MENU

23 de junho de 2014 - 09:17WTCC

Mais duas para a conta da Citroën

4516920140622171900

Pechito López chegou à quinta vitória e segue líder do WTCC, com 39 pontos de vantagem para Yvan Muller

RIO DE JANEIRO - Treze corridas disputadas em sete etapas do Mundial de Carros de Turismo (WTCC) e doze vitórias da Citroën. Alguém surpreso? Acredito que nem os próprios franceses achavam que histórias passadas envolvendo construtores como Seat e Chevrolet não se repetiriam em 2014. O discurso no início do campeonato era de total humildade, mas após o início da segunda metade do campeonato e o fim das provas do certame na Europa, claro que o viés agora é outro. Ninguém mais tem dúvidas de que o campeão sai do time oficial chefiado por Yves Matton.

O atual campeão Yvan Muller e o argentino José María López, líder absoluto do campeonato com 255 pontos, foram os vencedores da rodada dupla disputada neste fim de semana em Spa-Francorchamps. López soma 39 pontos de vantagem sobre Muller e Sébastien Loeb ocupa o 3º lugar na tabela, com 190 pontos. O único piloto a quebrar a sequência de pódios dos gauleses foi Tom Coronel, que na etapa “de casa” (a Bélgica é vizinha da Holanda) chegou em terceiro na prova #2. Com esse resultado, o simpático piloto laranja está em 6º no campeonato.

Tiago Monteiro e Gianni Morbidelli também tiveram boas performances em Spa. Ambos os pilotos, com passagem pela Fórmula 1 e experiência de guiar em Spa, conseguiram os mesmos resultados – um 4º e um 6º lugares. Quem decepcionou foi o veterano Gabriele Tarquini, que chegou apenas duas vezes em sétimo lugar. Muito pouco para se aproximar do colega de equipe português: Monteiro é o best of the rest com 125 pontos, vinte à frente do italiano.

Agora, o WTCC faz um “giro” pela América do Sul e Oriente. A próxima etapa é na terra do líder Pechito López, em Termas de Río Hondo, no dia 3 de agosto. Com o cancelamento da etapa de Sonoma, a etapa seguinte será no circuito Goldenport em Pequim, em 5 de outubro, uma semana antes da etapa de Xangai. A seguir, a caravana vai para Suzuka e depois Macau, no encerramento do campeonato, em 16 de novembro.

O resultado da corrida #1:

1 – Yvan Muller (Citroen C-Elyséè) – Citroen – 9 voltas em 22’09”364
2 – José Maria Lopez (Citroen C-Elyséè) – Citroen – 3”689
3 – Sebastien Loeb (Citroen C-Elyséè) – Citroen – 4”318
4 – Gianni Morbidelli (Chevrolet Cruze) – Munnich – 21”125
5 – Tom Coronel (Chevrolet Cruze) – Roal – 21”998
6 – Tiago Monteiro (Honda Civic) – Honda Jas – 22”071
7 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo – 23”517
8 – Gabriele Tarquini (Honda Civic) – Honda Jas – 24”350
9 – Dusan Borkovic (Chevrolet Cruze) – Campos – 30”094
10 – Tom Chilton (Chevrolet Cruze) – Roal – 30”940

O resultado da corrida #2:

1 – José Maria Lopez (Citroen C-Elysée) – Citroen – 9 voltas em 22’16”645
2 – Yvan Muller (Citroen C-Elysée) – Citroen – 3”097
3 – Tom Coronel (Chevrolet Cruze) – Roal – 8”409
4 – Tiago Monteiro (Honda Civic) – Honda Jas – 8”912
5 – Sébastien Loeb (Citroen C-Elysée) – Citroen – 9”060
6 – Gianni Morbidelli (Chevrolet Cruze) – Munnich – 16”851
7 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo – 17”929
8 – Gabriele Tarquini (Honda Civic) – Honda Jas – 19”026
9 – Hugo Valente (Chevrolet Cruze) – Campos – 20”500
10 – Tom Chilton (Chevrolet Cruze) – Roal – 21”187

1 comentário

  1. Herik disse:

    Nenhuma surpresa, afinal é a única marca que investe para valer na categoria. Investe tanto em equipamento quanto em pilotos, que são os melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>