Campeões do Super GT saem na frente em Okayama

C
16
Passeio: Ronnie Quintarelli/Tsugio Matsuda venceram na abertura do Super GT em Okayama (Foto: Hidenori Suzuki/Endurance Info.com)

RIO DE JANEIRO – A parceria entre Ronnie Quintarelli e Tsugio Matsuda continua a dar liga no Super GT: campeões da categoria nos últimos três anos na divisão GT500, o nipônico e o italiano voltaram a não dar hipóteses aos adversários na prova de abertura disputada no circuito de Okayama no último domingo, com a participação de um grid lotado – 42 carros participaram da rodada inaugural, sendo 15 da GT500 e os demais da GT300.

A dupla do Nissan GT-R da equipe Nismo Motul Autech fez valer o dorsal #1 na carenagem. Largaram em 3º no grid e se mantiveram firmes na luta pela liderança contra o Lexus RC-F guiado por James Rossiter, que dividiu o bólido pole position nos treinos classificatórios com Ryo Hirakawa. As estratégias definiram o panorama da corrida: enquanto a equipe Tom’s optou por antecipar seu pit stop, Quintarelli pisou o máximo que pôde antes da troca de pilotos. E quando entregou o volante para Tsugio Matsuda, foi um passeio. A diferença foi superior a 15 segundos na quadriculada e cabe lembrar: a pista tem pouco mais de 3,7 km de extensão e em ritmo de classificação a volta mais rápida foi ao redor de 1’18”. O trabalho da dupla do carro #1 foi extraordinário.

Mas tudo tem seu preço: por conta do triunfo em Okayama, a dupla campeã da categoria vai carregar o chamado “lastro do sucesso” na próxima etapa. Serão 40 kg extras a bordo do carro e o sistema de lastros é proporcional em dobro aos pontos somados a cada prova pelos pilotos – tanto na GT500 quanto na GT300, cabe lembrar.

Quem fez uma ótima corrida foi Katsumasa Chiyo em sua estreia na GT500. O piloto do Nissan #46 dividido com o experiente Satoshi Motoyoama andou muito em seu turno de pilotagem e terminou em 3º, bastante colado no carro de Hirakawa. Andrea Caldarelli/Kazuya Oshima foram consistentes ao longo das 82 voltas para terminar na 4ª colocação, seguidos do #12 do Calsonic Team Impul conduzido pelo brasileiro João Paulo de Oliveira e seu parceiro Hironobu Yasuda.

O top 10 da prova inaugural teve, na classe GT500, o predomínio dos Lexus RC-F: foram seis carros da marca vinculada à Toyota entre os que pontuaram na abertura, contra três Nissan e um solitário Honda NSX, décimo colocado com Takuya Izawa/Naoki Yamamoto.

21
Dobradinha dos novos modelos Mercedes AMG GT3 na classe GT300: a vitória foi do #65 de Haruki Kurosawa/Naoya Gamou (Foto: Hidenori Suzuki/Endurance Info.com)

Na classe GT300, bela estreia do novo modelo Mercedes AMG GT3: dobradinha da marca da estrela de três pontas com o carro #65 de Haruki Kurosawa/Naoya Gamou completando 76 voltas ao fim da disputa, com vantagem de quase 13 segundos para Nobuteru Taniguchi/Tatsuya Kataoka, no carro da equipe do antigo piloto de Fórmula 1 Ukyo Katayama. Quem também estreou com nota positiva foi a BMW M6 GT3, 3ª colocada com Jörg Müller/Seiji Ara.

Houve ainda mais uma Mercedes AMG GT3 em quarto, à frente da Ferrari F488 GT3 de Akihiro Tsuzuki/Morio Nitta, que também fez sua estreia no Super GT. Outros dois modelos novos ficaram no top 10 da categoria: o Audi R8 LMS geração 2 de Richard Lyons/Tomonobu Fujii fechou a disputa em sétimo e o Lamborghini Huracán de Manabu Orido/Kazuki Hiramine foi o nono colocado.

Campeão da divisão em 2015, André Couto não foi além da 8ª colocação dividindo o Nissan GT-R Nismo GT3 #0 da equipe Gainer Tanax com Ryuchiro Tomita. A próxima etapa do Super GT será os 500 km de Fuji, no dia 4 de maio – uma quarta-feira – provavelmente feriado local.

Classificação do campeonato:

GT500

1. Ronnie Quintarelli/Tsugio Matsuda – 20 pontos
2. Ryo Hirakawa/James Rossiter – 16
3. Satoshi Motoyama/Katsumasa Chiyo – 11
4. Kazuya Oshima/Andrea Caldarelli – 8
5. Hironobu Yasuda/João Paulo de Oliveira – 6
6. Yuji Tachikawa/Hiroaki Ishiura – 5
7. Heikki Kövalainen/Kohei Hirate – 4
8. Daisuke Ito/Nick Cassidy – 3
9. Yuhi Sekiguchi/Yuji Kunimoto – 2
10. Naoki Yamamoto/Takuya Izawa – 1

GT300

1. Haruki Kurosawa/Naoya Gamou – 20
2. Nobuteru Taniguchi/Tatsuya Kataoka – 15
3. Jörg Müller/Seiji Ara – 11
4. Katsuyuki Hiranaka/Björn Wirdheim – 8
5. Akihiro Tsuzuki/Morio Nitta – 6
6. Takeshi Tsuchiya/Takamitsu Matsui – 5
7. Richard Lyons/Tomonobu Fujii – 4
8. André Couto/Ryuchiro Tomita – 3
9. Manabu Orido/Kazuki Hiramine – 2
10. Kazuki Hoshino/Jann Mardenborough – 1

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

  • Só pra fazer um adendo: no dia 4 de maio é um dos 3 dias seguidos de feriado no Japão em maio, é o chamado “Dia do Verde”, provavelmente relativo à natureza. No dia 3 de maio é o Dia da Constituição e o dia 5 de maio é o Dia das Crianças por lá.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames