A caminho da expansão: Signatech-Alpine, RAM Racing e ProSpeed cogitam WEC em 2014

A

RIO DE JANEIRO – Três equipes do European Le Mans Series apresentam, ao fim do certame, planos bastante ambiciosos visando a temporada de 2014. A Signatech-Alpine, a RAM Racing e a ProSpeed Competition têm olhos direcionados para o Campeonato Mundial de Endurance (WEC) no próximo ano.

alpine

Campeã da LMP2 com Nelson Panciatici e Pierre Ragues, ambos franceses, a equipe de Philippe Sinault e Didier Calmels pretende expandir suas operações sem esquecer do ELMS, onde querem defender o título. A equipe deve ter mais um chassi Alpine A450 (na verdade um Oreca 03) na classe LMP2 para lutar de igual para igual com os times do WEC. A Signatech-Alpine já é dona de uma vaga direta nas 24h de Le Mans e com o carro inscrito no WEC, passaria a ter dois bólidos naquela prova.

ram-racing-ferrari-458-italia-gtc-jeanette-30945

Igualmente campeã, mas na LMGTE, a RAM Racing de Dan Shufflebottom também mira o WEC no próximo ano. O time britânico considera a possibilidade de migrar para o certame mundial com duas Ferrari F458 Italia, sendo uma alinhada na LMGTE-PRO e a outra na LMGTE-AM. O diretor da escuderia, contudo, não descarta um ano a mais no ELMS. “Poderemos alinhar pelo menos um carro para gentlemen drivers na LMGTE”, explicou.

ProSpeed ELMS Imola 2

A ProSpeed Competition, que fez modesta campanha no ELMS na classe LMGTE também pode mudar de campeonato: Rudi Penders, em entrevista ao site Endurance-Info.com, considera a hipótese de inscrever um carro pelo menos no WEC, provavelmente na LMGTE-AM. Resta ver se terão o orçamento necessário para esse desafio e para a compra de um Porsche 911 (991) GT3 RSR. A marca alemã já afirmou que o novo carro estará a disposição de times clientes em 2014.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

2 Comentários

  • Bastante interessante. Alpine já com o título e pensando em algo mais desafiador como o WEC. Mas é bom ele pensarem bem que não é qualquer coisa lá. A RAM Racing também. Já a ProSpeed já tem um tempo que vem com resultados medianos. Acho que muito se deve ao desempenho bem inferior do carro alemão em relação à Ferrari. E pra completar a Porsche está tendo problemas com o programa de clientela dela. Coisa triste isso aí.

  • Ano passado a Signatech-Nissan era uma das favoritas ao titulo no WEC, mas acabaram nem chegando perto do caneco. A Signatech-Alpine tem que lembrar que no WEC o buraco é mais embaixo e terão forte concorrencia da OAK Racing, PeCom Racing e da Delta-ADR (Que tem dois carros, mas um que corre sob bandeira da G-Drive Racing)

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames