MENU

26 de maio de 2014 - 14:39WTCC

Mais um fim de semana 100% Citroën no WTCC

4481620140525170229

Pechito comemora mais uma vitória no WTCC

RIO DE JANEIRO - A sequência de vitórias da Citroën, interrompida por Gianni Morbideli na corrida #2 da Hungria, foi retomada na Áustria. No velocíssimo circuito de Salzburgring, os C-Elysée do construtor francês deitaram e rolaram. Desta vez, deu Yvan Muller numa prova e o líder do campeonato José María López na outra. Pechito mantém, após cinco rodadas e nove provas disputadas (não custa lembrar que não houve a segunda corrida na Eslováquia, por causa da chuva) a liderança do campeonato, com 41 pontos de vantagem sobre Muller.

Na primeira corrida, Muller foi absoluto nas 15 voltas disputadas, completando a disputa com pouco mais de três segundos e oito décimos para o holandês Tom Coronel, que conquistou com seu Chevrolet o melhor resultado do ano. López subiu ao pódio com o terceiro posto e Sébastien Loeb chegou em quarto. Tiago Monteiro liderou o arsenal de Honda Civic com o quinto posto e Tom Chilton foi apenas o sexto. Os Lada Granta continuam devendo: nenhum deles ficou entre os dez primeiros colocados.

A prova #2 viu López na frente, numa disputa interrompida por um acidente logo após a largada, no qual cinco carros ficaram fora de combate: o vencedor da prova #1 Yvan Muller, os Lada (coitados!) de Rob Huff e James Thompson e os Chevrolet Cruze de Tom Chilton e do croata Dusan Borkovic. Após a bandeira vermelha, a prova foi reiniciada e de novo o Safety Car deu o ar da graça, neutralizando a disputa na 11ª volta. O argentino, que marcou a melhor volta da disputa em 1’23″684, não teve muito sossego, pois Gabriele Tarquini, que chegou em segundo, foi derrotado por apenas 1″683 na quadriculada. Tiago Monteiro completou o pódio, com Norbert Michelisz em quarto, Tom Coronel em quinto e Gianni Morbidelli foi o sexto.

Entre os três TC2 inscritos, Franz Engstler levou a melhor com sua BMW.

Resultado da corrida #1:

1 – Yvan Muller – Citroen C-Elysée – Citroen – 15 voltas em 20’56″737
2 – Tom Coronel – Chevrolet Cruze – Roal – 3″840
3 – José Maria Lopez – Citroen C-Elysée – Citroen – 4″276
4 – Sébastien Loeb – Citroen C-Elysée – Citroen – 5″427
5 – Tiago Monteiro – Honda Civic – Honda Jas – 12″403
6 – Tom Chilton – Chevrolet Cruze – Roal – 12″945
7 – Mehdi Bennani – Honda Civic – Proteam – 13″566
8 – Gabriele Tarquini – Honda Civic – Honda Jas – 14″868
9 – Norbert Michelisz – Honda Civic – Zengo – 15″672
10 – Gianni Morbidelli – Chevrolet Cruze – Munnich – 16″184

Resultado da corrida #2:

1 – José Maria Lopez – Citroen C-Elysée – Citroen – 17 voltas em 51’59″898
2 – Gabriele Tarquini – Honda Civic – Honda Jas – 1″683
3 – Tiago Monteiro – Honda Civic – Honda Jas – 2″554
4 – Norbert Michelisz – Honda Civic – Zengo – 3″651
5 – Tom Coronel – Chevrolet Cruze – Roal – 3″908
6 – Gianni Morbidelli – Chevrolet Cruze – Munnich – 4″466
7 – Sébastien Loeb – Citroen C-Elysée – Citroen – 4″758
8 – Mehdi Bennani – Honda Civic – Proteam – 5″418
9 – René Munnich – Chevrolet Cruze – Munnich – 10″074
10 – Mikhail Kozlovskiy – Lada Granta – Lada – 15″288

Classificação do campeonato após 9 corridas:

1. José María López – 179 pontos
2. Yvan Muller – 138
3. Sébastien Loeb – 134
4. Tiago Monteiro – 96
5. Gabriele Tarquini – 74
6. Gianni Morbidelli – 60
7. Tom Coronel – 58
8. Norbert Michelisz e Tom Chilton – 54
10. Hugo Valente – 47
11. Mehdi Bennani – 36
12. Dusan Borkovic – 15
13. Rob Huff – 12
14. Mikhail Kozloviskiy – 11
15. Franz Engstler – 6
16. John Filippi – 4
17. René Munnich, James Thompson e Pasquale di Sabatino – 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>