MENU

3 de fevereiro de 2015 - 16:33Mundial de Endurance

Rebellion muda para os motores AER e não disputa a etapa de Silverstone

Rebellion R-One

Por conta do trabalho de preparação do Rebellion R-One para receber o novo motor AER V6 Biturbo, a equipe suíça não disputará a prova de abertura do WEC em Silverstone (Foto: Rebellion Racing/Reprodução Twitter)

RIO DE JANEIRO – Os planos da Rebellion Racing para o Mundial de Endurance (WEC) foram anunciados nesta terça-feira, a dois dias do anúncio da lista oficial de inscritos para 2015. O time suíço tinha um bom leque de opções após o fim do acordo com a Toyota para o fornecimento do motor RKV8M de 3,4 litros de capacidade cúbica e aspiração normal. E decidiu-se pelo uso do propulsor AER P60 V6 GDI Twin Turbo que a ex-equipe Lotus usou na última temporada.

“O motor mostrou bom desempenho nas pistas”, comentou Barth Hayden, o diretor geral da Rebellion Racing. “Nós acreditamos que ele case melhor com o chassis R-One”, disse ao site Sportscar365.com.

“Temos muito trabalho pela frente, especialmente no upgrade dos carros com o objetivo de acomodar melhor o motor AER P60. Estamos determinados a fazer tudo isso da melhor forma possível e é por isso mesmo que não estaremos a postos para a primeira etapa, em Silverstone.”

De fato, a Rebellion Racing pediu à FIA e ao ACO, organizador do campeonato, uma licença para se ausentar no primeiro evento do ano – e também no Prólogo marcado para o fim de março em Paul Ricard, na França. O debute do R-One com o novo motor está marcado para a etapa de Spa-Francorchamps, em 2 de maio. A equipe ainda não anunciou quais serão os pilotos que tomarão parte da temporada.

Compartilhar

5 comentários

  1. gigi siciliano disse:

    Sera que eu poderia entender :¬Acomodar melhor o motor . Como : ¬ Temos problemas de refrigeração ; Fluxo de ar ;de tração ou até mesmo tudo junto ?????
    Tomara que resolvam rápida e satisfatoriamente seus problemas. Quanto mais concorrentes (que podem vencer em suas classes e não puramente figurativo ,como naquela badalada categoria) melhor para a corrida e para o WEC (embora algumas atitudes do ACO não tenham me agradado ultimamente ,mas pelo menos eles não engessam os projetistas por completo)

    • Rodrigo Mattar disse:

      Acomodar melhor o motor porque é um biturbo, diferentemente do V8 aspirado da Toyota. É um motor que precisará de duas entradas de ar para os turbos, correto? Afora a acomodação de sistemas de refrigeração, montagem do motor no chassi, ancoragem na suspensão traseira e no câmbio.

  2. Fernando Lima disse:

    Como a ausência é por um motivo razoavelmente plausível, tudo bem…mas espero que os carros estejam realmente prontos para as 6h de Spa.

  3. Hugo Borges disse:

    Rodrigo, por que a Rebellion continua na LMP1 mesmo não podendo competir com as equipes de fábrica? Não seria melhor ir para a LMP2?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *