MENU

10 de março de 2015 - 14:0624 Horas de Le Mans, Mundial de Endurance, United Sports Car Championship

Tequila Patrón ESM muda planos para Sebring e WEC

unnamed (6)

A Tequila Patrón ESM disputará as 12 Horas de Sebring com o HPD ARX-03b: problemas de homologação com o novo modelo Coupé forçaram os estadunidenses a comprar dois Ligier JS P2 para o restante do ano

RIO DE JANEIRO – Um sério problema com a homologação do novo HPD ARX-04b fez a equipe estadunidense Tequila Patrón ESM mudar todos os seus planos para as 12 Horas de Sebring e principalmente para a abertura do Mundial de Endurance, prevista para Silverstone em abril.

Muito embora o protótipo tenha feito sua estreia nas 24 Horas de Daytona – meio que de afogadilho, porque o segundo chassi teve sua montagem finalizada durante o Roar Before The Rolex 24, no início de janeiro – a Honda Performance Development (HPD) optou por adiar a homologação do chassi ARX-04b junto à Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Essa homologação deveria ter acontecido até 30 dias antes da primeira prova do WEC, no que a partir daí, de acordo com o regulamento da classe LMP2, o bólido teria seu desenvolvimento congelado e a HPD seria incapaz de modificar e atualizar seus chassis.

“Infelizmente o tempo necessário para o desenvolvimento está em desacordo com os nossos planos para esta temporada”, afirmou Steve Eriksen, vice-presidente do HPD. “Tomamos a difícil decisão de mudar de rumo para as 12 Horas de Sebring e também para o restante do campeonato do WEC”.

Essa mudança de rumo contempla a volta do bom e velho HPD ARX-03b, com o qual a equipe chegou em 2º lugar ano passado, para a disputa das 12 Horas de Sebring. Ciente do problema com o novo HPD Coupé, o time andou com o modelo antigo em Sebring, já se prevenindo para o inevitável.

O principal problema, contudo, está na participação da equipe no WEC. Scott Sharp e Ed Brown, pilotos e sócios do time, não tiveram outra alternativa e encomendaram à Onroak Automotive a construção de dois Ligier JS P2.

“A Onroak tem um relacionamento estabelecido com a Honda e tem um chassis LMP2 competitivo que nos permitirá dar sequência à nossa campanha no WEC conforme planejado. Philippe Dumas e sua equipe têm sido sensacionais e estão preparados para trabalhar em regime de horas extras para nos entregar dois carros a tempo de participarmos em maio nas 6 Horas de Spa-Francorchamps”, disse Sharp, que aproveitou para fazer um afago nos seus parceiros. “Obrigado a todos da Honda, HPD, Wirth Research e Tequila Patrón ESM por seus esforços incansáveis nos últimos quatro meses. Mas o tempo joga contra e nós temos compromissos. Não podemos correr com um carro que não pode cumprir as metas da FIA”, finalizou.

O release da equipe não informou, ainda, quais os planos para o Prólogo do WEC em Paul Ricard e para a abertura do Mundial de Endurance. A equipe figura na primeira lista de inscritos divulgada pelos organizadores. O paliativo poderá ser a opção pelo bom e velho HPD ARX-03b para cumprir o compromisso enquanto os Ligier não ficam prontos.

Compartilhar

4 comentários

  1. Fernando disse:

    Ficou mau explicado isso, a HPD vai abandonar esse projeto? ou será adiado pra 2015? era de longe o prototipo mais bonito.

  2. Cuca Santos disse:

    Sinceramente, a ESM foi amplamente prejudicada por causa disso, espero que a Wirth Ressearch tenha pelo menos pago os dois Ligier JS P2 que irão utilizar a partir de Spa. O HPD-ARX 03b ainda é um excelente carro e deveria ser usado até o final do ano se no Prologue e em Silverstone se mostrar competitivo, vamos ver o que Dalziel/Sharp/Hansson irão fazer já que Brown/van Overbeek/Fogarty deverão andar proximos somente do Ligier JS P2 – Nissan dos gentleman drivers e de pelo menos um Morgan LMP2 Evo-Judd da SARD-Morand que são os mais fracos nesse grid se analisar apenas os inscritos. A Onroak Automotive terá a partir de Spa entre os inscritos do WEC 70% de carros construidos por eles com três propulsores diferentes (Nissan com G-Drive e OAK, HPD com a ESM e Judd com a SARD-Morand).

  3. Nino Rainier disse:

    Baita papelão da HPD e Wirth Ressearch. Parece que estão demandando mais tempo do que esperavam na F1 e aí já viu né Pelé ? Cagaram todo o projeto de um ano de uma equipe. E ainda teve aquele problema lá que ninguém sabe o que foi de quem veio pra onde foi da McLaren se revoltando com o Alonso e dando choque nele. Já imaginou se vira moda ? Vai ter piloto de F1 virando só o carbono de tão ruim que é.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *