MENU

17 de abril de 2014 - 12:19United Sports Car Championship

Bicampeões da ALMS abandonam o TUSC

Dagys_-2014_256836RIO DE JANEIRO - Mais uma equipe insatisfeita com o regulamento do Tudor United SportsCar Championship deixa a categoria – e é uma baixa considerável: a Muscle Milk Pickett Racing, bicampeã da American Le Mans Series (2012/2013) e que já se ausentara do recente GP de Long Beach, disputado no último sábado, anunciou nesta quinta-feira que não participará mais do restante da temporada da série estadunidense de Endurance.

A princípio, a ausência na corrida californiana seria para a melhor adequação do Oreca 03 Nissan do time para a realidade do novo certame que surgiu da fusão entre a ALMS e a Grand-Am. Mas a participação do time foi reavaliada e decidiu-se pela ausência no resto do ano. É claro que, oficialmente, as razões não foram divulgadas, mas de forma oficiosa a questão das regras que “amarraram” os protótipos LMP2 do regulamento ACO/FIA nos EUA influenciou nesta decisão.

O futuro do programa de motorsport da Muscle Milk Pickett Racing é incerto. O time tentou costurar um acordo com a Nismo para receber um Nissan GT-R GT3 com o fito de participar da classe GT Daytona (GTD), mas pelo visto as conversações não foram adiante.

A debandada da Muscle Milk Pickett Racing junta-se às de Gainsco/Bob Stallings Racing e Level 5 Motorsports. Vamos ver se serão tomadas providências para que mais equipes não desistam do TUSC.

3 comentários

  1. Nino Rainier disse:

    To achando pouco bem feito… Eles praticamente pediram isso. A Extreme Speed só não saiu ainda porque está sendo patrocinado pela Patron que apoia o certame de endurance com as 4 provas mais longas. E a OAK está testando o carro nos USA e via o mercado americano para novos clientes mas acho que eles já vão começar a repensar isso. Vai vendo.

  2. geraldo101 disse:

    Quando soube da não participação deles em Long Beach, logo imaginei essa possibilidade. Não os culpo. O campeonato tem muito potencial, mas o claro beneficiamento dos DP frente aos LMP2 no regulamento desse ano (por interesse dos organizadores, por sinal) está estragando o que poderia ser uma excelente competição.

  3. Fernando Lima disse:

    Aapenas espero que não fiquem parados…acredito que ainda é possível alinhar o carro no ELMS ou no próprio WEC, a partir da segunda etapa…se eles estiverem dispostos a cruzar o Atlântico, é claro.
    Quanto ao TUSCC, eu já sabia…e digo mais. Eles começam a colher o que plantaram. Sendo assim, ou revejam o BoP para que os LMP2 passem ao menos a brigar de igual para igual com os DP’s ou a tendência é que OAK Racing e Extreme Speed façam o mesmo nas próximas etapas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>