MENU

19 de agosto de 2015 - 15:46Nascar

Parceria desfeita

Clint Bowyer

Divórcio: após quatro temporadas, Clint Bowyer deixa a equipe de Michael Waltrip

RIO DE JANEIRO – Após quatro temporadas de parceria, Clint Bowyer e a Michael Waltrip Racing (MWR) não estarão mais juntos ao fim deste ano na Nascar. A equipe anunciou também o fim das operações full time na divisão principal a partir de 2016. Muitos dirão que é o troco depois da vergonhosa situação em que a escuderia de Michael Waltrip se envolveu por ocasião da decisão das vagas para o Chase em setembro de 2013.

Também está encerrada para o próximo ano a parceria entre Waltrip e seu sócio Rob Kauffman, que passa a deter uma parte da Chip Ganassi Racing/Felix Sabates, na Nascar. É bem possível que Bowyer faça parte deste novo esquema, aumentando o total de carros (Chevy SS) para três. Ou não: dos pilotos atuais da CGR, sabe-se que Kyle Larson tem contrato para pelo menos mais dois anos. Quanto a McMurray, o piloto do #1 poderá estar livre no mercado e não ter o vínculo renovado.

Mas não se surpreendam se Clint acabar na Furniture Row, o que seria irônico, já que o ex-colega de equipe Martin Truex Jr. já está por lá. A ascendente escuderia de Barney Visser é vista como o segundo time da Toyota na divisão principal da Nascar a partir do próximo ano – mas a princípio a equipe teria um carro full time e outro em temporada parcial, para Erik Jones, outra hipótese bastante plausível com a parceria que deve ser costurada com a Joe Gibbs Racing se a Furniture Row for mesmo confirmada como a nova equipe do construtor japonês na Nascar.

Faltando três provas para a definição dos 16 classificados para o Chase de 2015, Bowyer está na “bolha”: é exatamente o quinto e último piloto que vai entrando por pontos. O piloto de 35 anos tem 616 pontos e o mais próximo oponente é Aric Almirola, com 593. Qualquer piloto entre os 30 primeiros que vença uma das corridas restantes e ainda não faturou nenhuma no ano – Bristol, Darlington e Richmond – se classifica para o Chase, o que coloca a participação de Bowyer em risco.

3 comentários

  1. Gustavo Oliveira disse:

    Ou seja, a MWR acabou ou vai só disputar Xfinity e Truck Series?

  2. Fernando Lima disse:

    Acho Bowyer um bom piloto, inclusive nos mistos. Se conseguir um bom carro poderá incomodar os favoritos ano que vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *