MENU

25 de maio de 2015 - 13:10Automobilismo Internacional

Mies e Crick levam a melhor em Phillip Island

GT Australia Phillip Island

Vitória para Christopher Mies e Greg Crick no evento mais longo do campeonato (Foto: Audi Motorsport/Divulgação)

RIO DE JANEIRO – Um Safety Car no fim da disputa beneficiou a dupla Christopher Mies/Greg Crick na corrida de Endurance do Australian GT Championship, disputada no último sábado em Phillip Island. A dupla da equipe JAMEC-PEM tinha perdido uma volta a menos de uma hora para o término, mas a neutralização da disputa – fato que ocorreu três vezes – permitiu aos pilotos do Audi R8 LMS Ultra recuperar a volta perdida, aproximar do pelotão líder… e ganhar a corrida.

Foi o segundo triunfo de Christopher Mies em menos de uma semana – o alemão vencera também as 24 Horas de Nürburgring – e o primeiro de Greg Crick no Australiano de Grã-Turismo em três anos. O piloto largou da primeira fila e se manteve constantemente entre os cinco primeiros até entregar o carro em perfeitas condições para Mies, após o Safety Car, reinvindicar a primeira vitória no ano. Com este resultado, os dois assumem a liderança do campeonato, com 232 pontos.

Pole position, a dupla formada por Jono Lester e Graeme Smyth, da Trass Family Motorsport vacilou quando não podia – justamente na fase final da disputa, quando Smyth já estava a bordo. O piloto perdeu terreno e acabou em 3º lugar, logo atrás do McLaren 650S GT3 da equipe Darrel Lea, em excelente atuação do piloto da V8 Supercars Garth Tander, ajudando Tony Quinn a alcançar a posição de vice-líder na tabela, à frente de Nathan Antunes, vencedor da rodada inaugural disputada em Adelaide, que chegou apenas em 11º nesta etapa.

Apenas os seis primeiros colocados terminaram com o mesmo número de voltas – 88 – numa corrida que acabou 15 minutos depois do previsto por conta do acúmulo de entradas do Safety Car – três ao todo. A disputa teria 2h25min e a quadriculada foi dada com 2h40min, praticamente às escuras.

Greg Taylor e Barton Mawer, com um Audi R8 LMS, venceram na classe Trophy, chegando ao fim da disputa em 12º lugar na geral, com 86 voltas. A dupla lidera o campeonato com 277 pontos, trinta e dois à frente de Theo Kondouris, que terminou a disputa em segundo na divisão. Na Challenge, ganhou o Lotus Exige Cup R da Donut King, guiado por Tony Alford/Mark O’Connor – resultado que leva a dupla ao comando da tabela com 281 pontos, contra 229 de Michael O’Donnell.

A próxima etapa do campeonato será em julho, no circuito urbano de Townsville, no sistema de rodada dupla e provas de 60 minutos de duração, cada uma.

Compartilhar

1 comentário

  1. Fernando Lima disse:

    Gostei do Audi “lanterna verde”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *