MENU

26 de outubro de 2015 - 08:41Nascar, Vídeos

Bulha em Talladega

RIO DE JANEIRO – A etapa de Talladega, que definiu os oito pilotos que ainda sonham com o título da Sprint Cup, principal divisão da Nascar, vai dar muito o que falar. Porque o final foi, no mínimo, polêmico. E desagradou profundamente a muitos torcedores.

As confusões típicas do super oval do Alabama foram acontecendo nas voltas finais e a corrida foi para a prorrogação. Normalmente, a Nascar permite um máximo de três situações de G-W-C (Green-White-Checkered), sendo que na última delas, se a amarela é deflagrada na volta final, a corrida termina de qualquer forma.

Mas, por um acaso perverso do destino, o regulamento foi mexido para este fim de semana. Apenas uma G-W-C foi permitida. E foi isto que causou a bulha em Talladega. Como visto no vídeo acima, mal a corrida relargou para a prorrogação, houve uma bandeira amarela. Para declarar o vencedor, os oficiais da Nascar tiveram que usar do recurso de vídeo. E numa decisão polêmica, a vitória – pela terceira vez consecutiva – ficou com o piloto Joey Logano, da Penske.

O público não gostou. Torcendo desesperadamente pela classificação de Dale Earnhardt Jr., vítima de um bizarro drive through e que fez uma corrida espetacular, houve uma pororoca de vaias nas arquibancadas de Talladega. A vitória significava para o #88 a passagem para a terceira fase do Chase. Como não triunfou, ficou de fora. “Eu venceria claramente a corrida”, afirmou Dale Jr. no vídeo abaixo.

Dale Jr. tem excelente companhia entre os eliminados do domingo. Matt Kenseth, que até agora deve estar bem puto com Joey Logano após o incidente do Kansas, também está fora da disputa pelo título, assim como Denny Hamlin e Ryan Newman.

Os oito que permanecem no páreo para as provas de Martinsville, Texas e Phoenix, não necessariamente nesta ordem, são: Joey Logano, Jeff Gordon, Carl Edwards, Kurt Busch, Kevin Harvick, Martin Truex Jr., Kyle Busch e Brad Keselowski.

Compartilhar

10 comentários

  1. leonardo sampaio e santos disse:

    vou fazer um pequeno exercicio de futurologia, logano não passa da proxima faze, cortesia de matt kenseth rsrsrsrs

  2. Gurizada, sempre defendi a NASCAR e a metodologia de fazer campeonato e regras, porém, sempre acontecerão decisões questionáveis, tanto após a prova, quanto no início e durante a prova…

    Já achei suspeito querer voltar ao que era, deixando uma prorrogação que é na minha opinião, só pra não dizerem que voltaram a querer que termine em amarela. Será que re-contrataram algum cartola influente que mandou mudar e voltar no tempo?

    Bom, depois disso, pelo que a regra diz, ninguém pode cruzar a mureta antes do carro entrar no box logo antes do box que a equipe se localiza. Bom, um dos trocadores de pneu ou carregador de pneu estava pisando na área de pit, após o muro. Existe sim o cara do combustível em pézito alí logo ao lado mas, como a imagem só mostra com um zoom e um círculo o pé do carregador de pneus, entendo que é permitido o cara do combustível ser o único que pode ficar alí devido ao peso do galão e o risco de tropeçar e causar incêndio, derramando sabe-se lá em que direção o combustível. Se é assim a regra, punição justa.

    O que virou um PASTELÃO foi que ninguém sabe o que esta definido nas regras sobre questão visual e questão de demarcações físicas na pista e cronometragem.

    Na sequencia ficaria assim:

    1 – Antes do cara agitar a bandeira verde sabe-se sim que está em cada posição. OU seja, sabe-se que é o líder da prova.

    2 – Quando agita a bandeira ( esquecendo a zona de largada pra simplificar ) todos estão antes da linha de largada, que é um dos pontos de controle de cronometragem.

    3 – Mesmo que tenha as luzes amarelas tenham piscado antes da bandeira amarela ser agitada, os carros não tinham cruzado a linha ainda.

    4 – A corrida começou com o agito da bandeira verde, e cada um estava em posição conhecida.

    5 – Só temos que saber o que a NASCAR define como corrida iniciada. Se é a Bandeira verde iniciar movimento ( pra mim é isso ), se é só após cruzar a linha de chegada ( duvido ) e o mais importante que é quanto a definir quem estava onde no momento de amarela. Vale o visual? Vale a posição que que estava quando largou, o que duvido pois já mistura tudo quando o pano verde abana, ou vale a ultima posição de “sensores”, como usado normalmente para bandeiras amarelas durante a prova.

    Bom, pra mim o Logano estava em primeiro no momento da verde mas não sei se cruzou a linha, marcando na cronometragem se estava antes ou depois do #88. No visual da câmera meio de frente meio de diagonal, tem erro de paralax e não é uma imagem conclusiva, na minha opinião.

    Conclusão minha: A Nascar pisou na bola em alterar regra antes de uma decisão caótica ( Kenseth x Logano ) e encontrou mais um ajuste a ser feito ou uma simplificação nas regras, dizendo bem explícito:

    THE RUN IS RESUME AFTER THE GREEN FLAG FIRST MOVE AND THE DRIVERS POSITIONS WILL BE CONFIRMED BY THE POSITION THEY CROSS THE SATRT/FINISH LINE.

    Assim, termina o problema…tenha bigone, não tenha nada, etc… deu pano verde, acelera, quem cruzar a linha marca suas posição na cronometragem e esta feito o resultado.

    Ah… e tem que deixar as 3 prorrogações, tipo progressivas.

    A primeira prorrogação é de 3 voltas, a segunda de 4 ( G, 1 lap, W, C ) e a terceira 5 voltas ( G, 2 lap, W, C ).

    Falou !!!

  3. Leo Pereira disse:

    Queria ver o que falariam se essa lambança fosse na Stock Car Brasil…

  4. João Luiz Marques disse:

    Apesar do imbróglio, corrida sensacional.
    Apesar de tudo, boa corrida também na F-1…

    Será que cabe recurso ao Dale Jr.???? Se couber, vai dar um disse-me-disse danado…

  5. ISMAEL GUSMÃO disse:

    Dale jr chorão! falou que teria vencido a prova isso não muda o fato que para ele ganhar o titulo da sprint cup a ultima prova tem que mudar de homested para talladega ou daytona.

  6. Fernando Lima disse:

    Quero ressaltar tres coisas:

    Dale Jr é, indiscutivelmente, excelente piloto em superspeedways, e ídolo absoluto das arquibancadas, mas para ser campeão tem de ser bom em vários tipos de ovais, o que não é seu caso. Se talvez fosse justo que vencesse esta prova, mas Kenseth mereceria mais avançar (apenas comparando os dois mais desesperados por vitória…) por ser mais completo neste quesito. Particularmente, acho que o Jr é mais o sobrenome, além de um baita chorão…tem vários melhores que ele.
    A Joe Gibbs, que era a equipe mais forte até então, já teve dois eliminados, sendo Kenseth um dos fortíssimos candidatos ao título por tudo que tinha feito até então…se não fosse o toque do Logano, fatalmente venceria no Kansas, mas o “se” não faz parte…Buschinho na bacia das almas e Carl Edwards, como quem não quer nada, continuam na disputa.
    Na Sprint Cup ninguém é santo…portanto, demonizado ou não, Logano é sério postulante ao título (se vai levar é outra coisa…). Sua performance surpreendeu de certa forma e definitivamente engoliu Keselowski no duelo interno da Penske.
    Para finalizar, Mattar, independente do final em bandeira amarela, o que também discordo, avise sua colega de Grande Premio, a Juliana Tesser, que a Sprint Cup, e não a Moto GP, é a categoria mais foda do universo…nenhuma outra prende tanto e deixa tão tenso o espectador, sobretudo nas voltas finais.
    Mal posso esperar a próxima etapa.

  7. Clayton disse:

    Acredito que Logano vai querer distancia mas muita distancia de Matt Kenseth!! Vai ser da hora o troco!! kkk

  8. Luciano Barcelos disse:

    A rixa entre a turma de Joe Gibbs e do Roger Penske só tende a aumentar e irá envolver certamente Edwards, Bushinho e Keselowski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *