Lancaster lidera primeira fila britânica no ELMS

L
11140767_1425270954443666_5749469326632942299_o
Jon Lancaster comanda o grid da prova inaugural do ELMS neste sábado

RIO DE JANEIRO – O favoritismo dos times britânicos demonstrado nos treinos livres do European Le Mans Series foi ratificado no treino oficial que definiu o grid para a corrida deste sábado – que acontece daqui a pouco em Silverstone e poderá ser vista AO VIVO no blog. O protótipo Gibson 015S Nissan da Greaves Motorsport derrotou o carro gêmeo do Team Jota e ficou com a posição de honra, graças a uma volta impecável de Jon Lancaster em 1’48″752, quatro décimos melhor que o “homem pole” da temporada passada, o também britânico Harry Tincknell – que inclusive se recuperou brilhantemente depois de uma rodada que podia ter estragado os pneus de seu protótipo. Para sorte – ou não – de Tincknell, na hora da qualificação a temperatura ambiente (e também do asfalto) era baixíssima.

Na estreia do novo Oreca 05 Coupé, a Thiriet by TDS Racing alcançou um excelente 3º lugar no grid graças a Tristan Gommendy, superando o Oreca 03R #34 da AF Corse guiado pelo russo Mikhail Aleshin, que forma com o protótipo do time francês a segunda fila. Nathanaël Berthon levou o Oreca da Murphy Prototypes ao quinto melhor tempo, com o bom piloto holandês Nico Pieter de Brujin em sexto a bordo do #33 da Eurasia Motorsport.

O brasileiro Oswaldo Negri larga da 6ª fila, na 11ª posição: Tracy Krohn foi quem treinou com o Ligier JS P2 Judd e o estadunidense, ainda pouco familiarizado com o ritmo do carro em relação aos demais pilotos, ficou a quase sete segundos da pole position. Na nova divisão LMP3, em contrapartida, o escocês Charlie Robertson fez bonito e entrou para a história, conquistando o melhor tempo na estreia da categoria. O piloto do Team LNT liderou o 1-2 da escuderia, já que rodou em 1’59″892 e Michael Simpson, no carro #2, foi o segundo mais veloz. Os britânicos ficaram, inclusive, nas quatro primeiras colocações, uma vez que o #11 de Joey Foster, da Lanan Racing, ficou em 3º logo à frente de Rob Garofall.

Se no WEC a Ferrari levou uma sova da Aston Martin, na LMGTE o construtor italiano não tem do que se queixar: Michele Rugolo fez a pole position para a corrida do ELMS com o tempo de 2’00″151, superando por 0″118 o tempo do austríaco Klaus Bachler, no Porsche 991 RSR da Proton Competition. Alessandro Pier Guidi foi o terceiro mais rápido da divisão na Ferrari #56 da AT Racing e Andy Priaulx, na BMW Z4 GTE da Marc VDS, ficou em quarto.

A divisão GTC, exclusiva para os modelos enquadrados no regulamento GT3 FIA, foi território da TDS Racing: Franck Perera cravou a pole para a corrida de daqui a pouco, com o tempo de 2’01″939, mais de um segundo melhor que qualquer outro piloto da divisão. Marco Cioci ficou em segundo com a Ferrari #63 da AF Corse e a terceira colocação é de Francesco Castellacci, na #62 do time italiano.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames