MENU

9 de outubro de 2013 - 16:21Outros

358,680 km/h em Daytona!

BWKDqpwIQAA8vbb

RIO DE JANEIRO – A Mike Shank Racing quebrou um recorde histórico que perdurava há mais de duas décadas. Numa tentativa feita nesta quarta-feira no Daytona International Speedway, o piloto estadunidense Colin Braun, de 25 anos, superou a média horária estabelecida por Bill Elliott a bordo de um Ford Thunderbird da Nascar.

Em 1987, Elliot alcançara a média de 210.364 mph, precisamente 338,481 km/h – que nunca mais foi atingida por nenhum carro da Nascar porque foram implementadas as “restrictor plates” que reduzem a potência dos motores nos superspeedways como Daytona e Talladega.

Muito bem: vinte e seis anos depois, Colin Braun pulverizou a marca de “Awesome” Bill. Com o Ford Riley DP com o novo motor EcoBoost V6 turbo, o piloto fez a média de 222.917 mph – trocando em miúdos: 358,680 km/h!

Parabéns aos envolvidos. E nisso não vai nenhuma dose de ironia.

Compartilhar

6 comentários

  1. Rafael Schelb disse:

    Esse motor EcoBoost é uma joia mesmo… Imagina se a Ford resolve pegar esse V6 T e adaptar, ou criar algo a partir dele, pra corridas, tipo WEC, F1, etc… Ia ser demais…

  2. Ibson da Silva disse:

    Se esse motor EcoBoost da Roush Yates fosse bi-turbo. Dava pra enfiar ele na Indy numa boa com as devidas adaptações.

  3. Carlos Machado Neto disse:

    Agora o recorde em circuito fechado continua sendo Gil De Ferran pela Indy num Penske em
    28 /10/2.000 atingindo na reta de Fontana 409 Km/h e fazendo 388.537 Km/h (241,428 mp/h )
    em Fontana na Califórnia.
    A maior velocidade média já alcançada por um carro de Fórmula 1, foi alcançada pelo também nosso Rubens Barrichello, nos treinos para o GP de Monza de 2.004. A velocidade alcançada foi de 260,395 km/h.
    A maior velocidade em treinos oficiais foi de 258,983 km/h, com Keke Rosberg (Williams-Honda turbo), em Silverstone, na pole position do GP britânico de 1985. Ela permaneceu até o ano de 2.002.
    A maior velocidade média em uma volta em Grande Prêmio foi de 249,835 km/h, conseguida pelo inglês Damon Hill (Williams-Renault) em Monza, no GP da Itália de 1993. Num treino oficial foi de 258,983 km/h, com o finlandês Keke Rosberg (Williams-Honda turbo), em Silverstone, na pole position do GP de 1.985.
    Bons tempos aqueles e que não voltam mais !!

  4. Jarno Saratt disse:

    Caro, Rodrigo.

    Eles também tem planos de querer quebrar o recorde de velocidade em Talladega também?

  5. Nino Rainier disse:

    TOMA !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *