MENU

15 de março de 2015 - 12:17Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (242)

039af1eb2c23719cba7a48887f92d0e1

RIO DE JANEIRO – Em 1975, este carro fez história: a BMW 3.0 CSL #25 guiada pelo britânico Brian Redman e pelo canadense-australiano Allan Moffat, pai do piloto da V8 Supercars James Moffat, venceu a 23ª edição das 12 Horas de Sebring, na Flórida. A corrida na ocasião só foi disputada por carros das séries IMSA GTO e GTU, com 69 carros à partida. A dupla – e há quem diga que Sam Posey e Hans Stuck, do carro #24, também guiaram o bólido em algum momento naquela prova – venceu com três voltas de vantagem para o Porsche Carrera RSR #30 de George Dyer/Jacques Bienvenue.

Neste ano, em alusão à conquista, os dois BMW Z4 GTE que disputam o Tudor United SportsCar Championship na divisão GTLM foram inscritos com os dorsais #24 e #25. E o carro #25, inscrito para Bill Auberlen, Dirk Muller e Augusto Farfus, vai correr no próximo fim de semana em Sebring com a mesma decoração que remete ao carro campeão das 12 Horas em 1975.

Há 40 anos, direto do túnel do tempo.

Compartilhar

2 comentários

  1. Robertom disse:

    A BMW 3.0 CSL é linda, e era um foguete, brigando de igual para igual com os Porsche 911 que na época estavam na mesma categoria.

  2. Renan Farias disse:

    Esse pequeno BMW parecia voar nestas pistas!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *