MENU

5 de outubro de 2014 - 13:05WTCC

A primeira não se esquece: Lada, enfim, triunfa no WTCC

4848220141005122804

Estátua pro homem em Togliatti! Rob Huff conquistou neste domingo a primeira vitória da Lada no WTCC

RIO DE JANEIRO – Ouço fogos direto de Togliatti… ou seriam cortesia do Flavio Gomes? Não importa: a Lada conquistou neste domingo a sua primeira e histórica vitória no Mundial de Carros de Turismo, o WTCC. Com Robert Huff a bordo, o Granta #12 conquistou o triunfo na segunda prova da rodada dupla realizada no circuito Goldenport Park Circuit, a 10 km da capital Pequim.

A melhora do carro do construtor russo na competição já havia sido vista em Termas de Río Hondo, quando o britânico chegou em segundo e hoje concretizou-se o primeiro triunfo da Lada. Um trabalho excelente realizado pelo engenheiro Marco Calovolo, que fez o carro tornar-se competitivo o suficiente para sonhar com pódios e vitórias na reta final do campeonato. Em 2015, vem um carro novo e a Lada começa a ter grandes esperanças para o próximo ano.

O fim de semana de provas na China foi atípico: a Citroën não venceu e, consequentemente, o argentino Pechito López passou em branco. Mas o sul-americano continua absoluto na liderança do campeonato com 339 pontos, contra 273 de Yvan Muller e 238 de Sébastien Loeb. A prova #1 foi ganha por outro outsider: o britânico Tom Chilton conquistou a primeira vitória dele pela ROAL Motorsport e a segunda do modelo Chevrolet Cruze RML neste ano. Só a Honda, quem diria, não ganhou nenhuma prova nesta temporada, até agora.

O resultado final da prova #1 em Pequim:

1 – Tom Chilton (Chevrolet Cruze) – ROAL – 28 voltas em 35’44”890
2 – Yvan Muller (Citroen C-Elysée) – Citroen – 2”493
3 – José Maria Lopez (Citroen C-Elysée) – Citroen – 5”132
4 – Gianni Morbidelli (Chevrolet Cruze) – Munnich – 10”473
5 – Sébastien Loeb (Citroen C-Elysée) – Citroen – 14”455
6 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo – 17”238
7 – James Thompson (Lada Granta) – Lada – 18”338
8 – Rob Huff (Lada Granta) – Lada – 19”104
9 – Mehdi Bennani (Honda Civic) – Proteam – 37”966
10 – Franz Engstler (BMW 320 TC) – Engstler – 54”871

O resultado da prova #2:

1 – Rob Huff (Lada Granta) – Lada – 26 voltas em 28’52”502
2 – Tom Coronel (Chevrolet Cruze) – ROAL – 0”766
3 – Sébastien Loeb (Citroen C-Elysée) – Citroen – 3”072
4 – José Maria Lopez (Citroen C-Elysée) – Citroen – 3”102
5 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo – 8”673
6 – James Thompson (Lada Granta) – Lada – 9”938
7 – Gianni Morbidelli (Chevrolet Cruze) – Munnich – 11”111
8 – Tom Chilton (Chevrolet Cruze) – ROAL – 11”553
9 – Yvan Muller (Citroen C-Elysée) – Citroen – 12”463
10 – Gabriele Tarquini (Honda Civic) – Honda Jas – 12”805

Classificação do campeonato:

1. José María López – 339 pontos
2. Yvan Muller – 273
3. Sébastien Loeb – 238
4. Tiago Monteiro – 146
5. Gabriele Tarquini – 126
6. Tom Coronel e Norbert Michelisz – 118
8. Tom Chilton – 117
9. Gianni Morbidelli – 103
10. Rob Huff – 66
11. Mehdi Bennani – 59
12. Hugo Valente – 53
13. Ma Qing Hua – 33
14. James Thompson – 19
15. Dusan Borkovic – 17
16. Mikhail Kozloviskiy – 11
17. Franz Engstler – 7
18. John Filippi – 4
19. René Munnich – 3
20. Pasquale Di Sabatino – 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *