MENU

12 de janeiro de 2015 - 13:1224 Horas de Le Mans, United Sports Car Championship

O novo Ford GT

All-NewFordGT_01_HR

RIO DE JANEIRO - No aniversário de 50 anos da vitória do lendário Ford GT nas 24h de Le Mans, com Bruce McLaren e Chris Amon, a marca do oval azul de Detroit estará de volta a Sarthe. Hoje, no North American International Auto Show (NAIAS), realizado justamente na cidade-sede da montadora estadunidense, foi apresentado o Ford GT que será visto nas ruas – e nas pistas – em 2016.

O novo modelo é um duas portas com abertura “asa de gaivota”, com estrutura em fibra de carbono e alumínio, dotado de motor central-traseiro V6 da família EcoBoost, com turbocompressor e capaz de debitar 600 HP de potência.

No lançamento do novo Ford GT, não se falou em programa desportivo da marca para a próxima temporada, mas é sabido que a Chip Ganassi Racing será o time oficial da montadora e que pelo menos um carro será inscrito para as 24h de Le Mans de 2016. Talvez exista um empenho para a disputa do Tudor United SportsCar Championship, num confronto que se prevê histórico contra Corvette, BMW, Porsche e Ferrari.

10 comentários

  1. TARCÍSIO FRASCINO FONSECA disse:

    Bonitão!!
    E conseguiram conciliar as linhas antigas com as necessidades atuais.
    Qual será o desempenho (velocidade final, aceleração, consumo, frenagem)?
    E em relação ao antecessor?
    Aguardemos!

  2. luiz alberto disse:

    Muito bonito , sem dados telemétricos não se pode saber se é eficiente em aerodinâmica , assim como o Porsche 911 com toda a evolução desde seu lançamento mantém semelhanças com o original 356 este GT mantém a semelhança com o também lendário GT40 o que já é uma muito boa coisa. Acho que até o inicio de produção possa acontecer alguns ajustes e modificações , más tomara que não altere muito o bonito visual apresentado.
    Más na minha opinião também esta faltando uma tentativa da GM em ganhar Le Mans na geral com algum L M P1 ,sei que já tentou com a divisão Cadillac sem muito sucesso, mas convenhamos .esta divisão não se notabiliza por carros ultra velozes mas sim por ultra luxo a divisão “Speed” é a Corvette e seria muito bom ver um Vette LM P1 com chances de vitória,mas se isto não ocorreu na era Zora Duntov, acho muito difícil ocorrer atualmente ,onde tem muito “PURO SANGUE” querendo entrar no páreo ,talvez a GM não queira ariscar seu nome.
    Pelo respeito que tenho a Caroll Shelby ,torcerei para que este Ford tenha um resultado satisfatório quando competir(sê isto ocorrer) pois o seu nome sempre estará ligado a marca do oval e suas vitórias em Sarthe.
    No roll de pessoas do automobilismo que eu admiro tem pucos americanos ,mas : Shelby, Gurney, Hall ( o Jim) estão nesta lista.

  3. Luciano disse:

    A máquina é bonita, mas um V8 seria a “cereja” desse bolo deveras apetitoso… Mas como os tempos são outros, vamos ver se confirmada a presença da máquina em Le Mans ano que vem, a quantas anda a máquina com esse V6 anabolizado…
    É, 2016 promete!!!

  4. Fernando Lima disse:

    Se tomarmos por base o desempenho do motor já utilizado para equipar os Riley no TUSCC, pode-se dizer que o carro será bem rápido. Devemos lembrar que o Riley Ford Ecoboost quebrou o récorde da pista de Daytona no ano passado. Quanto ao desenho, manteve a essência do carro, o que já é muito importante. Em resumo, o Ford GT foi relativamente bem-sucedido em diversas competições de Gran Turismo em que participou…no finado GT Brasil, se não me engano, foi o modelo que mais venceu corridas entre as temporadas 2007 a 2013, além dos campeonatos em 2010 e 2011 com os carros do Antônio Hermann. Então, a expectativa é boa para o carro…eu boto fé.

  5. Herik disse:

    Em tempos malucos de La Ferrari, McLaren P1, Bugatti Veyron, etc, quando se lê 600 cv você pensa: Só isso!? KKKK…

  6. Hélio Cavalcanti de Siqueira Campos disse:

    O carro é bonito e promete pois tem uma estrutura forte por trás, mas a Ford acertaria em cheio se revitalizasse o P68 que correu o mundial de endurance pela Alan Mann Racing. Para mim o protótipo mais bonito fabricado !!!! pena que correu pouco e ficou horrível quando o reformaram p 0 WEC 69. Mas ainda sim o P68 3L seria páreo duro p o 917 que surgiu em 1969 nos 1000 km Spa. Abraços

  7. Vitão disse:

    O velhote de Maranelo vai dar mais uma volta na tumba.

  8. Gustavo Oliveira disse:

    Rodrigo, andam dizendo por ai que o P1 da Nissan vem com motor dianteiro (?!). É vero?

  9. luan disse:

    e legal mas eu prefiro o meu venenoso, hennessey venom gt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>