MENU

12 de janeiro de 2016 - 13:10Nascar

New Fusion

12440517_1056633811045948_3481801193075185628_o

 

RIO DE JANEIRO - Gostaram?

Pois aí está o New Ford Fusion, versão 2016, que estreia na próxima temporada da Sprint Cup na Nascar. A foto do #21, que disputará a temporada completa com Ryan Blaney na lendária equipe Wood Brothers – com uma assessoria da Penske, registre-se – que ilustra este post, é uma cortesia do amigo Paulo “McCoy” Lava, o maior fã da Ford que conheço nestas plagas.

Aliás, fica a pergunta: por que raios a Ford do Brasil não solta UM release ou qualquer tipo de material fotográfico que seja sobre automobilismo? Não vejo ninguém fazer um comunicado sequer sobre o Ford GT que correrá no WEC e na IMSA Weather Tech SportsCar Championship, tampouco sobre a Nascar – já que a montadora do oval azul participa das três divisões. E todos os campeonatos têm divulgação e transmissão no Brasil, por coincidência, do Fox Sports.

Na boa? Não consigo entender isso. É uma “estratégia” para esconder o envolvimento da Ford brasileira com o motorsport, que durou mais de 30 anos, desde a compra da Willys-Overland?

Só pode.

Bons tempos em que Hélio Perini era o gerente de competição da montadora e a Ford levava o esporte a sério no país…

12 comentários

  1. Rodrigo Janazi disse:

    Já anunciaram o novo sponsor na nascar cup?

  2. NascarYan disse:

    Como alguns fãs a aparência deste novo Fusion agradou pouco esta grade revelou o lado doce da Ford diferente do Ford Gt que me impressionou muito principalmente no seu desenho da parte traseira um carro que eu estou criando muita expectativa para na ve-lo nas 24hs de Daytona . As montadoras ´´nacionais“ pouco se envolvem no automobilismo , diferente de quando eramos um povo apaixonado e tínhamos a copa Opala ( a atual stock car ) , ou as carreteiras na década de 50 , mais a falta de interesse principalmente na parte da propaganda com a bolha do veiculo , nesta ultima temporada tivemos o Chevrolet Sonic competindo um modelo que nem mais compete no mercado de vendas , pelo que falam os motores da principal categoria brasileira de corridas os motores de todos os carros são por uma empresa ou seja as montadoras não participam da criação dos motores ( eu posso estar sendo totalmente equivocado aqui ) mais se isso e verdade e uma pura brincadeira ( para não falar outra coisa… ) pois isto e a alma das corridas de carros a guerra das montadoras , com elas se empenhando em quase 100% de seus modelos para vencer suas rivais nas pistas .

  3. Junio messias disse:

    Rodrigo eo regulamento deste tem alguma alteração em relação ao ano passado?

    • Rodrigo Mattar disse:

      Um novo pacote aerodinâmico foi introduzido ano passado e deve fazer parte das modificações em 2016. Serão também permitidos menos testes pra reduzir o desnível de desempenho entre os times de maior investimento e os menos abonados.

  4. Fernando Lima disse:

    Mudanças bem sutis, mas bem vindas. Até porque, atualmente, a bolha do Ford Fusion é a mais bela da Sprint Cup.
    Sobre a “filial” brasileira, no que diz respeito à competição vem há décadas colhendo o que planta: nada…ocasionalmente alguns lampejos na Truck e no Br de Marcas os Focus vivem comendo poeira dos demais…isso quando estão nas pistas.

  5. Renan disse:

    tbm sou fã da marca (aliás nem sei como explicar, pois comecei a curti-lá depois de comprar o meu 1º carro, um Ka 1.0 97 (?!) com motor endura…). Tive outros carros e hoje voltei para marca e estou super satisfeito.
    Mas a sua crítica é mais do que justificada. e infelizmente, tirando a mitsubishi, nenhum montadora instalada no país usa o automobilismo como plataforma de marketing.
    Parece q há um receio…
    Sobre o fusion, ficou lindo e ainda mais o 21, q é o meu nº favorito…rs
    abs

  6. Daniel Consorti disse:

    Rodrigo:

    Você quer saber o motivo: pelo mesmo motivo que o Flavio Gomes soltou o post de hoje! Automobilismo no Brasil está às traças! Se a toda poderosa rgt não transmite, não interessa!
    Sou amante do automobilismo e acompanho tudo que posso, de WRC à Nascar, de F-1 à pretensa “stock” car, que de stock não tem absolutamente nada!
    Infelizmente, cada ano, cada mês, cada dia que passa, eu vejo que em breve a única forma de acompanhar o automobilismo será pelos canais pagos (por sinal, parabéns pelo trabalho na Fox Sports, técnico na medida certa e sem “puxação de sardinha”) e pela internet!
    Como já ouvi milhares de pessoas falarem e já estou convicto, brasileiro não gosta de esporte, gosta de ganhar! E se não tem um brasileiro com chances de ser campeão, não interessa para a Tv transmitir.
    Ainda lembro nos anos 80/90 em que a F1 era prioridade na grade do domingo, hoje, se tiver um brasileiro disputando campeonato “mundial” de bolinha de gude, a corrida vai ser cortada para a transmissão.
    Como você sempre diz: “Parabéns aos responsáveis!”

  7. Fabio Pittol disse:

    Pelo visto a Ford ficou com “inveja” da Toyota – que deu uma limpada aerodinâmica na frente da versão do Camry ano passado – e fez a mesma coisa. Pra quem (montadoras) tanto chorou para que os carros parecessem os de rua, na hora H, vai todo mundo voltando atrás pra ganhar alguns décimos na pista. Quero ver se a GM num vai reclamar.

    *Explicando melhor: Se vocês repararem, à introdução do Gen6, todos os modelos preservavam bastante as linhas dos modelos de rua, especialmente na parte da frente. Tanto é que a Ford chegou a modelar os filetes da grade (que eventualmente voava pela pista, ao contato). Desde então, a Toyota quando teve oportunidade de atualizar seu modelo, limpou bastante, comparem os 2 Camry Gen6 dela (ok, o Camry de rua recente é mais limpo mesmo). Agora, a Ford vem com essa, quase voltando à era dos decalques pré-COT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>