997. Miltão Alves, hoje assessor de imprensa da Stock Car, do Brasileiro de Marcas e da F-3 Sul-Americana, ainda tinha cabelo! E o Celso Miranda, então? Magrinho e ainda sem barba… Meu camarada Luiz Alberto Pandini também estava lá. E, claro, não posso deixar de registrar que um dos que sabatinaram Piquet era o querido e inesquecível Marcus Zamponi.

A entrevista está aqui dividida em seis vídeos publicados no YouTube.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=-K_cMNqlIAw]

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=hvus42ppaCM]

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=M5WkJiwX7Lk]

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=-V9mY1iHs6M]

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=u2HuC0orp7s]

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=eDq1oB0ec9Q]

Compartilhar

2 comentários

  1. Wallace Michel disse:

    Diga-se, muitos dos entrevistadores neste programa deram um banho de desconhecimento sobre o assunto automobilismo. Foi vergonhoso. Já o entrevistado foi muito bem e não fugiu das perguntas, mesmo as mais mal elaboradas.

  2. Epaminondas Silva disse:

    A presença do Piquet na época já estava marcada no dia 2/5/1994, só que deram o azar da morte do Senna ter sido no dia anterior. Então uns 85% dos temas do programa foi a morte do Senna. Porém ouvir o mestre é sempre ótimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *