MENU

14 de março de 2014 - 01:30Automobilismo Internacional

Pistinha feia, essa…

piorpistaeverRIO DE JANEIRO - Quando menos se espera é daí que não sai nada mesmo. O mapa acima mostra o que será a pista na qual a Fórmula E, para carros elétricos, vai fazer uma prova de rua na China, em torno do estádio Ninho do Pássaro, um dos muitos “elefantes brancos” subutilizados depois de eventos como Copa do Mundo, Jogos Olímpicos, et cetera…

O mapa aponta para 20 curvas. Um monte delas são chicanes e as outras são esquinas. Curvas desafiantes, zero. Curvas de noventa graus, idem. Eu não gostei. Achei o traçado pouco atrativo, para não dizer feio. E olha que já existiram pistas de rua muito piores do que esta, usadas por qualquer categoria – inclusive a Fórmula 1 – e refiro-me a termos estéticos. A de Las Vegas, onde Nelson Piquet foi campeão em 1981, era uma mesmice só.

Aliás e a propósito: só quero ver o desenho da pista de rua do Rio de Janeiro…

7 comentários

  1. Victor disse:

    Não da para esperar é nada dessa Formula E, nem traçados, nem nada.

  2. Nino Rainier disse:

    Eu achei legal. Tem que ver que é de rua e nem sempre dá pra fazer umas coisas legais. Se colocasse curva demais também fica muito chato. Simples assim é bom também.

  3. jaimeboueri disse:

    O traçado é esse aí mesmo, bem parecido (MESMO!) com o Circuito da Praia de Botafogo, dos anos 50. Achei um mapa dele, aqui ~> http://blogdoboueri.blogspot.com.br/2014/02/enseada.html

    Forte abraço!

  4. Edgar Braga disse:

    Mattar depois que vi aquela aberração da pista de Sidney do V8 Supercars , acho que nao existe coisa pior .

  5. Já foi divulgado o traçado da Fórmula E, no Rio de Janeiro, Rodrigo. Foi desenhado por Lucas di Grassi: http://globoesporte.globo.com/motor/noticia/2013/12/autor-do-circuito-di-grassi-revela-pista-de-rua-da-formula-e-no-rio-de-janeiro.html.
    O piloto, que disputa o Mundial de Endurance, é o diretor de projetos especiais da Fórmula E, e também pretende disputar o novo campeonato de carros elétricos. Na citada matéria, ele desvenda o processo de criação do traçado: “- Numa pista de rua, você não tem muito o que inventar, tem que respeitar os limites do lugar.”.

  6. LUIS GUSTAVO RANGEL disse:

    No Aterro não tem como inventar muito, terão retas curvas e curvas longas, cotovelos e, provavelmente, chincanes. Agora, o visual do local deve ser muito bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>