MENU

6 de dezembro de 2015 - 11:20V8 Supercars

“Frosty” é campeão do V8 Supercars

7004736-3x2-940x627

Primeiro título: Mark “Frosty” Winterbottom é o mais novo campeão do International V8 Supercars, um dos melhores certames de Turismo do mundo

RIO DE JANEIRO – “O Rei morreu, viva o Rei”. O International V8 Supercars tem um novo campeão, pondo fim a quatro anos consecutivos de domínio de Jamie Whincup. E é um novo campeão MESMO: aos 34 anos, Mark “Frosty” Winterbottom, um dos mais conceituados pilotos da categoria de Turismo da Oceania, conquistou hoje seu primeiro título na série e, além de acabar com a sequência de títulos do rival da Red Bull Racing Australia, acabou com a hegemonia dos modelos Holden Commodore. A bordo de um Ford FG X Falcon, o piloto nascido em Doonside conquistou nove vitórias ao longo de 36 corridas disputadas este ano e merecidamente fez jus ao galardão.

A última rodada foi disputada num circuito urbano montado no Parque Olímpico de Sydney e Jamie Whincup foi, tardiamente, o grande nome do fim de semana. O piloto que ainda ostentava o numeral #1 em seu Holden venceu as duas primeiras baterias disputadas sábado, com 125 km de percurso. Em ambas, Winterbottom fez o bastante para se manter à frente do mais direto adversário, Craig Lowndes: chegou em quinto na primeira corrida e foi ao pódio na segunda. Único piloto que podia reverter o quadro favorável a “Frosty”, Craig não foi bem nas primeiras provas – foi 15º colocado na primeira e sétimo na segunda, o que praticamente fazia suas chances caírem para perto de zero.

Hoje, na prova ganha por Shane Van Gisbergen na despedida deste da Tekno Autosports, já que em 2016 ele integrará a mesma equipe de Whincup e Lowndes, Winterbottom chegou na quarta colocação e levou o caneco. Com a sexta colocação, o máximo que Lowndes pôde alcançar foi o vice-campeonato. David Reynolds fechou a temporada num excepcional 3º lugar na pontuação, seguido por SVG e Whincup, que após as rodadas de Endurance venceu pelo menos uma vez nos três eventos restantes do campeonato.

Para a próxima temporada, a Ford não prestará mais nenhuma assistência de fábrica, seja técnica ou financeira. Mesmo assim, a marca do oval azul estará representada em 2016 pela Prodrive Racing Australia, pela Super Black Racing (com assistência da Prodrive) e pelo DJR Team Penske, num total de cinco carros, podendo aumentar para seis quando se confirmar o substituto de David Reynolds na Rod Nash Racing. Holden, Volvo, Nissan e Erebus-Mercedes são os demais construtores confirmados para o ano que vem. E 24 dos 26 lugares já estão assegurados.

Classificação final do V8 Supercars 2015:

1. Mark Winterbottom (campeão) – 3246 pontos
2. Craig Lowndes – 3008
3. David Reynolds – 2910
4. Shane Van Gisbergen – 2712
5. Jamie Whincup – 2647
6. Garth Tander – 2584
7. Fabian Coulthard – 2542
8. Scott McLaughlin – 2205
9. Rick Kelly – 2154
10. James Courtney – 2135

Compartilhar

2 comentários

  1. Fernando Kesnault disse:

    Rodrigo, o Frosty ja foi campeão na 2ª prova no sabado mesmo, pois como so tinham 150 pontos pelo 1ª colocação e a qualificação da 3ª prova que seria no domingo de manha nao dá pontuação e a distancia dos dois ja estava em 208 pontos,…foi o campeão e tanto que na prova do domingo estava estampado “champion” no capo dp Ford Falcon #5…. abraços.

  2. Luis Vieira disse:

    Aleluia! Difícil ser torcedor da Ford no V8SC, mas um dia tinha que mudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *