MENU

28 de novembro de 2014 - 14:38Mundial de Endurance

6h de São Paulo, treino livre #1 – Porsche próxima de recorde

IMG_0314-3

Graças a Mark Webber, o Porsche #20 saiu na frente em Interlagos. (Foto: Gabriel Pedreschi/Grande Prêmio)

SÃO PAULO – Terminou há alguns minutos o primeiro treino livre para as 6h de São Paulo, etapa de encerramento do Mundial de Endurance (FIA WEC). E logo na sessão de abertura dos trabalhos, com pista seca e mormaço esquentando o asfalto do Autódromo José Carlos Pace – e o “couro” de quem aqui está – a Porsche mostrou que não está pra brincadeira. 1-2 na sessão, com Mark Webber registrando o melhor tempo – o que não é surpresa, pois do seu carro é o único que conhece a pista como ninguém. Brendon Hartley e Timo Bernhard nunca tiveram qualquer experiência anterior em Interlagos, ao contrário do australiano.

Com o tempo de 1’19″172 – 0″339 mais rápido que o outro carro do construtor germânico – Webber está a apenas quatro décimos de uma marca histórica: em 2007, nas Mil Milhas, quando protótipos de grande porte vieram ao Brasil pela primeira vez, o Peugeot 908 HDi FAP pole position na oportunidade marcou a volta mais rápida em 1’18″787. A julgar pelo resultado do primeiro treino, não será surpresa se ainda hoje o recorde da pista de Interlagos para Protótipos seja quebrado.

A tendência é que os tempos melhorem ainda mais com o novo asfalto que agora cobre a superfície dos 4,309 km do tradicional circuito paulistano. Uma pole em 1’17” baixo, quem sabe? Veremos…

Atrás dos dois 919 Hybrid ficou Lucas Di Grassi, estabelecendo o melhor tempo do Audi #1 em 1’19″770, seis décimos melhor que o outro carro do time e também que o melhor dos Toyota TS040 Hybrid. Aliás, os japoneses estão em ritmo de festa. Já ganharam o Mundial de Pilotos com Sébastien Buemi e Anthony Davidson e tudo indica que farão o mesmo no Mundial de Construtores.

O Lotus CLM P1/01 conseguiu uma façanha notável aqui em Interlagos: foi como sempre o mais lento dos LMP1, é verdade, mas desta vez seus pilotos conseguiram pôr o lindo bólido preto à frente pelo menos do mais rápido LMP2. Com o 9º tempo, a dupla Pierre Kaffer/Lucas Auer foi cerca de dois segundos pior que os dois protótipos da Rebellion. E por falar em LMP2, o Ligier da G-Drive quase enfiou um segundo inteiro de vantagem no #27 da SMP Racing.

Com 1’31″592, a Ferrari de James Calado/Davide Rigon surpreendeu e liderou a folha de tempos da LMGTE-PRO, superando o #51 de Gianmaria Bruni/Toni Vilander, com o Porsche #91 de Patrick Pilet/Jörg Bergmeister em terceiro. Os dois Aston Martin oficiais de fábrica acabaram em quarto e quinto (este, o #99 de Fernando Rees) – separados por apenas 0″008 na folha de tempos. E na LMGTE-AM, Nicki Thiim voou baixo e fez o melhor tempo do grupo em 1’32″011, superando nos minutos finais da sessão a Ferrari #61 da equipe de Emerson Fittipaldi. A melhor volta do carro – 1’32″183 – foi do competitivo italiano Alessandro Pier Guidi.

Haverá ainda hoje mais um treino livre, começando às 17h30 pelo horário de Brasília. O Grande Prêmio está in loco em Interlagos com a cobertura completa do evento.

Compartilhar

1 comentário

  1. Fernando da Silva disse:

    Placar parcial: Rusinov 1 Zlobin 0, vamos ver como essa briga (com potencial pra ser briga MESMO) acaba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *