MENU

22 de abril de 2015 - 14:43Rali

Tudo pronto para o Rali da Argentina

Segundo colocado no ano passado, o líder invicto em 2015 Sébastien Ogier vai em busca de uma vitória inédita na Argentina

RIO DE JANEIRO – Os argentinos não cansam de dar uma lição nos brasileiros quando o assunto é automobilismo e velocidade. Já tiveram, só neste ano, o Rali Dakar, a Fórmula E, o WTCC e a MotoGP. Agora é a vez do Mundial de Rali, o WRC. A 35ª edição do Rali da Argentina dá a largada nesta quinta-feira e até domingo, os inscritos vão percorrer quase 316 km entre Córdoba, Villa Carlos Paz e San Luis.

Em paralelo com o WRC, teremos também uma etapa do Sul-Americano, que responde por 31 dos 59 carros confirmados na lista de entradas da 4ª etapa do Campeonato Mundial. Eram sessenta duplas, mas uma baixa de última hora foi confirmada nesta semana: o polonês Robert Kubica e seu navegador Maciej Szczepaniak não vão disputar a etapa porque a equipe do ex-piloto de Fórmula 1 sofrerá uma reestruturação para poder voltar na próxima rodada em Portugal.

Invicto no ano, o atual bicampeão e líder isolado do campeonato Sébastien Ogier tem um desafio a mais neste fim de semana, ao lado do fiel escudeiro Julien Ingrassia: vencer o Rali da Argentina pela primeira vez na carreira. Ano passado, o francês foi derrotado por Jari-Matti Latvala, chegando em 2º. Outro Sébastien, o Loeb – lenda da modalidade – ganhou nada menos que oito das últimas 10 edições do evento. Só Latvala e Juho Hänninen, este em 2010, a bordo de um Skoda Fabia S2000, foram ganhadores da prova.

Latvala, inclusive, vive um péssimo momento na competição: 6º colocado com 19 pontos, mesmo que vença e leve os três pontos do Power Stage, ainda assim só alcançará, na melhor das hipóteses, a vice-liderança do campeonato. Quem chega como o segundão de Ogier na tabela, desta vez, é Andreas Mikkelsen, 33 pontos atrás do francês.

A lista de inscritos contempla 13 duplas na luta por pontos na divisão principal e mais 10 na WRC2. Atual campeão, Nasser Al-Attiyah está de fora desta etapa após a vitória no Rali do México. Mas Jari Ketomäa, que comanda a classificação desta subclasse com 40 pontos, vai tentar brigar pela vitória. A WRC2 tem muitos sul-americanos inscritos, entre eles o peruano Nicolás Fuchs e três paraguaios – Diego Domínguez, Miguel Zaldivar e Didier Arias.

Lista completa de inscritos do Rali da Argentina, aqui.

Compartilhar

2 comentários

  1. PRNDSL disse:

    Vergonhoso mesmo: só falta a Indy ir para a Argentina …

  2. Fernando Kesnault disse:

    E ainda teremos o World Rally Cross também…..é uma surra de carisma, competencia e amor ao esporte…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *