MENU

24 de setembro de 2015 - 18:37Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (290)

jarnosaarinen1_0510_503_ur

RIO DE JANEIRO – O finlandês Jarno Saarinen, de breve vida dentro do Mundial de Motovelocidade, é um legítimo precursor do estilo agressivo e abusado que se tornou marca registrada dos pilotos sobre duas rodas. Em plenos anos 60/70, o nórdico não economizava e ralava os joelhos no asfalto, testando todos os limites.

Tragicamente morto no GP da Itália de 1973 aos 27 anos de idade, num acidente que vitimou também o piloto local Renzo Pasolini, Saarinen teve números bastante relevantes no pouco tempo que disputou as provas válidas pelo campeonato. Em 46 corridas, conquistou 32 pódios, tendo vencido 15 desses GPs e conquistado um título mundial na classe 250cc, em 1972.

jarno_saarinen_e_soili_72

Mas o que causava tanta sensação quanto sua pilotagem arrojada era a presença de sua mulher, Soili Helina, com quem se casara em 1971. Exuberante, bonita, a loira finlandesa não escondia suas belas formas e entrou para a história, durante o campeonato que Jarno conquistou, ao aparecer em vários GPs no verão europeu usando apenas um biquíni e tamancos de salto alto para mostrar as placas de sinalização ao marido.

racer-jarno-soreli

Danadinha ela, hein?

Há 43 anos, direto do túnel do tempo.

11 comentários

  1. Milton Eller disse:

    Belo Comentário.

    Saarinen fatalmente seria campeão do mundo em 1973 mas… quis o destino que não. Eterno campeão.

    ABS

  2. Ituano Voador disse:

    Taí um belo incentivo para pilotar mais rápido e voltar logo para os boxes… rsrsrs…
    Pasolini era um ótimo piloto também, tendo sido vice de Saarinen em 1972 por um ponto apenas (considerando os resultados válidos). Em sua homenagem, a Ducati lançou a Paso 750 em 1986, uma das motos mais belas da época.
    Realmente, esse acidente foi uma tragédia.para o motociclismo.

  3. Cláudio Cardoso disse:

    A melhor parte das corridas da MotoGP é a formação do grid, pré-largada. Cada modelo linda segurando guarda-sol. Colírio para os olhos!

  4. Fernando Kesnault disse:

    Bela curiosidade…imagine essa situação com as “meninas-pilotos-nao-me-toques” da f-1 atual??? Cada vez mais frescos e fracos estao a ficar os europeus em todos os campos….desaprenderam ter que lutar pelas coisas e estao se tornando fracos em decidir algo como a questao dos refugiados que é simples de executar (atacar o EI em Síria) mas nada resolvem…

  5. Paulo Tohmé disse:

    Um dos grandes da história. Morte horrível.

  6. Fábio Montcord disse:

    Mattar, me corrija se eu estiver errado, não foi por causa de Saarinen que Jarno Trulli tem seu nome?Pelo que lembro foi o pai de Trulli que gostava de motociclismo e o batizou assim.

    Grande abraço

  7. Gustavo disse:

    Rodrigo,

    Perdoe-me a mensagem um pouco fora de contexto, mas impossível não lembrar hoje deste seu post sobre o finlandês Jarno Saarinen, de breve vida dentro do Mundial de Motovelocidade.

    Explico: como não perco mais sono para assistir provas da F-1, comecei o dia vendo aa provas ao vivo da Moto2 e a da MotoGP, logo na seqüência. Pretendia assistir ao VT da F-1 às 10:00h, logo após a exibição da MotoGP, mas não consegui passar da 15ª volta. É que após o duelo incrível entre Valentino Rossi e Dani Pedrosa, ver o trenzinho da F-1 deu sono.

    Saudações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *