MENU

13 de novembro de 2013 - 15:07Motovelocidade

Campeão da MotoGP fecha testes na frente

RIO DE JANEIRO – Após o fim da temporada 2013 da MotoGP, o campeonato de 2014 já começou. Novas caras e os pilotos que estão garantidos com seus contratos de uma ou mais temporadas andaram no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, desde a segunda-feira, em três sessões de treinos coletivos.

93marquez_s5d9722_original

Ainda sob os auspícios do título conquistado no último domingo, o espanhol Marc Márquez fez as honras e registrou o melhor tempo nos três dias de treinos. Hoje ele marcou 1’30″287, mais rápido que o 1’30″536 registrado na véspera e que já havia sido o melhor tempo do segundo dia de ensaios.

A surpresa foi notar que o 2º colocado geral após os três dias de treinos não foi Jorge Lorenzo e nem Dani Pedrosa, muito menos Valentino Rossi, que aproveitou os ensaios para se entrosar melhor com seu novo chefe de equipe, Stefano Galbusera, substituto de Jeremy Burgess, com quem o Doutor trabalhou durante mais de uma década. O britânico Bradley Smith, com a Yamaha satélite do time Tech3 de Hervé Poncharal, registrou o tempo de 1’30″598.

Sem andar hoje com sua Yamaha, Jorge Lorenzo fechou os testes com a 3ª posição. O piloto da moto #99 tinha sido o mais veloz no primeiro dia e ontem foi o segundo, com 1’30″768. Stefan Bradl, que parece ter voltado à velha forma após um acidente no meio do campeonato, teve boa performance a bordo de sua Honda RC213V do time de Lucio Cecchinello e foi o quarto, um décimo atrás do tempo de Lorenzo. O último a virar abaixo de 1’31” foi Dani Pedrosa, que cravou 1’30″948 no segundo dia de atividades. Hoje, o espanhol da Repsol Honda fez 1’30″992.

41espargaro_s5d9917_original

Entre os pilotos que treinaram em suas novas escuderias, destaque para o campeão mundial da Moto2 Pol Espargaró, estreando pela Tech3 com uma Yamaha protótipo satélite. O piloto espanhol evoluiu muito a cada dia e hoje ficou a 1″246 do tempo de Marc Márquez. Aleix Espargaró, irmão de Pol, também fez bonito com a nova moto FTR-Yamaha YZR M-1 da futura subclasse Open, a nova denominação das CRT, máquinas derivadas de modelos de produção em série.

69hayden_s5d9745_original

Também treinaram com motos novas o estadunidense Nicky Hayden e o japonês Hiroshi Aoyama, a nova dupla da equipe de Jorge “Aspar” Martinez, os britânicos Cal Crutchlow e Scott Redding, vice-campeão da Moto2 e até Mike Di Meglio, fora do Mundial há meses, andou numa FTR-Kawasaki da escuderia Avintia. Quem não deve competir em 2014 a tempo inteiro é Randy de Puniet. O piloto francês confirmou ao jornal L’Equipe, de seu país, que a próxima temporada dele será “sabática”. Ele talvez siga testando a nova Suzuki XRH1, com previsão de estreia para 2015 e participação em algumas corridas isoladas na próxima temporada como wild card.

Os tempos dos testes:

1. Marc Márquez (Repsol HRC Honda) – 1’30″287
2. Bradley Smith (Tech3 Yamaha) – 1’30″598
3. Jorge Lorenzo (Yamaha) – 1’30″768
4. Stefan Bradl (LCR Honda) – 1’30″868
5. Dani Pedrosa (Repsol HRC Honda) – 1’30″948
6. Álvaro Bautista (Gresini Honda) – 1’31″208
7. Valentino Rossi (Yamaha) – 1’31″414
8. Pol Espargaró (Tech3 Yamaha) – 1’31″533
9. Andrea Iannone (Pramac Ducati) – 1’31″594
10. Aleix Espargaró (Forward FTR Yamaha) – 1’31″644
11. Andrea Dovizioso (Ducati) – 1’31″661
12. Cal Crutchlow (Ducati) – 1’31″875
13. Michele Pirro (Ducati) – 1’31″883
14. Nicky Hayden (Aspar Honda) – 1’32″123
15. Hiroshi Aoyama (Aspar Honda) – 1’32″530
16. Yonny Hernandez (Pramac Ducati) – 1’32″800
17. Michael Laverty (PBM Aprília) – 1’33″055
18. Colin Edwards (Forward FTR-Yamaha) – 1’33″149
19. Randy de Puniet (PBM Aprília) – 1’33″833
20. Scott Redding (Gresini Honda) – 1’34″195
21. Mike di Meglio (Avintia FTR-Kawasaki) – 1’34″618
22. Martin Bauer (Remus Suter-BMW) – 1’35″115

Compartilhar

2 comentários

  1. elyeder disse:

    que coisa bizarra essa escolha do Aleix Espargaró, seria justificativa um 2015 na Yamaha oficial no lugar do Valentino, porque dizem que a antiga equipe vai ter equipamento Honda em 2014; vai saber o que esta por trás das coisas…só vivendo para descobrirmos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *