MENU

5 de agosto de 2014 - 16:21Automobilismo Nacional, Vídeos

Vídeos históricos – Brasileiro de Grã-Turismo no Rio de Janeiro (2012)

RIO DE JANEIRO - Daqui a dois meses, no dia 28 de outubro, chegaremos a dois anos sem automobilismo no Rio de Janeiro. No que era o Autódromo de Jacarepaguá, a prefeitura, com o patrocínio de empreiteiras e demais interessados, vai tentar pôr de pé um Parque Olímpico cujo terreno será depois entregue à especulação imobiliária, assunto de conhecimento geral.

Uma das últimas corridas na pista carioca foi do Brasileiro de Grã-Turismo. Acompanhei de perto os treinos na sexta-feira e a corrida no sábado, para poder ter conhecimento suficiente para comentar a corrida que seria transmitida ao vivo na emissora em que trabalhava anteriormente. O mais legal, contudo, foi poder dar uma “palhinha” na prova do sábado, narrada na internet pelo Luc Monteiro, comentada pelo André Duek e reportada pelo Kaká Ambrósio. Na época, brinquei nas redes sociais que essa trupe junta era quase que formação de quadrilha. Posso dizer também que foi a única vez que dividi uma transmissão com o Luc. Espero que não seja a última.

Aliás, o Brasileiro de Grã-Turismo tinha tudo para ser o melhor campeonato deste país. Só que as “forças ocultas” não deixaram.

Fica o registro. E os vídeos da rodada dupla carioca, em 2012.

4 comentários

  1. Fernando Kesnault disse:

    “Forças ocultas” seria a m**da da des***ça da Venus Platinada que ficou com cara de bobo depois daqueles 7×1???

    • Fernando Kesnault disse:

      Tô inconformado com ela hein??? heheheh…mas ela faz mais mal que bem a esse país, infelizmente…tinha e tem tudo para fazer um país melhor e nao tem interesse..

      • Augusto Limeira disse:

        Tá maluco rapaz ? Botar a culpa do fim da GT na Globo é a mesma coisa que chamar o Augusto Pinochet de pacifista. Pesquise melhor as coisas antes de dar opinião furada e sem sentido.

  2. Fernando Lima disse:

    Olha…eu fui muito fã desta categoria, que atingiu seu auge na temporada anterior, de 2011, ainda com o nome “Itaipava GT Brasil”. Em 2012 a categoria já estava rachada e sem vários carros e pilotos. Essa etapa do Rio talvez tenha sido a melhor, porque a de SP que compareci em junho daquele ano foi bem monótona…por imprevistos e acasos fui “polpado” de ver a lambança do reultado no final daquela temporada, também aqui em SP, que praticamente selou o destino do certame…Ano passado, no Anhembi como parte do evento da Fórmula Indy, foi a última vez que vi os GT’s de uma arquibancada…a categoria estava irreconhecível…triste fim…malditos sejam os promotores egocêntricos (e incompetentes…) que conseguiram acabar com tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>