MENU

14 de julho de 2015 - 17:45WTCC

Citroën domina etapa caótica em Portugal

nunorganista-2-9238

RIO DE JANEIRO – A Citroën, cujo futuro no WTCC estaria com os dias contados, dominou mais uma etapa do Mundial de Carros de Turismo. O último evento disputado na Europa neste ano aconteceu em Portugal, no circuito urbano de Vila Real, considerado “insano” por ter trechos de altíssima velocidade e uma chicane de velocidade reduzida, cerca de 40 km/h, feita em primeira marcha.

Numa pista difícil e com pouco espaço para ultrapassagem, a posição de largada é fundamental. Para nenhuma surpresa, José María López venceu sua sexta corrida neste ano – 16ª em sua trajetória no Mundial – para ampliar sua vantagem na classificação do campeonato, já que Yvan Muller não passou da 7ª colocação. Sébastien Loeb completou a corrida #1 em segundo, bastante próximo do vencedor. Norbert Michelisz completou o pódio, seguido pelos recrutas da Honda oficial.

O melhor Chevrolet nos treinos, com Hugo Valente, foi danificado num acidente na 1ª volta e nenhum carro da marca da gravatinha pontuou nessa primeira prova. Os Lada Vesta foram bem, com Van Lagen sendo o mais bem colocado entre os pilotos da marca de Togliatti, com a oitava colocação.

Na corrida seguinte, desilusão para o público português: Tiago Monteiro envolveu-se num acidente com Jaap Van Lagen e Stefano D’Aste. O chinês Ma Qing Hua dominou desde o início para chegar ao seu primeiro triunfo no ano – segundo no WTCC – beneficiado pelo acidente do holandês Nicky Catsburg, que se tornou o protagonista negativo do fim de semana ao encerrar a prova #2 antes do previsto, na 11ª volta. O piloto do carro #10 vinha em terceiro, numa corrida sólida rumo ao pódio. Com a batida, contudo, acabou apenas na 6ª posição.

O WTCC agora ruma para o Oriente e a fase final do campeonato começa com a rodada dupla programada para o circuito japonês de Twin Ring Motegi, que figura no calendário pela primeira vez. As corridas serão no dia 13 de setembro, para proporcionar o transporte dos equipamentos e carros, via navio. Até lá, Pechito López curte uma tranquila liderança de 55 pontos (322 a 267) de frente para Yvan Muller, na luta pelo título.

O resultado da corrida #1:

1 – José Maria Lopez (Citroen C-Elysée) – Citroen – 13 voltas em 26’23″906
2 – Sébastien Loeb (Citroen C-Elysée) – Citroen – 1”519
3 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo – 5”391
4 – Gabriele Tarquini (Honda Civic) – Honda Jas – 5″711
5 – Tiago Monteiro (Honda Civic) – Honda Jas – 9″402
6 – Ma Qing Hua (Citroen C-Elysée) – Citroen – 12″807
7 – Yvan Muller (Citroen C-Elysée) – Citroen – 21″126
8 – Jaap Van Lagen (Lada Vesta) – Lada – 22″324
9 – Nicky Catsburg (Lada Vesta) – Lada – 27″636
10 – Rob Huff (Lada Vesta) – Lada – 28″860

O resultado da corrida #2:

1 – Ma Qing Hua (Citroen C-Elysée) – Citroen – 11 voltas em 26’44″910
2 – Yvan Muller (Citroen C-Elysée) – Citroen – 5″573
3 – Gabriele Tarquini (Honda Civic) – Honda Jas – 10″812
4 – Norbert Michelisz (Honda Civic) – Zengo – 11″982
5 – José Maria Lopez (Citroen C-Elysée) – Citroen – 12″423
6 – Nicky Catsburg (Lada Vesta) – Lada – 15″177
7 – Hugo Valente (Chevrolet Cruze) – Campos – 15″639
8 – Néstor Girolami (Honda Civic) – Nika – 16″060
9 – Rob Huff (Lada Vesta) – Lada – 16″669
10 – Mehdi Bennani (Citroen C-Elysée) – SLR – 17″174

Classificação do campeonato após 8 rodadas e 16 corridas:

1. José María López – 322 pontos
2. Yvan Muller – 267
3. Sébastien Loeb – 230
4. Ma Qing Hua – 146
5. Norbert Michelisz – 141
6. Gabriele Tarquini – 138
7. Tiago Monteiro – 124
8. Tom Chilton – 76
9. Hugo Valente – 72
10. Rob Huff – 58
11. Mehdi Bennani – 51
12. Tom Coronel – 33
13. Nicky Catsburg – 23
14. Stefano D’Aste e Jaap Van Lagen – 16
16. James Thompson – 6
17. John Filippi e Néstor Girolami – 5
19. Rickard Rydell – 4
20. Grégoire Demoustier – 2
21. Sabine Schmitz – 1

2 comentários

  1. Diogo disse:

    Mattar, que história é essa de dias contados da Citroën no Wtcc?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *