MENU

5 de fevereiro de 2015 - 16:5324 Horas de Le Mans

Le Mans 2015: o grid mais espetacular dos últimos tempos

poster-24-heures-du-mans-2015

O pôster oficial das 24h de Le Mans 2015: destaque absoluto para o novo Nissan GT-R LM Nismo

RIO DE JANEIRO – A cereja do bolo da conferência de imprensa desta quinta-feira em Paris foi o anúncio da lista oficial de entradas da 83ª edição das 24 Horas de Le Mans. A principal corrida de Endurance do planeta terá grandes atrações na edição de 2015. Foram mantidos os 56 concorrentes “de oficio”, mas desta vez o comitê de seleção do ACO trouxe apenas sete suplências, num total de 63 carros confirmados.

O grid é sem dúvida alguma o mais espetacular dos últimos tempos, principalmente pela presença de quatro times oficiais de fábrica na LMP1 (Audi, Toyota, Porsche e Nissan), afora a participação de equipes oficiais de Ferrari, Corvette, Porsche e Aston Martin na principal classe de Grã-Turismo. Os independentes dão também um colorido oficial, completando a formidável lista que conta com um total de 14 LMP1, 20 LMP2, nove LMGTE-PRO, 13 LMGTE-AM e sete reservas.

A prioridade do comitê de seleção foi para os 35 inscritos do FIA WEC, restando aí 21 lugares a serem distribuídos entre os concorrentes que tiveram direito às entradas automáticas e depois aos participantes do ELMS e do Tudor United SportsCar Championship, com presenças regulares nas 24 Horas de Le Mans. Os convites restantes foram transformados, assim, em suplências, restando de fora três protótipos LMP2 e quatro LMGTE-AM na lista final. Quem encabeça a lista de suplências é o SRT Viper GTS-R da Riley Technologies-TI Auto Exchange – e sempre existe a possibilidade de uma ou outra desistência. Não custa a Jeroen Bleekemolen e aos ianques cruzarem os dedos…

Ao plantel da LMGTE-AM, além dos sete carros do WEC, juntam-se mais duas Ferrari F458 Italia GTE da AF Corse – três, a bem da verdade, pois o carro da Scuderia Corsa, dos EUA, é assistido pelo time de Amato Ferrari, além da fidelíssima JMW Motorsport e os dois Porsche 911 (997) GT3 RSR anunciados para o Team AAI, de Taiwan. A divisão terá quatro fabricantes envolvidos na disputa.

Na LMGTE-PRO, a única adesão aos sete carros anunciados para o Mundial de Endurance vem dos EUA. A Corvette Racing mais uma vez estará em Sarthe para o duelo contra os construtores europeus, com dois C7-R novinhos em folha. Os carros serão guiados por Jan Magnussen/Antonio Garcia/Ryan Briscoe e Oliver Gavin/Tommy Milner/Jordan Taylor – formações anunciadas assim que se confirmou a presença do “Trovão” em Sarthe.

A LMP2 ganhou 10 competidores vindos não só do ELMS como também do Asian Le Mans Series. Aos participantes “full season” do WEC, juntam-se SMP Racing (com dois carros), Pegasus Racing, Krohn Racing, Greaves Motorsport, Ibanez Racing, Thiriet by TDS Racing e Murphy Prototypes. Além, claro, do Team Jota Sport, campeão da categoria em 2014 e da OAK Racing, vencedora do AsLMS.

O panorama da LMP1 é aquele que todos já imaginavam: 14 carros confirmados para Sarthe, com a adesão das terceiras inscrições de Audi, Porsche e Nissan – a única exceção (de novo) entre as fábricas oficiais é a Toyota. O terceiro R18 e-tron quattro terá Filipe Albuquerque/Marco Bonanomi/René Rast. A Porsche confirmou o neozelandês Earl Bamber e o britânico Nick Tandy como os companheiros do piloto de Fórmula 1 Nico Hülkenberg. E a Nissan revelou que o japonês Tsugio Matsuda é um dos designados para o terceiro carro, que levará o número #21.

Entre os reservas, além da Riley Motorsports, nota-se a presença de um segundo Oreca da KCMG, o segundo carro da Ibanez e o Ligier JS P2 da Algarve Pro Racing, de Portugal. A Formula Racing, da Dinamarca, bem como a Proton Competition e o Gulf Racing UK completam a lista de espera para Le Mans 2015.

Três brasileiros – os mesmos confirmados no WEC – devem competir nas 24 Horas de Le Mans: Lucas Di Grassi, num dos Audi LMP1; Pipo Derani, num dos Ligier LMP2 da G-Drive Racing e Fernando Rees, a bordo de um dos três Aston Martin LMGTE-PRO. Tenho a impressão que poderemos ter outros dois: Oswaldo Negri pela Krohn Racing (LMP2) e Bruno Senna também na Aston Martin (LMGTE-PRO).

O que seria espetacular.

Ah… e na retaguarda, teremos novamente, como nos últimos 32 anos, o talento do engenheiro Ricardo Divila, trabalhando pela Nissan. Como eu poderia esquecer de você, Divila?

A lista completa para a 83ª 24 Horas de Le Mans está aqui

Compartilhar

8 comentários

  1. Rafael Schelb disse:

    Tô doido pra ver esse carro da Nissan na pista. Totalmente diferente dos outros…

  2. Pedro disse:

    Gostei também! Fiquei surpreso com o Bamber no terceiro 919.
    Justo o Matsuda ter oportunidade no carro da Nissan e o Thinknell tem uma chance maravilhosa!

  3. Ricardo Divila disse:

    Quatro brasileiros vao competir…Eu tambem! Alias como nos ultimos 32 anos…
    abracos
    RD

    • Rodrigo Mattar disse:

      Sempre esquecendo de você, Divila. Perdoe o seu amigo aqui, tá? ;-)

    • Claudio Mourão disse:

      Desde de 1983? Caramba. Mesmo nos anos que você esteve na F1 no fim da década de 1980 você estava em Le Mans?

      Aliás, minha esposa reparou que o Nissan lembra o Jaguar D-Type de 1955. Mais alguém acha isto? Será que aquele era um carro tão a frente de seu tempo…

      • Ricardo Divila disse:

        Mesmo nos anos F1…minhas ferias eram sempre em Le Mans e fazia parte dos meus contratos. A unica que perdi foi em 89, quando o GP do Canada com a Ligier foi no mesmo dia.

  4. Marcelo Pacheco #49 disse:

    Fui em 2013 e vamos novamente em 2016. Será difícil esperar. A largada é algo indescritível….
    https://www.youtube.com/watch?v=DBVQSP9eNqM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *