MENU

1 de agosto de 2015 - 16:55Fórmula 3

Piquet, em Curitiba, de ponta a ponta

259717_525703_pedro_piquet_f3__sabado_ctba__11_

Pedro Piquet lidera o pelotão em mais uma vitória na Fórmula 3 Brasil (Foto: Luca Bassani)

RIO DE JANEIRO – Pole, melhor volta e vitória de ponta a ponta. No jargão do automobilismo, é o “Grand Chelem”. E Pedro Piquet conquistou mais um triunfo dessa forma – o terceiro em quatro rodadas ou sete corridas já disputadas na Fórmula 3 Brasil.

O piloto da Cesário F3, com o resultado, amplia sua liderança na classificação. Atual campeão da categoria, Pedro só teve uma queixa durante as 19 voltas da disputa: o superaquecimento das pastilhas de freio.

“Esse fim de semana está bem difícil. As pastilhas de freio têm superaquecido depois de três voltas fortes. Por isso tem que dosar o ritmo. Optamos por usar a pastilha nova nesta corrida, em que largava em primeiro. Para amanhã, vamos usar o modelo antigo. Sobrou apenas um jogo, que usei na classificação e será o da corrida 2, então acredito que no domingo serei mais rápido”, contou o brasiliense, que larga em sexto na segunda corrida do fim de semana pela regra de inversão do grid.

Companheiro de equipe de Pedro Piquet, Matheus Iorio chegou em 2º na pista, mas após a prova o piloto do #34 foi penalizado com acréscimo de tempo de 20 segundos conforme decisão dos comissários desportivos. Assim, o argentino Nicolás Dapero, da PropCar Racing, herdou a posição, com Arthur Fortunato em 3º lugar. Iorio caiu para quinto na classificação final.

Mesmo com um violentíssimo acidente durante os treinos de sexta-feira, Igor Fraga soube dar a volta por cima e venceu a prova na categoria Light. Grande parte do mérito da conquista do piloto do carro #55, 6º colocado na geral, é da equipe de Dárcio dos Santos. Os mecânicos da PropCar trabalharam incansavelmente e colocaram Igor em condições de competir e ganhar os pontos do primeiro lugar, herdado com o abandono de Felipe Ortiz. Andreas Visnardi chegou em 2º na subcategoria, com o líder do campeonato Guilherme Samaia na terceira colocação.

O resultado da prova #1 de Curitiba é este:

1. Pedro Piquet (Cesário F3) – 19 voltas em 25’21″109
2. Nicolás Dapero (PropCar Racing) – a 7″531
3. Arthur Fortunato (A. Fortunato F3 Racing) – a 12″966
4. Carlos Cunha (CF3) – a 18″675
5. Matheus Iorio (Cesário F3) – a 23″466
6. Igor Fraga (PropCar Racing) – a 29″308
7. Andreas Visnardi (RR Racing) – a 46″093
8. Guilherme Samaia (Cesário F3) – a 58″850
9. Matheus Muniz (PropCar Racing) – a 3 voltas
10. Felipe Ortiz (RR Racing) – a 11 voltas

Classificação do campeonato:

Classe A

1. Pedro Piquet – 78 pontos; 2. Matheus Iorio – 60; 3. Carlos Cunha – 48; 4. Arthur Fortunato – 42; 5. Rodrigo Baptista – 41; 6. Nicolás Dapero – 21; 7. Christian Hahn – 17; 8. Fernando Croce – 14; 9. Leonardo de Souza – 12; 10. Ryan Verra e Gustavo Bandeira – 11; 12. Giuliano Raucci – 8; 13. Nicholas Silva – 2.

Classe Light

1. Guilherme Samaia – 78 pontos; 2. Matheus Muniz – 54; 3. Andreas Visnardi – 38; 4. Igor Fraga e Pedro Cardoso – 36.

Compartilhar

1 comentário

  1. Arthur Luz disse:

    Rodrigo,

    Eu acho que o Piquet tem aquele diferencial, sabe?
    Mas ele tem que sair logo do Brasil, não acha?
    Digo isso porque, dessa nova geração, acho ele o melhor.

    abraço,
    Arthur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *